29 de nov de 2009

The Keith Tippett Group - " You are... I am there" (1970) Vinyl rip

Esta é o primeiro contato que tive com este músico e seu grupo; vindo de uma escola que podemos dizer a base de tudo que se chama progressivo hoje em dia.

Se não é o principal seria um dos, principalmente por sua extensa discografia e seus inúmeros relacionamentos musicais, que o qualificam e muito.

Qdo meu contato não é o suficiente pra expressar o que realmente significa aquilo que posto, busco nas mais variadas fontes o que consigo de melhor em detalhes e os que seguem abaixo mais uma vez preferi deixar no original, afim de não perder nenhum detalhe na tradução.

"Here we have another loosely canterbury album... We've heard from Keith Tippett twice already on this blog (once in the Roger Dean album cover series, once in the Canterbury Scene list), but here's his debut album as the band leader of The Keith Tippett Group (he also plays piano in the group).
Sometimes this is referred to only as "Keith Tippett"... but I feel that doesn't do justice to the band, and besides-- the album cover says "The Keith Tippett Group" on it. So there.

This is an album of sprawling jazz compositions. There is less of a rock feel than on "Dedicated to You...", more of an avant-garde jazz-orchestral feel. Extended vamps and improvisational skronking alternate with tight harmonies and very nicely arranged melodies. Fantastic interplay between freedom and form, and between the musicians themselves.... Tippett knew his players' styles and capabilities, and composed with them in mind. This is moody, sometimes brooding jazz, but not without a sense of humor. One of the shorter tunes contains a playful Beatles reference.
Features a horn section whose members were all a part of the Soft Machine at some point or another: Elton Dean, Nick Evans, and Mark Charig; with Alan Jackson on drums and Jeff Clyne on bass".


Músicos:
- Keith Tippett (p/elp)
- Elton Dean (as)
- Mark Charig (tpt)
- Nick Evans (tb)
- Jeff Clyne (b/cb)
- Alan Jackson (d/glock)

guest:
- Giorgio Gomelsky (bells)

Rec: January 1970 - Loc: Advision Studios, London - Eng: Eddie Offord - Pr: Giorgio Gomelsky

Tracks:
- 1. This Evening Was Like Last Year (To Sarah) [KT] (9:05)
- 2. I Wish There Was A Nowhere [KT] (14:02) -
- 3. Thank You For The Smile (To Wendy and Roger) [KT] (2:03)
- 4. Three Minutes From An Afternoon In July (To Nick)
[KT] (4:11)
- 5. View From Battery Point (To John and Pete) [KT] (2:00)
- 6. Violence [KT] (4:00)
- 7. Stately Dance
For Miss Primm [KT] (6:51)
- 8. This Evening Was Like Last Year (Short Version) [KT] (4:05)

Originalmente postado em 02/02/09
Enjoy!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

28 de nov de 2009

Rock Fly - AC/DC - Som Mutante



Obs:

Devido a varias solicitacoes, haverá reapresentacao hoje (Domingo 29/11)

19 h - Show
20 h - Especial Poeiracast

Enjoy!!!!!!!!!!!!!!!!!!

26 de nov de 2009

The Brecker Brothers Band- Back to Back (1975)

Michael e Randy Brecker formaram uma banda de nome original: The Brecker Brothers.
Como eu estava fuçando pra lá e pra cá atrás de um dos maiores bateras do planeta; Steve Gadd, vou procurando seus trabalhos e qual não foi minha surpresa em saber que ele também estava neste disco e com esses caras.

Como ele não dá ponto sem nó, diriam nossas avós, tive de ouvir e que puta som!!!!
Eles tocaram com Zappa, tem um time de classe e fazem o chamado jazz/fusion (arghhhhhhhhhh) desde antes inventarem essa porcaria de designação.Ah!!
Só um detalhe, dêem uma sacada no batera e se quiserem procurem saber sua história; mas eu já postei muita coisa dele aqui no Som Mutante e até me tirarem do ar,deletarem o link ou sei lá o quê, mas aí eu volto com um blog com o nome dele só de raiva,rs!!!!
Tracks

1. Keep It Steady (Brecker Bump)
2. If You Wanna Boogie...Forget It
3. Lovely Lady
4. Night Flight
5. Slick Stuff
6. Dig a Little Deeper
7. Grease Piece Listen
8. What Can a Miracle Do
9. I Love Wastin' Time With YouMusics

Michael Brecker
Randy Brecker

Guest musicians

Patti Austin
Dave Friedman
Luther Vandross
Don Grolnick
Steve Khan
Will Lee
Steve Gadd

Postado originalmente em 15/04/09

Enjoy!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

18 de nov de 2009

15 de nov de 2009

Peter Gabriel - The Warm Up Tour- Summer 07 - Brescia 02/07/07

Estas noites quentes estão fazendo o sono do Lobo e o humor mudar muito repentinamente e parece que a paciência fica curta pra ler e ouvir besteiras.
Até havia um personagem famoso num dos melhores programas de humor já criados na história da TV brasileira "A Praça da Alegria" com o não menos maravilhoso criador Manoel de Nóbrega (há 52 anos atrás) que idealizava seus personagens baseado em sua própria experiência num banco de uma praça em que notando a atitude de cada um com sua genialidade, lançou o programa.
E como dizia, um dos personagens tinha horror à perguntas idiotas, gente tola e pouca ou nenhuma paciência qdo ouvia besteiras ou algo assim e saía de seu normal e tascava um "coice" no dito cujo.

Mas o que isso tem a ver com um post do meu querido Peter Gabriel?

Eu estou com este disco já faz alguns dias que nosso amigo Claúdio repassou como bom fã que é, e estava esperando uma oportunidade, afinal tenho vários posts para repostar devido aos links terem sido deletados no lixo do gigasize (fujam deste lugar, postem em qqr um menos nessa josta!); além do que tenho tb vários álbuns separados pra postar, e são pra mim raridades que quero compartilhar.

Mas como disse em noites quentes quem dorme?
Andando pela net afora, encontro um blog que nem cito o nome, onde o dito cujo, explica que o Genesis não acabou por causa da saída de Gabriel, e sim com a saída de Steve Hackett; afinal o gênio por trás do sucesso seria Hackett!!!E ainda afirma que o álbum posterior a saída "Trick of the Tail" mostrou-se tão bom qto os outros com Gabriel!!!!!

Ah não!!!!Ignorância eu aceito, mas idiotice é insuportável e não é por amar o trabalho desse gênio que é Hackett, que vou desmerecer o talento de Gabriel; o Trick era uma sobra de trabalho ainda da época do Peter Gabriel que mais uma vez nosso anãozinho frustrado queria pra ele, como todo frustrado que é, atrair a glória de outrem pra si.
É o tal do phill pode ter ficado milionário, ser chamado de o "tio Patinhas" do mundo da música, ter tocado com Sting e Plant, mas continua sendo um musico obscuro com cara daqueles anõezinhos maus dos contos de fada e como sempre aproveitador, prq depois de décadas com sucesso na estrada só agora o pequeno caráter do vilão phill descobriu os "Blind Boys of Alabama" e os convidou pra uma ponta em seu novo disco, prq só assim pra atrair quem sabe alguém pras suas frustrantes incursões solo e desprovidas de qqr tipo de talento, coisa que muitos fazem e melhor e que o ilustre conhecedor musical disse que Gabriel era apenas uma marionete nas mãos de Hackett por ser bipolar......................ah num fode!!!!!!!!!!!!!!!
Até Ben Harper qdo convidou os Blind pra uma ponta, notou que eles eram tão maiores que aquilo tudo, que virou totalmente sua produção que fez um disco todo com eles e ganhou um grammy por uma musica sua e outro pelo álbum como um todo, já postado aqui há tempos.
Coincidências do anãozinho malvado phill não?

Um dos melhores álbuns de todos os tempos se chama "Trespass" e o guitarrista era Anthony Phillips (ué o Hackett não estava ainda?), e a sequência até o "Lamb Lies down Brodway"(que muitos condenam por Gabriel sair antes da finalização com problemas psicológicos ou drogas como tb se conta) foi a marcante interpretação vocal daquilo que era produzido por todos e o Gabriel mostra até hoje que apesar do Hackett ser um dos melhores guitarristas do mundo e um ser humano maravilhoso, ao contrário do sr phil collins, sua carreira só vem num crescendo tão absurdo que o Genesis sumiu e ele só faz shows sem cantar uma só música daquela época.E aqui está mais uma prova disso, um sucesso avassalador, de um som não muito comum nas rádios em geral, principalmente no nosso brasil varonil; lançado em box set, com toda a tourné realizada em um ano(onde aqui destacamos um dia específico é óbvio); coisa que o Genesis nunca mais conseguiu fazer.

Aliás, em 2007 o Genesis lançou um disco novo que eu tenho tb, e vou postá-lo, cada um que tire suas conclusões; mas que não vi e nem ouvi a repercussão, só sei que o phil continua sem voz, precisando do magnifíco Chester tocando bateria e não apoiando ele, prq ele é fraquinho mesmo perto de um monstro como o Chester; e a banda não fosse o guitarrista Daryel Stuemer, seria uma das coisas mais chochas que já ouvi, um ocaso de um mito.
Pena!Agora o entendido em música como muitos, dizer que Peter Gabriel servia como uma luva para a genialidade de Steve hackett por ser portador de transtorno bipolar, é de doer as partes mais baixas de qqr um.

Ignorância completa de um "transtorno"e não uma doença incurável ou incapacitante; discriminação total por desconhecimento e burrice mesmo, mal sabendo qtos porcento da humanidade possuem tal transtorno(1,6% e eu mesmo me considero um "quintupolar, e espero que cheguem um dia a descobrir meu caso, ré,ré,ré) e isso nunca me impediu de trabalhar nas maiores empresas do mundo, nas principais do país e sempre realizando tudo até melhor que muitos ditos "sãos" como o crítico que peguei pra ilustrar esta postagem.

- O distúrbio bipolar é uma patologia que acomete cerca de 1,6% da população hoje em dia. No entanto, hoje é tratável. As alarmantes trocas bruscas de humor, todavia, podem ser controladas pelos medicamentos conhecidos......Com o uso de medicamentos adequados e de apoio psicológico, é perfeitamente possível atravessar períodos indefinidamente longos de saúde e ter vida plena!
Fonte:Associação Brasileira de Psiquiatria - Transtorno Bipolar
Caraca! mas nem falei do post, do som, dos integrantes, das faixas.

Mas acho que falei o que queria e me interessava mais afim de tentar como um beija-flor apagar um incêndio numa floresta, qdo indagado pelo elefante que nada pode fazer com a agua de seu bico ele responde: Pelo menos estou fazendo minha parte.

Arghhhhhhh! Ignorância é uma doença muito pior do que qqr uma, e falta de caráter como os integrantes do Genesis tiveram com Gabriel também, e a prova que ele tinha cura está aqui em mais um trabalho fantástico, duplo e ao vivo pra vc, amigo da alcatéia e que chegou até aqui nessa leitura em edição limitadíssima e que nem imagino qto tempo dure no "ar".
Obrigado pela paciência e atenção.

Artwork By - Marc Bessant
Backing Vocals - Angie Pollock , Melanie Gabriel
Bass - Tony Levin
Drums - Ged Lynch
Guitar - David Rhodes
Keyboards - Richard Evans (3)
Lead Vocals - Peter Gabriel
Photography - York Tillyer

A limited edition of 100 numbered sets of the 22 shows from the 2007 Warm Up Tour was produced, each double live album packaged in 4-colour printed cardboard folders with full track-listing, and stored in a miniature red flight case. The shows were fully mixed from the soundboard recordings, and all CDs are professionally printed as for any wide release. Also included were a mini programme and numbered card, signed by Peter Gabriel.

Enjoy!!!!!!!!!!!!!!!!! (247,64mb 320kbps)

13 de nov de 2009

Blogger DMCA takedown notification‏ (Sexta Feira 13) rs...

Quando eu escrevo que dá vontade de apertar o "foda-se", sei que alguns mais queridos me sustentam e é por estes que me mantenho e tb pelo amor que tenho pela música e pelos músicos.
Como Jung tentou explicar sincronicidade, para o que aconteceu aqui, no post abaixo publiquei os benefícios dos downloads chamados ilegais pela manhã; e recebi agora de tarde junto a mais 09 foras-da-lei como eu a mesma notificação, que alguns blogueiros idiotas acreditam serem feitas por máquinas.
Pra mim que conheço um pouco dos meandros das multis, sei bem qdo uma máquina redige e qdo alguém por tráz determina como vai sair, e aqui não teve escolha de bolinha como em loterias, e pra quem conhece um pouco dá pra identificar o chamado "padrão matemático" usado por humanos pra resolver equações um pouco mais complexas.
Esta resposta tem endereço e responsável e eles saberão que não são tão espertos qto pensam.
Mais uma pra lista de posts.

Blogger has been notified, according to the terms of the Digital Millennium Copyright Act (DMCA), that certain content in your blog is alleged to infringe upon the copyrights of others.
As a result, we have reset the post(s) to "draft" status. (If we did not do so, we would be subject to a claim of copyright infringement, regardless of its merits.
The URL(s) of the allegedly infringing post(s) may be found at the end of this message.) This means your post - and any images, links or other content - is not gone.
You may edit the post to remove the offending content and republish, at which point the post in question will be visible to your readers again.
A bit of background: the DMCA is a United States copyright law that provides guidelines for online service provider liability in case of copyright infringement. If you believe you have the rights to post the content at issue here, you can file a counter-claim.
For more information on our DMCA policy, including how to file a counter-claim, please see http://www.google.com/dmca.html
The notice that we received, with any personally identifying information removed, will be posted online by a service called Chilling Effects at http://www.chillingeffects.org .
We do this in accordance with the Digital Millennium Copyright Act (DMCA).
You can search for the DMCA notice associated with the removal of your content by going to the Chilling Effects search page at http://www.chillingeffects.org/search.cgi , and entering in the URL of the blog post that was removed.
If it is brought to our attention that you have republished the post without removing the content/link in question, then we will delete your post and count it as a violation on your account.
Repeated violations to our Terms of Service may result in further remedial action taken against your Blogger account including deleting your blog and/or terminating your account.
If you have legal questions about this notification, you should retain your own legal counsel. Sincerely, The Blogger Team Affected URLs:
http://pandametalwma.blogspot.com/2009/11/jupiter-society-terraform.html
http://hard-rock-house.blogspot.com/2009/11/jupiter-society-terraform-2009.html http://full-metalpanic.blogspot.com/2009/10/prymary-tragedy-of-innocence-2006.html http://power-ride.blogspot.com/2009/07/frameshift-absence-of-empathy-2005.html http://sommutante.blogspot.com/2009/07/jack-foster-iii-jazzraptors-secret-2008.html http://rockisone.blogspot.com/2009/05/planet-p-project-1931go-out-dancing.html http://powerofsteel.blogspot.com/2009/06/soul-secret-flowing-portraits-2008.html http://steel-hawk.blogspot.com/2009/10/votum-time-must-have-stop-2008.html http://madbhheavyrock.blogspot.com/2009/06/votum-time-must-have-stop-2008.html http://sonoro2000-musicamundial.blogspot.com/2009/05/daedalus-never-ending.html

Dead or Alive

Pesquisa: quem baixa de forma ilegal compra mais músicas


Traduzido por George Morcerf Em 12/11/09 Fonte: Myce.com

Um novo estudo reafirma que pessoas que fazem download ilegal compram mais músicas do que aquelas que não baixam faixas online. A pesquisa, feita pela Ipsos Mir, entrevistou mil usuários de internet no Reino Unido, com idade entre 16 e 50 anos.

A pesquisa revelou que aqueles que baixam música de forma ilegal gastam em média £77 ao ano em música. Isso é £33 a mais por ano do que o que é gasto por aqueles que não fazem isso. Dos participantes, 10% admitiram a prática de download ilegal.

Com o Governo do Reino Unido e a indústria musical tentando aprovar uma legislação mais dura para evitar a pirataria, isso traz a tona a seguinte questão: essas medidas poderiam realmente ser eficazes e levar a melhora das vendas de música?

Peter Bradwell da Demos (o grupo de financiou o estudo), pondera o seguinte: "Os políticos e as empresas de música têm de reconhecer que a natureza do consumo da música mudou, e os consumidores estão exigindo preços menores e facilidade ao acesso”

Foram vistos resultados semelhantes em estudos anteriores sobre o download de músicas. Estudo de 2005 revelou que a compra de quem baixa músicas ilegais é 4,5 vezes maior do que os consumidores regulares que não fazem isso.

Fonte desta matéria (em inglês): Myce.com

Colaboração da matéria: Lucy in the Sky with Diamonds

11 de nov de 2009

Bliss - Quiet Letters - 2003

Como já deve ser do conhecimento de todos este Lobo adora ganhar presentes e algumas pessoas pensam que não ligo, que não gostei ou que sei lá!rs
É que tenho um tremendo déficit de atenção, e é uma luta diária prestar atenção em tantas coisas ao mesmo tempo e ainda me concentrar no andar da alcatéia e fora enfrentar as vezes alguns outros lobos ou feras que tentam invadir a tranquilidade da caverna.

Não é uma justificativa, é um fato e nada pra mim passa desapercebido e se passa, qdo noto me desculpo ou me retifico, e neste caso específico talvez se encaixem as desculpas e talvez não, porque?

Porque não gosto de postar tudo de uma vez, sei lá, sou cheio de manias e tenho que achar uma hora pra cada coisa e depois desse apagão que cada um falou o que quis e não explicou porra nenhuma e ainda disseram que vem mais por aí, nada melhor que um som relaxante, de qualidade impecável, gostoso e dócil pra amansar um pouco nossos pensamentos e nos preparar pra mais uma etapa, e graças a Lucy aí está um disco que eu particularmente gostei muito e vem a calhar num dia tumultuado ou a qqr momento que queira ouvir boa música.

Valeu Lucy, bela escolha, belo som, belo disco.....pensou que eu havia esquecido né?
Bliss é um grupo pop/chill out internacional com integrantes da Dinarmarca, Suécia e Guiné Bissau.

Desde 2001, quando lançou seu primeiro álbum, Afterlife, pelo selo dinamarquês Music for Dreams, ele se tornou um dos verdadeiros representantes da cena chill out, aparecendo em mais de 60 compilações no mundo todo (com destaque para as séries Buddha Bar e Café del Mar) e em programas de televisão como CSI: Crime Scene Investigation (Sony), o reality show Robinson e o documentário They Made History.Seu segundo álbum, Quiet Letters, é uma obra-prima do chill out. Profundamente enraizado numa colagem de influências da música ocidental, africana e clássica, e representando a ampla experiência de cada um dos seus integrantes, Bliss inspira comparações com Sade, Norah Jones, Enya e Ennio Morricone.

Com seus vocais sedutores, percussão delicada e elegantes orquestrações, Quiet Letters é descrito pelo DJ Ravin, do Buddha Bar, como "O disco do ano", "um daqueles álbuns que você está sempre procurando sem nunca encontrar". Uma prova do sucesso é a inclusão da faixa "Kissing" em mais de 30 coletâneas internacionais.
Com a participação de Sophie Barker, vocalista do Zero 7, Quiet Letters é um álbum que nos transporta muito além das praias de Ibiza, numa viagem através da alma africana, do jazz escandinavo e do pop etéreo.

1 Sleep Will Come 5:59
2 Breathe 4:48 Vocals - Sophie Barker
3 Right Here 5:03 Vocals - Sophie Barker
4 Dunia (New Version) 6:51
5 Song For Olabi (New Version) 6:18 Effects [Additional Dub Effects] - Banzai Republic Vocals - Al Agami , Xenia Lach-Nielsen
6 Wish U Were There 1:51
7 Kissing (New Version) 6:10 Vocals - Xenia Lach-Nielsen
8 Evening Sun 4:20
9 Manvantara 11:12 Effects [Additional Dub Effects] - Banzai Republic Vocals - Xenia Lach-Nielsen
10 Wish U Were Here (New Version) 6:17
11 Don't Look Back 5:25 Vocals - Sophie Barker
12 Quiet Letter

Enjoy!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

7 de nov de 2009

SRV - Pistoia Blues Festival - 1988

Meu irmãozinho Poucosiso e sem juízo nenhum, resolveu retomar sua carreira de fora da lei e nada melhor que retomar "por cima" mesmo ao "pé da letra".
SRV - Acho que tudo que podia ser dito deste cara já o foi, o que ele representa pra música, o que ele significa para os amigos e o qto ainda está vivo na memória de seus infinitos seguidores.
Mas eu tenho um lance meio doido pra contar quer ver? rs.
Numa noite dessas de verão, à luz do luar vislumbrei um vulto na entrada da caverna e como estava sonolento como todo lobo fica qdo tudo está calmo nem dei muita bola, mas como ali permanecia aquilo me chamou mais a atenção e olhando fixamente vi uma figura de chapéu, botas e tudo que um bom cowboy deve usar e de roupas pretas, sorria pra mim da entrada da caverna e começou a cantarolar uma melodia que reconheci na hora, evidente.
Ao perceber ter sido notado e reconhecido abriu um grande sorriso e acredito ter sentido que ele queria que eu prosseguisse meu caminho apesar da vida de um lobo não ser fácil.Mas o calor e a amizade foram tão intensos que aquilo parece ter se tornado uma persona a mais junto a caminhar comigo ajudando em momentos difíceis e sempre que a vontade de abandonar o caminho queria ou quer aparecer, ouço ao longe aquele cantarolar e aquela melodia, sentindo de imediato nunca estar só...........enquanto existir a música e músicos desse naipe pra nos acompanhar vida afora nunca estaremos sós.
Vida longa ao meu irmãozinho Poucosiso, nossa Ana, e todos que tanto a amam e cuidam dessa jóia em forma de menina, e se amam caminhando juntos ao som das mais lindas melodias.
Vida longa a SRV que torna a vida deste lobo mais alegre e mais leve.
Vida longa aos bons que sabem entender o Bem e o Amor.
Que bom poder ir na casa do meu irmão e ter o que trazer pra alcateia e expor na galeria da nossa caverna, que bom, já estava com saudades.São 56 min de duração.
Transmitido pela tv Italiana Raidue para assinantes este vídeo é algo de fantástico.
Tivemos ai uma alma caridosa que compartilhou esta jóia, grato, gratíssimo!
Boa diversão!!!
Poucosiso - PoucoSisodaExtrada

Enjoy!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

6 de nov de 2009

Matt Bianco - Matt's Mood

Este considero como um velho amigo!

Mas peraí, não é uma pessoa e sim um grupo musical!
É que nos primeiros contatos que tive com este talento fundamental para a mistura Jazz/R"B/Swing/Salsa, Merengue/etc e etc européia, sempre imaginava como seriam os componentes e quem era esse gênio capaz de à cada disco lançar uma cantora diferente e cada uma melhor que a outra, continuando amigos e sem nunca perder o pique.

Isto ao ponto de um show deles ser interrompido prq uma das vocalistas já sucesso mundial em carreira solo se derramando em lágrimas de emoção estava na platéia, e aí a música para e gentilmente ela é conduzida pela então vocalista ao palco e fazem uma apresentação memorável que ainda acho(era Lisa Stansfield que cito algo no final), pois até onde se sabe não foi registrada como é de costume deles fazerem.Gostam que seja sempre única cada apresentação, e não é diferente neste som que trago pra alcatéia e não esperem nada (claro para quem não os conhece bem ainda) prq são camaleões e a cada edição uma nova etapa da música é superada e nesta, se vc se permitir levar, fará uma viagem ao caribe, ao mediterrâneo, à "parte velha" da europa e estará sentado(a)na primeira mesa de um barzinho aconchegante observando um belíssimo por de sol ouvindo músicos fantásticos tocando só pra poucos amigos.

Isto!
Matt Bianco é pra poucos!Matt Bianco was formed by the late Kito Poncioni (bass), Mark Reilly (vocals) and Danny White (keyboards) in 1982, from the remnants of the abandoned Blue Rondo A La Turk.

For their first album “Whose Side Are You On?” they hired unknown polish vocalist Basia Trzetrzelewska. Her vocal arrangements gave the album a jazzy dimension that Reilly and White couldn’t anticipate, and hits like “Get Out of Your Lazy Bed” and “Half a Minute” turned Matt Bianco into one of the biggest acts of 1984 in Europe. The band name suggests that Matt Bianco is a personal name, but Matt is “a made up spy, a secret agent; we loved spy TV themes and film scores.”

Basia and Danny White left the group after the first album to pursue a career with Sony under the name Basia. Mark Reilly, now without a musical partner, found ex-Wham keyboarder and session musician Mark Fisher and recorded the next (self titled) “Matt Bianco” album. Their rendition of Georgie Fame’s “Yeh Yeh” received a European music award as Best Single of 1985. This was followed by a European tour that saw them perform in front of more than 250,000 people. Now Matt Bianco was a household name in Europe and Warner Brothers thought it was time to get them into the U.S. market.
They hired Gloria Estefan’s husband and producer Emilio Estefan and recorded Indigo, with the Estefan productions being chosen as singles -1988’s “Don’t Blame It On That Girl” and “Good Times”. Another song from the album, “Wap Bam Boogie” became the number one European club track of 1988.

After another album with Warner Brothers - “Samba In Your Casa” (1991), Reilly and Fisher split from their record company and went freelance. From now on they would record their albums in their own studios and then offer them to independent distributors worldwide.

This way, they had total artistic freedom but still scored contracts with ZYX Music and Intercord in Europe, and JVC-Victor in Asia. They created a loyal fan base in Japan and the rest of Asia and the albums “Another Time Another Place,” “Gran Via,” “World-Go-Round,” “A/Collection,” “Rico” and “Echoes” sold well enough for a comfortable lifestyle in the south east of England.

After twenty years recording and touring Mark Fisher started to crave for a different lifestyle and the two split amicably.
Basia and Danny White joined with Mark Reilly to reform the “original” Matt Bianco in 2003, after 20 years apart. In 2004, Matt Bianco released the album “Matt’s Mood,” which features well-crafted adult-contemporary/jazz numbers like “Ordinary Day”, “Wrong Side of the Street” and “Golden Days”, and the Latin jazz the group is known for in the piece “La Luna”.

The following year, they embarked on a world tour, which included stops in the UK, Japan, and the United States. Following this, Basia and Danny White left Matt Bianco again to reinvigorate the Basia franchise.
Mark Reilly and Mark Fisher are now back once again as a duo and have recorded a new album, their first studio album together in 5 years, entitled “Hi Fi Bossanova”. 2009 has seen them perform in Europe, Japan and SE Asia and with the new album the band have secured a contract with Edel (Ear Music) in Europe and continued their cooperation with JVC-Victor in Japan.
Bom esta resenha foi tirada do blog oficial deles e só não entendi o porque de Lisa Stansfield não constar dela afinal foi em sua época que eles e a "new bossa"se consagraram definitivamente.
Talvez questões contratuais, talvez disavenças que não chegaram claramente até nós, mas o que importa é a sonoridade, que muitos europeus e principalmente "ingleses" divulgaram para o mundo todo, baseados específicamente na "Bossa Nova"; o que claro vira e mexe desanda pra "rumba,salsa e merengue", mas nesse caso propósital mesmo, prq na grande maioria existem filmes famosos com trilhas sonoras que eles intitulam "samba" que não passa nunca de uma rumba e olhe lá,rs.
Enjoy!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

5 de nov de 2009

4 shared sempre gentil!


Well!
Eu tenho alguns arquivos hospedados nos mais diversos lugares que acho mas vira e mexe eles cismam com um ou dois e deletam, mas no caso do 4Shared ele te avisa como segue abaixo que tem uma pasta separada com os arquivos que foram denunciados para que vc os retire.

Ótimo!

Civilizados até não? Acho que poucos estão fazendo assim, mas de novo vem aquele assunto idiota: Qdo compramos algo com nosso dinheiro e ele está em nossa posse não se pode fazer dele o que quiser?
Então não compramos, é comodata, aquilo que vc paga mas não é seu como aparelhos pra tv a cabo, satélite e o escambau, onde o preço é baixo prq vc não é dono do aparelho, e qdo cancela sua assinatura eles o retiram por ser deles.

Mas se ligo um som alto quem está fora não ouve?
Isto é a reprodução que as majors ou gravadoras proíbem, mas se eu gravar e der pra alguém? Ah, tb não posso prq nenhum tipo de divulgação é permitida!!!!!!!!

Bem nesse caso é mais engraçado ainda, prq os dois discos que foram retirados, não existem,rs
Sério, eles não foram lançados oficialmente, nao constam de discografia oficial ou até na biografia e é um material exclusivo meu que adquiri honestamente; ou seja, além deles não serem donos do que postei, eles decidiram que aqueles artistas não podem.......!!!!!!!!!!!!
Peraí, não tô entendendo, eles não compraram estes produtos prq não foram lançados e se não foram lançados, oficialmente não existem e se não existem como podem ser de propriedade exclusiva de alguma empresa, ou não existe a lei que vigora sob "domínio público" tb outras paragens?

Ah sei lá!!!!!!!!!!!!!
Só sei que toda vez que isso acontece dá uma vontade de apertar o foda-se e deletar tudo e pronto, acabou a encheção, a preocupação e a perseguição da santa inquisição fonográfica, que ganha as custas dos músicos que não vivem de vendas de cds e sim de shows e divulgação e os babacas brazucas que enchem o saco pra não postar que prejudica as vendas não percebem prq não saem da merda que vivem e não dão em lugar nenhum, prq só os "caras" ganham.

Bem dessa vez foi um disco do Crimson de 69 que não existe a versão que tenho, até detonada de ruim pra época e um que chamei de bonus do Buckley prq tb não saíram as versões que possuo e isso foi só pra desabafar, me desculpem.

Hello,


We received a complaint that some files in your account are breaking our terms of use and contain illegal or abusive information.


These files were moved to the 'Abuse' folder and access to them was disabled.


You can remove those files so they will not consume your storage space.


Thank you!


Best regards, 4shared Support Team


support@4shared.com

3 de nov de 2009

Roupa Nova e o Tema da Vitória - A verdade

Com o post abaixo,entre Slade e Quiet Riot, meu irmãozinho Diego comenta das músicas usadas por rádios e tvs e programas pelo mundo afora.
Só que aqui no nosso pais,os devidos créditos nunca são dados ou sequer corrigidos,e a gloriosa plim plim, ilustrou nossas manhãs de domingo com o chamado "Tema da Vitória" a cada uma que o saudoso Airton Senna conseguia, e ainda hj basta um brazuca ganhar que lá vem o tema de novo.

Mas se não bastasse a tristeza da perda, eu que sou fanático por corridas e ontem ainda assistia um GP de Taladega fantástico da Nascar onde três fileiras de carros à mais de 300 km/h deram 300 voltas com dois acidentes e emoção do começo ao fim entre 40 carros disputando um espaço; vi tb pela manhã um final decepcionante da antes gloriosa F1 se curvando aos sheiks e uma prova sem nenhuma emoção com final lamentável pra nós; um piloto envolvido em esquemas de fraudar resultados,outro machucado e outro que não consegue o objetivo,apesar de rico e competente.

Mas aqui a citação é outra, e o Viejo Lobo se perde em reminiscências, é que há tempos eu fiquei puto da vida qdo vi essa apresentação que posto acima e eles humildemente comentam que no começo da carreira qdo ng acreditava neles o Maestro Eduardo Souto Neto os chamou para a gravação original.

Roupa Nova, Maestro Eduardo Souto Neto e o Tema da Vitória.

Parabéns aos responsáveis por esta obra de arte chegar até nós e esta alcatéia ter mais uma exposição.

Enjoy!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

2 de nov de 2009

Cum feel the Noise - Slade ou Quiet Riot

Senta que lá vem história.

É sério, rs, pode não parecer mas é sim.

Outra madrugada dessas passeando por aí como sempre faço ouvi uns comentaristas que colocaram um som de fundo e estavam falando sobre futebol, analisando um clássico e tal aquele blá blá blá todo; mas o som de fundo me fez voltar no tempo na hora e veio claro a minha mente, uma das maiores bandas que já ouvi em minha vida e claro acompanhou minha iniciação no R'R o "SLADE".

O nome veio como um letreiro luminoso na minha frente e era como se estivesse pra entrar no show e assistir os caras ao vivaço; aquela voz rouca de Noddy Holder (vocals, guitar), aqueles riffs infinitamente adiantados pra época de Dave Hill (guitar) e uma porrada na cozinha com Jimmy Lea (bass) e Don Powell (drums)que não era qqr banda que tinha igual.
Mas um dos comentaristas, considerado o gênio da turma falou: ah! esta é fácil "Quiet Riot"????????
O quê? Quiet Riot?"Cum feel the noise" é talvez um dos maiores clássicos do rock, da música mundial e sempre foi peça chave do Slade, e aí me peguei em conflito não prq o comentarista errou, prq ele não errou; o Quiet como sabem relançou sua carreira em cima dessa música do Slade entre outras, prq começaram e balançaram, aí tiveram a brilhante idéia de catar um hino, um refrão de peso pra conseguirem ser vistos novamente e deu certo e pegaram mais depois e voltaram ao topo.

Mas daí ser esquecida de onde veio a fonte, quem trabalhou dias e noites a fio, anos até prq a diferença de época é razoavel aí já é demais.
Pra colocar os pingos nos devidos "ís" seguem abaixo, o original, e a versão, as duas excelentes, mas me perdoem os puristas, ng nunca conseguiu chegar perto do peso do Slade e de sua história que ainda postarei aqui na alcatéia, melhor que muito dinossauro emblemático e midiático.Por Allan Jones
Uma das mais importantes banda inglesas de todos os tempos, o quarteto de ferro do Slade é formado por Noddy Holder (vocals, guitar), Dave Hill (guitar), Jimmy Lea (bass) e Don Powell (drums). Esses quarto músicos despontaram no cenário em 1966, com o single “You better Run” produzido por Kim Fowley.
Os anos seguinte não trariam nenhuma novidade para os músicos. O cenário não dava espaço para novas bandas com o tipo de som que o Slade fazia e com o visual que tinham seus integrantes.

Com a entrada da década de 70, o Slade viu no chamado glam rock uma boa oportunidade de aparecer. A banda fez fotos promocionais no visual da época e lançou o single do cover "Get Down And Get With It", que chegou ao Top 20 em 1972.
Os músicos se empolgaram e Jim Lea e Noddy Holder começaram a investir em composições próprias. ”Cuz I Love You” chegou ao número 1 das paradas. Até a presente data o Slade já havia lançado quatro discos: “Ambrose Slade Beginnings” (69), “Play It Loud” (70), “Alive!” (72), “Slayed?” (72).

Nos anos seguintes o Slade se tornaria um campeão dos charts, enquanto músicas como "Mama Weer All Crazee Now", "Cum On Feel The Noize" e "Skweeze Me Pleeze Me” surgiam nas paradas.
Em 73, o Slade participa de um famoso festival de natal no Reino Unido, e isso rende um álbum.

A banda chegava ao topo do rock inglês.A banda Quiet Riot, tem seu nome ligado fortemente ao guitarrista Randy Rhoads e a banda Slade.
O "gancho" com Rhoads (que já havia tocado em bandas desconhecidas como The Katzenjammer Kids e Mildred Pierce quando adolescente), é devido ao Quiet Riot ter sido a banda que lhe destacou, visto que desde essa epoca já se destacava devido a ser um EXCELENTE guitarrista. Depois do Quiet Riot, ele veio a ingressar a banda de Ozzy Osbourne, e veio a falecer em março de 1982 num acidente aéreo.

A ligação com o Slade vem do fato de as duas músicas que fizeram maior sucesso com o Quiet Riot, serem covers do Slade, Cum On Fell The Noize e Mama, Weer All Crazee Now.

A banda foi formada em 1975, com o vocalista Kevin DuBrow, o guitarrista Randy Rhoads, o baterista Drew Forsyth e Kelly Garni como baixista. O nome Quiet Riot, foi uma sugestão de Rick Parfitt (Status Quo).

A banda, tocando nas noites americanas, veio a chamar atenção, o que lhe rendeu um contrato com a gravadora CBS/Sony, para o lançamento de um album e um EP apenas no Japão. Ambos receberem boa aceitação do mercado nipônico.

Essa boa aceitação, fez com que a banda gravasse os álbuns QR em 1978 e o album QR 2 em 1979. Esses álbuns mantiveram o nome da banda no Japão, mas eles não conseguiram patrocínio para uma tour Japonesa. Após esse fato Randy deixa a banda, junto com Garni, eles foram substituídos, respectivamente, por Carlos Cavazo e Rudy Sarzo.Em 1984 foi lançado o album Metal Health, com o primeiro cover do Slade, Cum on Fell the Noize, e ainda as excelente faixas, Metal Health, Slick Black Caddilac, e a homenagem a Randy Rhoads (que já havia falecido), Thunderbird.Essa foi a fase de maior sucesso do Quiet Riot.

Outro album que chamou atenção, foi o Condition Critical, que conta com o segundo cover do Slade (Mama, Weer All Crazee Now), alem de outras excelentes faixas, como Sign Of Times, Scream & Shout e Winners Take All, que também virou nome de uma boa coletânea do grupo. Após esse album, pouco se falou sobre o Quiet Riot, Kevin DuBrow formou o Little Women, e Rudy Sarzo saiu também da banda, vindo a tocar com varias outras bandas e artistas, como Ozzy Osbourne.

Slade - Sladest - 1973

Quiet Riot - Metal Health - 1983

Enjoy!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

The Watch - The Fountain of Salmacis

Enjoy!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!