Mostrando postagens com marcador 10.000 Maniacs. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador 10.000 Maniacs. Mostrar todas as postagens

17 de fev de 2016

10,000 MANIACS


10.000 Maniacs é uma banda norte-americana de rock alternativo que se formou em 1981 e continua ainda ativa com diversas formações. O período com a vocalista Natalie Merchant foi o mais crítico e comercialmente bem sucedido. A banda foi formada com o nome de Still Life em 1981, em Jamestown, Nova York, por Dennis Drew (teclados), Steven Gustafson (baixo), Chet Cardinale (bateria), Robert Buck (guitarra), e Teri Newhouse (vocalista e ex-mulher de Buck). Gustafson convidou Natalie Merchant, que tinha 17 anos na época, para fazer alguns vocais.  John Lombardo, que estava em uma banda chamada The Mills (juntamente com os irmãos guitarrista/vocalista Mark Liuzzo e Paul Liuzzo e também o baterista Mike Young) e usado para ocasionalmente tocar com Still Life, foi convidado a participar de forma permanente na guitarra e vocal. Newhouse e Cardinale deixaram a banda em Julho e Merchant se tornou a principal cantora. Vários bateristas vieram e se foram. A banda mudou seu nome para Burn Victims e, em seguida, para 10.000 Maniacs após o filme de terror de baixo orçamento, Two Thousands Maniacs.


Lombardo, um dos fundadores da banda resolveu sair durante um ensaio em 14 de julho de 1986. Os remanescestes cinco membros começaram a gravar um novo álbum em Los Angeles, com Peter Asher como o produtor. “In My Tribe”, um registro mais pop-rock orientado, foi lançado em 7 de julho de 1987, atingindo as paradas e lá permanecendo por 77 semanas, chegando ao nº 37 e estabelecendo um grande público nos Estados Unidos e com boa recepção também no Reino Unido. O álbum continha originalmente "Peace Train", mas ela foi removida das prensagens posteriores depois que Cat Stevens (hoje Yusef Islam) te feito algumas observações que implicaram na sua concordância com uma declaração de morte contra o autor Salman Rushdie, vindo de uma autoridade islâmica.