Mostrando postagens com marcador Solomon Burke. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Solomon Burke. Mostrar todas as postagens

12 de out de 2010

Solomon Burke "The Voice of Music"

Quando acontece o óbvio é até engraçado contestar ou lamentar.
Todos se vão, uns antes do combinado outros um pouco depois mas aqui até onde este lobo saiba (e olha que não sei lá estas coisas não,rs) não fica um pra contar história.Porque será então que alguns seres mexem mais com a gente em função de outros?

Nunca esqueço que a cada 06 segundos morre uma criança de "fome" no mundo, fome gente é algo absurdo num planeta tão grande e tão extenso com mais de 6 bi de moradores.

Mas alguns seres passaram a tal fome, que este lobo nem por perto esteve, e deram a volta por cima e encerraram suas vidas ainda deixando suas famílias muito bem amparadas e ainda um legado pra humanidade que muitos que nascem em berço de ouro nem de longe conseguem.

Solomon pra mim é um destes seres iluminados e sempre me emocionava vê-lo cantando sentado com seus filhos e banda e distribuindo rosas vermelhas sempre com um beijo carinhoso aos seus fãs e um enorme sorriso no rosto; me peguei sim triste por isso, mas seguindo o conselho do amigo Celso Loss e do Dio trouxe uma "full version" do último trabalho da "Voz da Música".Nascido na Filadélfia em 1941 numa família humilde e bastante católica.
Entre a religião Burke foi pregador e o mestre de cerimónias de um programa de rádio gospel junto com Martin Luther King, Jr. e a música secular, o seu enorme coração balança.

Autor de temas como "Down In The Valley" (cuja versão mais conhecida se encontra na voz de Otis Redding), "Cry to Me" (que ficará para sempre associada ao filme Dirty Dancing) ou "Everybody Needs Somebody to Love" (que os Rolling Stones tornaram mundialmente famosa), Solomon Burke teve um início de carreira fulgurante na Atlantic Records com inúmeros singles no top durante os anos 60 mas que nas décadas seguintes passou injustamente ao lado dos grande palcos, embora tenha sido sempre acompanhada e acarinhada pelos seus pares.
E, já neste século, Burke tem finalmente o reconhecimento que merece: o seu nome foi incluído no Rock and Roll Hall of Fame em 2001; o seu álbum Don't Give Up On Me (2002) inclui canções especificamente compostas para ele por gente como Tom Waits, Bob Dylan, Brian Wilson, Elvis Costello e Van Morrison.

A sua parceria com os Blind Boys of Alabama, I Pray On Christmas, ganhou um Grammy; o seu álbum Nashville (2006) dedicado a uma das suas grandes paixões musicais, o country conta com a colaboração de Dolly Parton, Emmylou Harris e Gillian Welch; e o seu novo álbum Like a Fire conta com temas escritos para ele por outras luminárias como Eric Clapton, Ben Harper e Keb'Mo'.

"O Rei do Soul Rock" comemorou seu aniversário de 70 anos em março de 2010 e visitou o Japão pela primeira vez em maio de 2010, antes de sua turnê por toda a Europa em julho e agosto de 2010.

Solomon Burke faleceu no sábado, dia 9 de outubro de 2010, quando chegava na capital da Holanda, Amsterdam.
O cantor tinha 21 filhos, 90 netos e 19 bisnetos.

Enjoy!!!!!!!!!!!!!

11 de out de 2010

Solomon "The Voice of Soul" is dead......



Caraca Solomon, prq já se foi?

Solomon vc é o cara!!!

Vc é a voz da música negra!!!!

Vc é simplesmente um dos maiores entre os maiores Solomon.....

Porque vc nos deixa mais tristes?

Porque nosso mundo tem de ficar sem vc e seu sorriso, sua alegria e seu amor?

Amor pela música, amor pela vida, amor pelo amar!!!

Solomon choro hj por vc, como chorei por outros como ti, mas por vc creio que a dor seja maior, prq cresci te ouvindo e aprendendo a ouvir o que ensinava.

Rock, Soul, Godspell, Funk, Black Music, Solomon vc era todas as vozes e todos os tons.WASHINGTON, 10 de outubro (Reuters) - O cantor norte-americano de soul Solomon Burke, ganhador do Grammy e membro do Hall da Fama do Rock, morreu neste domingo no aeroporto Schiphol, em Amsterdã.

O músico, que tinha 70 anos, morreu após chegar de um voo de Los Angeles, nos Estados Unidos, segundo o canal CNN.

Para o produtor Jerry Wexler, Burke era "o melhor cantor de soul de todos os tempos", segundo a biografia do cantor no Hall da Fama do Rock.

Nascido na Philadelphia, Burke era conhecido por canções como "Cry to Me," "Just Out of Reach (Of My Two Open Arms)" e "Got to Get You Off My Mind".

O músico teve o auge da sua carreira na década de 1960, mas voltou a ganhar destaque ao ganhar um prêmio Grammy em 2002 pelo álbum "Don't Give Up On Me."

(Por Vicki Allen)

R.I.P.!!!!!!!!!!!!!