Mostrando postagens com marcador Joe Satriani. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Joe Satriani. Mostrar todas as postagens

30 de abr de 2015

Joe Satriani - Surfing with the Alien - 1987

Direto do Baú do Dead...

4 DE JUL DE 2009


Joe Satriani - Surfing with the Alien - 1987

Bom, tentar eu tentei, mas presente é presente!!!!!

O amigo Lamarca me aparece do nada na toca do lobo e no seu estilo bem peculiar diz:
-Satriani faz parte de seu escopo?

O Lobo ainda se preparando pra ver de onde aquele fio saiu e pra que servia, afinal se estava ali deveria ter alguma serventia, mas porque estaria solto? não querendo dar bandeira respondi na lata:
-Mas é claro, of course my dear!!!! e nessa ia escondendo mais um fio que tb nem imaginava de onde havia se desprendido.....mas que coisa que nessa caverna os fios parecem ter vida própria.
Lamarca como que não vendo, quase tropeça numa outra parte da aparelhagem que nem imaginava como foi parar ali, porque qdo ele entrou a passagem estava livre!!!! O que estaria afinal de contas acontecendo, raios??? mas, voltando ao que interessa, ele me diz:
-Então faça bom proveito!!!! e do mesmo jeito que apareceu, sumiu rapidamente envolto em uma nuvem (que não sei se era gelo seco, poeira da caverna mesmo, ou algo sobrenatural, mas depois da vergonha, deixei pra lá); olhando bem o trabalho próximo a mim só aí me dei conta que era um original da época e não poderia deixar pra depois, vai que ele reaparece do nada pra querer de volta porque não havia postado!!!!!!


Resolvi ilustrar com um pouco da biografia do cara (do Satriani e não do Lamarca) que retirei da Wikipédia, que aliás está primando por informações mais diretas e até bem detalhadas.
"Joe Satriani, cujo nome verdadeiro é Joseph, começou a tocar guitarra após a morte de Jimi Hendrix (pois até então tocava bateria). Satriani foi professor de alguns guitarristas famosos em todo o mundo, tais como Alex Skolnick.Teve também uma relação curiosa com Steve Vai sendo que Satriani ensinou Steve a colocar cordas em uma guitarra modelo Floyd Rose, Kirk Hammett do Metallica, e David Bryson do Counting Crows.Em 1984 Satriani grava um EP com o seu próprio nome contendo 5 músicas em que havia apenas guitarras. Steve Vai, seu amigo e ex-aluno, consegue para Joe um contrato com a Relativity Records, e na mesma época lança seu primeiro álbum: "Not Of this Earth".



A sua fama porém veio com o disco "Surfing with the Alien". Álbum que lhe rendeu milhões de vendas ao redor do mundo e sua primeira indicação ao Grammy. Em 1996, criou junto com Steve Vai a turnê G3, na qual participa todos os anos desde então ao lado de outros grandes guitarristas virtuosos, gravando cds e Dvds de algumas apresentações. Joe conseguiu, num mundo dominado pelo pop, ser um dos guitarristas mais bem sucedidos no rock instrumental dos últimos tempos, vendendo milhões de álbuns, esgotando regularmente a lotação nos seus concertos. Atualmente é guitarrista de um projeto de Sammy Hagar e Michael Anthony (ex-Van Halen) chamado de Chickenfoot.

Em 2008, Satriani e o grupo Coldplay tiveram um certo desentendimento devido às semelhanças das melodias de " Viva La Vida, do Coldplay e If I Could Fly, de Joe Satriani.
JOE SATRIANI
guitar, bass, keyboards, percussion, drum programming
BONGO BOB SMITH
drum programming, sound design, percussion
JEFF CAMPITELLI
drums, percussion
JOHN CUNIBERTI
percussion
JEFF KREEGER
pre-production programming and sound design


Só por curiosidade em 07 de agosto de 2007 este som completou seus 20 anos de lançamento e sucesso, onde foi lançada uma edição especial que ainda postaremos por aqui, claro isto qdo o Lamarca reaparecer, o que vai depender de uma série de fatores, r´,r´,r´.
Bem só tenho a agradecer o carinho e a amizade desse amigo e dividir com vc o presente que ele nos deu.

Enjoy!!!!!!!!!!!!!!!!!!

7 de ago de 2009

Joe Satriani - Live in San Francisco - 2001

Como "a gente falamos bobagem não?"
Sim eu sei, a frase tá errada, mas é justamente como vemos algumas coisas que "apenas ouvimos dizer", "lemos em algum lugar" ou "alguém nos contou" e claro que não vou deixar passar esta oportunidade e explicar o porque desse início.
Eu confesso não ser um dos maiores fãs de JS, e prefiro em meu gosto particular ao Vai o qual eu troco pelo Zappa na primeira oportunidade rs, mas ele estaria entre aqueles que sempre merecem um espaço pelo menos aqui na "nossa alcatéia"por sua habilidade, bom gosto e caráter.

Prof.Satch como é carinhosamente chamado é amado por muitos mas queimado por ignorãncia tb por vários devido a alguns fatos obscuros de sua carreira e claro que se deve a sua participação no Purple que muitos dizem não ter dado certo e que teria sido sacado imediatamente ou que teria saído por não se sentir a altura.
Pura bobagem!!!!!
É aí que implico com aqueles e aquelas que classifico de puristas e que não dão oportunidade pra que a notícia como um todo vá de encontro a opinião pública e com sua observação pessoal faça o famoso "contraditório"; e aí então de posse das informações como um todo quem lê ou ouve tira suas próprias conclusões; o que não ocorre prq percebo nesses analistas músicos frustrados, jornalistas ídem e críticos mais ainda.

O Purple tem hj um dos maiores guitarristas da famosa nova geração, posterior a deles claro prq Mr.Morse tá na estrada a décadas, e prq então Satriani que é de uma vertente parecida e com talento comparável não vingaria? De onde surgiu isso, que o Purple não fala, prq nem de Mr Blackmore o Gillan fala mal e só diz que "até dividiam o mesmo quarto, mas que de uma hora pra outra a química acabou"?
Eles são de uma educação a toda prova e entrevistas mil não me recordo de nenhum deles falando mal do outro; claro que se provocam até hj, mas faz parte do emocional e do mental individual.

Mas voltando ao Joe Satriani, ele é tido como um dos melhores guitarristas de todos os tempos por verdadeiros especialistas e reverenciado por tantos outros, mas talvez por não ser um cara de marketing pessoal, seja um músico que anda ao lado de tudo que ocorre nas últimas décadas, mas nunca ficando pra tráz e sempre respeitando aos amigos como seu batera preferido Jeff Campitelli e outros que sempre estão ao seu lado como o próprio Vai no projeto "G3".
Dei toda essa volta prq hj tô afim de falar, agora precisa ver se vc tá afim de ler né? rs

Mas nesse show mais um mito cai por terra e "eu se divirto"dos críticos que dizem que um dos maiores baixistas de todos os tempos é constantemente vaiado ao ser apresentado nos shows. Stu Hamm ao vir para o Brasil bateu um papo com a imprensa em momentos variados e riu muito qdo perguntado como ele se sentia com essa discriminação e tal e o prq disso acontecer?
Ele parou, ficou olhando como quem diz: What?
É Mr Hamm, prq o vaiam tanto, o que rolou?

E ele rindo discreveu um pouco de sua vida e de sua carreira e principalmente ao lado de Satriani e da química que rola entre eles três; e aí disse que como o JS tem seu apelido, nesse show específicamente na cidade natal dele, o público estava reverenciando à ele como em todos os outros e gritando: Stuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuu!!!!!!
Criação remetida à Steve Vai que sempre apronta como bom discipulo do Zappa, mas que sempre faz questão de reverenciar qdo entra no palco aquele que chama de mestre,Joe Satriani.

Um lobo velho sempre gosta de boas histórias e pra quem não sabe,apesar dele possuir inúmeros baixos, só usa um em suas turnês e que os verdadeiros baixistas na visão dele, são aqueles que usam os tradicionais baixos de apenas e tão somente 4 cordas, e que o resto é firúla; e ainda perguntado se o baixo desse problema como faria?
Ele rindo de novo responde: Mandaria buscar outro em casa.
Por essas e outras que se nota o talento de Joe Satriani não só em tocar, mas em se cercar do que ele considera os melhores e aqui aind conta com Eric Caudieux nos teclados e tb nas guitarras.
Prometi ao maninho Diego que faria esse post pra ele completar sua coleção de Satcha, promessa cumprida.

E a vc que conhece, ótimo, não ouviu? tire suas próprias conclusões,mas ao meu ver um dos melhores "Live" que já ouvi e vi.

Obs: Depois de montar o post achei essa explicação na Wikipédia sobre o fato relacionado ao Stu.

During this concert when Stuart Hamm's name is announced, it often sounds like the crowd is "boo"ing him. They are not "boo"ing him, but rather "Stu"ing him- early in their touring days in the late 1980s after a concert when Hamm's name was announced, the crowd was cheering "Hamm, Hamm, Hamm". Guitarist Steve Vai grabbed the mic and yelled "Stuuuuuuu". The yell stuck ever since. Joe Satriani notes in this Live in San Francisco concert, "They 'Stu' him because they love him".

However, it must be noted that there are a minority of Satriani's older fans who use the "Stuuuuu" cheer to actually boo Hamm, for a number of reasons, one of which is that some of Satriani's fans don't believe that Hamm is as good a bass player as Matt Bissonette (at the 2008 Satriani Satchafunkilus tour in Manchester, UK, there were at least 2 people holding up signs reading "Where's Matt?" and "Bring back Matt", referring to Bissonette). Another reason for the booing is that many fans who have attended multiple Satriani concerts notice that Hamm's bass solo has remained exactly the same over the years, unlike other virtuosic bass players who improvise at least part of their solos as opposed to playing a pre-notated solo.

Joe Satriani – Guitar
Jeff Campitelli – Percussion and Drums
Stuart Hamm – Bass
Eric Caudieux – Keyboards and rhythm guitar

1) Time
2) Devil's Slide
3) The Crush Of Love
4) Satch Boogie
5) Borg Sex
6) Flying In A Blue Dream
7) Ice 9
8) Cool #9
9) Circles
10) Until We Say Goodbye
11) Ceremony
12) The Extremist
13) Summer Song

1) House Full Of Bullets
2) One Big Rush
3) Raspberry Jam Delta-v
4) Crystal Planet
5) Love Thing
6) Bass Solo
7) The Mystical Potato Head Groove Thing
8) Always With Me, Always With You
9) Big Bad Moon
10) Friends
11) Surfing With The Alien
12) Rubina

Enjoy!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!