Mostrando postagens com marcador Last Concert in Japan. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Last Concert in Japan. Mostrar todas as postagens

21 de dez de 2012

"Last Concert in Japan"

Obs:

Dead,

Como o teu link para o post do DP (last concert in Japan) expirou, subi
o meu CD pra você.

No encarte diz que é a primeira vez que saiu em CD (antes era só LP).
Será que procede?

De qq forma, um grande álbum!
Louco quem critica o Tommy Bollin...

ZM


Como num post, falei sobre Ray Gillen e falei do Black Sabath, agora resolvi saldar minha dívida com este cara que gosto muito de ouvir e me irrito pra caraca ao ouvir historietas saídas sabe lá de onde que em nada mudam o talento e o caráter de Tommy Bolin.

Nós seres humanos adoramos meter o pau nos defeitos dos outros e em suas fraquezas e talvez se estivéssemos no mesmo lugar faríamos até pior; muuuuuuito pior.

Tommy caiu de para-quedas numa das maiores bandas de todos os tempos e isto não é pra qualquer um não; você tem certeza que como alguns dizem, ele não sabia nem os riffs de sucessos do Purple? Quantos guitarristas tocaram com eles?

Dezenas?.......

Uma porra!!!
O cara tinha estilo próprio e não seria nunca uma cópia mal feita de Mr.(insuportável) Blackmore; o que ele queria era se divertir afinal de contas estava numa montanha-russa e bem no alto dela e lá de cima ele via o mundo aos seus pés.

John Lord disse que Tommy era "um menino maravilhoso" e de "uma docilidade à toda prova" e que se esforçava demais pois era cobrança em cima de cobrança e segundo os mais próximos ele já sofria bastante com sua baixa auto-extima, e isso foi sua ruína, pois drogas, bebidas, mulheres e sucesso juntos = auto-destruição, e infelizmente mais um jovem talentoso e boa-gente foi embora mais cedo; mas deixou um legado fantástico e de minha parte estou postando um daqueles que encontro nas cavernas pré-históricas em que guardo algumas coisas.

O álbum " Come Taste the Band" de 75 é uma outra versão de uma super banda e isso só foi possível porque com Bolin a tocada era outra e era tão peitudo que até compor ele compunha e ponto final.

Mas o "Last Concert in Japan" é o que gerou todos aqueles comentários de que ele estaria com o braço adormecido de tanta heroina e por isso não conseguia "repetir" ou "copiar" os "sagrados riffs" do outro.

O cara toca mais de uma hora em pé, canta, pula, brinca com os outros integrantes e com o público e tá "amortecido?", levanta a platéia e ......ok!!! não era o Deep Purple que conhecíamos, mas era um Deep Purple, como outros que já foram e ainda são; afinal é uma banda em eterna mutação.

Será que os críticos puristas se esquecem da primeira formação? , da segunda?, da terceira? que acabou no Califórnia Jam e que Tommy Bolin só entrou na quarta?

Que porra de purismo é esse?
Bom, pra quem gosta de Deep Purple e de boa música; segue Ian Paice on drums; Glenn Hughes on Bass and vocals; John Lord on Keyboards; Dave Coverdale on vocals e Tommy Bolin on guitars; e esta gravação também é original da época não sofrendo alteração para preservar um pouco da história musical dessa banda fantástica em todas as suas formações

"Ao final do show de 15 de março de 1976, em Liverpool, David Coverdale desabafa com Lord: não havia mais clima para continuar com o Deep Purple.

Lord desabafa de volta: não havia mais um Deep Purple para continuar.

Acabou assim, em clima de confidência, a banda criada oito anos antes e que chegou a figurar no Guinness dos recordes como a mais barulhenta do mundo.

Oito meses depois, Bolin morreria de overdose no Resort Hotel de Miami, após uma apresentação. E durante oito anos o Deep Purple permaneceria fora do ar."

Tragicamente, tão promissora carreira é interrompida em 03 de dezembro de 1976, quando aos 25 anos de idade, é encontrado morto em um quarto de hotel em Miami, logo após um show, vítima de overdose.

Em sua necropsia foram encontrados traços de heroína, cocaína, lidocaína, morfina e álcool.

Enjoy!!!!!!!!!!! or Enjoy too !!!!!!!!!!!