Mostrando postagens com marcador Prog Exhibition "40 Anni di Musica Immaginifica". Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Prog Exhibition "40 Anni di Musica Immaginifica". Mostrar todas as postagens

14 de jul de 2013

Prog Exhibition "40 Anni di Musica Immaginifica"

 
Obs:
Desde que o pau comeu pros lados dos hosts que a gente vem tentando achar locais pra hospedar links que não caiam toda hora, que não sejam retirados ao acaso ou que tenham de ter uma média por dia, semana ou mês.
 
Alguns migraram pros russos e eu particularmente não gosto desses prq até as traduções são ruins e uns tem que agradecer primeiro pra depois abrir o link; outros tem que fazer umas duas manobras e não tenho saco.
 
Alguns norte americanos estão tão chatos que vc tem de escolher entre 5 "quis" pra não abrir nada e ainda aviso a todos que cada vez que vc clica numa página dessas seu registro é invadido e se passar um spyhunter da vida vc vai ver o que tem escondido das páginas que visitou e com isso que já descrevi um pouco na postagem original vc pensa bem se vale a pena.
 
Vale, mesmo com os trolls ou pés no saco, gente que critica sem imaginar o trabalho que dá pra subir algo , achar as capas, saber se o que vc tá postando é bom prq nome não diz nada e este aqui no caso pra alguns críticos que dizem que nada de novo surgiu depois dos 60/70; este som é realmente um show de bandas novas (poucas) já rodadas mas ainda há pouco tempo começaram e o sucesso ainda não ocorreu à altura (algumas) e várias que já foram consagradas e convidando monstros sagrados pra compor o quadro, ficando mesmo o BMS de peito aberto fazendo um disco inteiro só pra seus fãs.
 
Aliás o BMS é sim hoje o "paizão" das bandas de rock prog e sua história documentada em livros, filmes e áudio os tornam míticos, mesmo num lugar de bandas como PFM, Acqua Fragile, Le Orme, Zucchero, Vasco Rossi, Ligablue e até o famoso Rhapsody de tantos nomes e Lacuna Coil entre tantas outras de sucesso e o respeito é tamanho que num show dessa envergadura eles e o Le Orme praticamente dominaram o que não impediu de sair 07 discos da apresentação.
 
Bem, voltando a questão hospedagem, agora mais ou menos estabilizado o mega voltou mas meio estranho prq vc sobe o que quiser, só não sabe o que acontece prq eles escondem entre aspas e fica lá pra ser baixado, é como se vc guardasse num armário e se alguém pegar não é culpa deles.
 
Fora esses pés no saco que já citei que te obrigam a baixar baixadores que vc nem sabe o que trazem junto ainda abrem 300 páginas pra torrar mais ainda e fora a putaria explícita que vem junto por páginas que vc nem sabe que estão lá e qdo vai fechando todo pimpão, encontra as vezes o que não queria nem chegar perto, ré,ré,ré, joguinhos que nunca vi na vida; enfim (hoje tá difícil de terminar o assunto, rs) sobraram alguns que gosto sim,como o 4 Shared que pisou na bola a época deletando metade de meus links mas estabilizando até hoje e o Mediafire que tb mantém sim, links até com 0 downs, tenho um há anos lá e nunca saiu.
 
O sendspace é bom, mas parou de baixar vc leva uma msg que devido não haver downs seu link expirou; então tudo isso pra explicar que graças a boa vontade dos amigos (nesse caso agora o Ricardo que atualizou todos os 07 pra gente, prq quem baixou pra mim pra primeira postagem nas madrugadas foi o Dê) resolvi ao invés de só atualizar os links no local trazê-lo pra frente prq sei que alguns só vêem o que está na capa e assim podem ter em mãos um dos melhores trabalhos dos últimos anos no mundo do rock e aqui progressivo.
 
É isso.

Aqui está como prometido o show na íntegra em áudio; não quero ainda postar os vídeos prq nada está durando nos hosts e não tô mesmo com saco de converter, comprimir, subir e ver os links rodando no dia seguinte.

A internet tá uma palhaçada desde que prenderam o dono do mega e que arrestaram todos os arquivos existentes e sabemos que poderiam existir sim arquivos estranhos ou ilegais ou sei lá, mas nem tudo era; ou seja um fascismo travestido de justiça.

O mundo fica de olho pros pequenos ditadores e se esquece das grandes ditaduras que fazem esse tipo de ato e ninguém a não ser nós se manifesta de alguma forma.

Não vi a corte de Haia se manifestar contra o direito a livre expressão, aliás pra quem convive com Guantánamo, cuba e Somália esperar o que mesmo não?

É uma pena porque não é um show que rode pela net, é lindíssimo e todos que gostam deveriam ter direito a acesso livre e irrestrito, mas nem aqui no pais dos sindicatos, nunca se manifestam qdo se fala de liberdade civil e direito alheio.

Somos caçados, vigiados e dependendo do que postado, simplesmente viramos poeira, e em todos os cantos (vide os vídeos no youtube e outros lugares que "violaram direitos") vivemos a margem da sociedade e por isso sem levantar bandeira alguma, só peço que baixem e aumentem o som , vai valer cada momento e cada lágrima que derramo por sermos prisioneiros de nós mesmos prq nada podemos fazer contra a lei feita pelo povo e para o povo, mas que só nos atinge mesmo no baço qdo é contra prq a favor só pra "eles".

Ao final coloquei uma descrição do RRR, porque não dava pra falar de todos e os escolhi principalmente prq são postados sem informação alguma só por terem nome estranho pra nós, são totalmente desconhecidos e o trabalho que fazem minimizado;o que na Itália nada mais é que uma carta com aviso de entrega(o nome é óbvio,rs); mas como são muito bons mesmo, e o show tem o velho e bom Thjis dando um show, senti que depois de postados PFM, Le Orme, o bom seria falar de alguém desconhecido para a grande maioria.
40 YEARS OF IMAGINIFIC MUSIC

9 hours of live music, 7 CDs + 4 DVDs, a must have box set!

with PFM, Ian Anderson, Banco Del Mutuo Soccorso, David Cross, Thjis Van Leer, Osanna and many others...

After two sold out shows in Rome last year, comes the long-awaited box set PROG EXHIBITION.
9 hours of live music, 7 CDs and 4 DVDs, a booklet full of photos exclusive to live again the event which celebrated forty years of imaginific music, with the greatest mythical figures of Italian and international progressive rock.

On 5 and 6 November 2010, in fact, for the first time in the progressive history played on the same stage heroes of yesterday, today and tomorrow:

PFM - Premiata Forneria Marconi, the Italian rock band's most popular with special guest Ian Anderson, leader of Jethro Tull.

Banco Del Mutuo Soccorso, one of the best examples of global contamination.

Aldo Tagliapietra, Tony Pagliuca and Tolo Marton had their live debut together for the first time after 35 years with the participation of the violinist David Cross, formerly in King Crimson.

The Trip, making their debut on stage in the aftermath of the announced reunion that saw them reform after decades of separation.
Osanna, representatives of the Neapolitan prog with Gianni Leone (Balletto di Bronzo histrionic leader), David Jackson (formerly Van Der Graaf Generator), laNuova Raccomandata Ricevuta di Ritorno with Thijs Van Leer, leader of dutch band Focus.

At this prestigious line up also young italian progressive heroes Sinestesia, Maschera di Cera, Periferia del mondo and Abash played on the same nights.
40 years after the birth of progressive genre, the box set is meant to become a collector's item for all lovers of progressive rock: the wonderful opportunity to live again not just a concert, but an unforgettable live music show that could enter in the history of music.
Dopo il doppio sold out a Roma il 5 e 6 novembre 2010 e il grande successo di critica nazionale e internazionale, arriva nei negozi l'atteso cofanetto di PROG EXHIBITION (su etichetta Immaginifica by Aereostella/Edel):

9 ore di musica live, 7 cd e 4 dvd, un booklet ricco di foto esclusive, per rivivere l'evento che ha celebrato quarant’anni di musica immaginifica con i grandi mostri sacri, italiani ed internazionali, del rock progressivo.
Per la prima volta nella storia della musica si sono esibiti sullo stesso palco i protagonisti del prog di ieri, di oggi e di domani all’insegna dell’incontro di stili e di culture sonore:

PFM - Premiata Forneria Marconi, la rock band italiana più famosa al mondo (l’unica ad aver scalato la classifica Billboard) divide la scena con Ian Anderson, leggendario leader dei Jethro Tull.

Aldo Tagliapietra, Tony Pagliuca e Tolo Marton, insieme dal vivo per la prima volta dopo 35 anni, con la partecipazione del violinista David Cross dei King Crimson.

Nuova Raccomandata Ricevuta di Ritorno con l’ospite Thijs Van Leer (flautista dei Focus).
E ancora, Banco Del Mutuo Soccorso, uno dei più significativi esempi di contaminazione musicale.

The Trip, al loro debutto on stage all'indomani dell'annunciata reunion, dopo una separazione pluridecennale.

Gli Osanna, carichi del loro calore partenopeo, con Gianni Leone (istrionico leader del Balletto di Bronzo) e David Jackson (sassofonista dei Van Der Graaf Generator).

A questa prestigiosissima line up si aggiungo poi nuovi nomi come Sinestesia, Maschera di Cera, Periferia del Mondo e Abash per dare voce al suono di oggi.
A 40 anni dalla nascita del rock progressivo, il cofanetto PROG EXHIBITION è un oggetto da collezione per tutti i cultori della musica immaginica, un’occasione imperdibile per rivivere non un semplice concerto, ma un'indimenticabile mostra musicale live che può entrare di diritto nella storia della musica.
TRACKLIST:
*CD1 - Sinestesia / The Trip
*CD2 - Maschera di Cera / Aldo Tagliapietra, Tony Pagliuca, Tolo Marton con David Cross (King Crimson)
*CD3 e CD4 - PFM Premiata Forneria Marconi con Ian Anderson (Jethro Tull)
*CD5 - Periferia del Mondo / Nuova Raccomandata con Ricevuta di Ritorno con Thijs Van Leer (Focus)
*CD6 - Abash / Osanna con Gianni Leone (Balletto di Bronzo) e David Jackson (Van der Graaf Generator)
*CD7 - Banco del Mutuo Soccorso
*DVD1 - Sinestesia / Maschera di Cera / The Trip / Aldo Tagliapietra, Tony Pagliuca, Tolo Marton con David Cross (King Crimson) /
*DVD2 - PFM Premiata Forneria Marconi con Ian Anderson (Jethro Tull)
*DVD3 - Periferia del Mondo / Abash / Nuova Raccomandata con Ricevuta di Ritorno con Thijs Van Leer (Focus) /Osanna con Gianni Leone (Balletto di Bronzo) e David Jackson (Van der Graaf Generator)
*DVD4 - Banco del Mutuo Soccorso
Raccomandata con Ricevuta di Ritorno (frequentemente abreviado RRR) foram um grupo de rock progressivo de breve duração originário de Roma

O grupo se formou em Roma em 1972. Todos os componentes provinham de vários grupos. O cantor Lugiano Regoli havia tido uma experiência anterior com os "Buble Gum" e com "Il Ritratto di Dorian Gray".

O estilo de música era de um rock progressivo sinfônico e romântico com influências jazz e folk, de estilo semelhante ao King Crimson e Jethro Tull.

O único álbum, intitulado Per... un mondo di cristallo foi publicado pela etiqueta Fonit Cetra, em 1972. A banda tocou nos principais festivais abertos, entre 1972 e 1973, para depois desaparecer por conta das pressões da gravadora que os obrigava a participar do Festival de Sanremo.

Em 2010, como antecipado por comunicado Luciano Regoli anunciava a reunião do grupo, o qual publicou o segundo álbum, Il pittore volante, para a etiqueta BTF/Warner com o nome de La Nuova Raccomandata con Ricevuta di Ritorno.

Para o novo disco tomaram parte alguns membros históricos como Nanni Civitenga, Roberto Gardin, que substituiu Manlio Zacchia nos anos 1970, e Walter Martino, do Goblin e Libra, além do brasileiro Cláudio Simonetti (Goblin, Ritratto di Dorian Gray), Fabio Pignatelli (Goblin) e importantes hóspedes como Lino Vairetti (do Osanna), Nicola di Staso (Libra), Carl Verheyen (Supertramp) e Maurizio Pariotti (do DGM).

A primeira, e até o momento única exibição, com a nova denominação ocorreu em novembro de 2010 no festival celebrativo do Progressivo Italiano, Prog Exibithions", de Roma, com hóspedes no palco do calibre de Cláudio Simonetti e Thijs Van Leer, do Focus. A inteira exibição está veiculada na caixa celebrativa DVD/CD "Prog Exibithions 2010", 40 anni di musica immaginifica", publicado pela D&D/Ed. Aerostella.
Formação
Luciano Regoli: voz, violão
Nanni Civitenga: violão, guitarra elétrica 12 cordas
Stefano Piermarioli: teclado (piano, órgão Hammond C3, piano)
Francesco Froggio Francica: bateria, percussões
Manlio Zacchia: baixo, contrabaixo
Damaso Grassi: sax, flauta

Formação atual (Exibida no Prog Exibithions 2010)
Luciano Regoli: voz, violão
Nanni Civitenga: baixo
Walter Martino: bateria e percussões
Maurizio Pariotti: teclados
Massimiliano Castellani: guitarras
Alessandro Tomei: flauta e sax

Discografia

45 rotações
L'Ombra/Immagini, Sogno e Realtà (a primeira do álbum Per... un mondo di cristallo, a segunda é um estrato de Sogni di Cristallo, do mesmo álbum)

Álbum
1972 Per... un mondo di cristallo - (LP, Fonit Cetra), (CD, Fonit Cetra (1989), e BTF-VM2000 (2006)
2010 Il pittore volante - (BTF/Warner Music)

01
02
03
04
05
06
07

Enjoy!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!