Mostrando postagens com marcador O Rock Que o Pariu - 1983. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador O Rock Que o Pariu - 1983. Mostrar todas as postagens

13 de mar de 2010

O Rock Que o Pariu - 1983

Naqueles tempos em que todos éramos ignorantes dominados por um sistema cruel e tirânico, ansiosos por grandes mudanças, vociferávamos nas rádios a seguinte genial métrica poética:

A gente não sabemos escolher presidente
A gente não sabemos tomar conta da gente
A gente não sabemos nem escovar os dentes
Tem gringo pensando que gente é indigente

Inútil a gente somos inútil....

A gente faz carro e não sabe guiar
A gente faz trilho e não tem trem prá botar
A gente faz filho e não consegue criar
A gente pede grana e não consegue pagar

Inútil a gente somos inútil....

A gente faz música e não consegue gravar
A gente escreve livro e não consegue publicar
A gente escreve peça e não consegue encenar
A gente joga bola e não consegue ganhar

Inútil a gente somos inútil....

Ahh... hoje são outros tempos... (né Neuzinha?!)

É, undiversificados... O Punk ainda dava a tônica (e como) em 83.
Mas acho que o mundo vai acabar mesmo é em 2012 ...

Os não descamisados venusianos que o digam.
E que tal Os Paralamas (sempre "do Sucesso"), odiando Química?
IRA (exclamados ou não).
E o riff do Scandurra em "Inútil"? Detalhes tão pequenos, não é mesmo?

Mas como deixar de lado o dinossáuricos Rita e Raul?
Ainda mais com as aulas de rock do societário alternativo misturando rock com baião, fazendo valer mais que nunca a frase de Gonzagão: "Eu faço o mesmo som que o Elvis, só que mais sincopado".
Se os gringos tivessem a noção faltante, sentir-se-iam (ui, ui) honrados "for all"... Já que o baião existia antes da 2ª Guerra...

A trupe intrépida de Asdrubal Trouxe o Trombone, de quem os seu laços intecto informativos poderão ser estreitados mediante uma rápida leitura do texto aqui na Wikipédia, mostrava as faces cantantes de Regina e Luiz Fernando.
Delícia...

Preciosidades como A Gota Suspensa, Agentss, Azul 29 e Quantum só fazem rolar uma lágrima num canto perdido desses olhos ensimesmados, por não terem recebido o apoio devido pelas gravadoras tão ocupadas atualmente em combater a pirataria. Mas como não somos piratas, mas tão somente amigos que compartilham algumas musiquinhas TÃO JÁ ESQUECIDAS, diga-se, aproveitemos a ainda existente democracia webnáutica para recordarmos (alguns) ou descobrirmos (muitos outros) essas maravilhas.

Mas como disse, ipsis literis (óxenti), o insígne seixo das almas rockianas: "O que eu quero eu vou conseguir.. eu vou conseguir, e não tamo fazeno vestibular, já passamos... porque tá no ar, já... tá no ar. Vamos conseguir porque a gente é muito mais forte... Puta Que O Pariu!!..."

As absurdidades da Gang 90 (futurista até na década para a época) prenunciavam Blitz no que há de melhor.

Se sucesso no exterior sempre foi Carmen Miranda, fato é que A Cor do Som é "Ó" com... com quê? Sei lá, mas é...

Vocês me xingarão pelas diferenças de ganho, xiados e ausência de vergonha-na-cara de fazer um trabalho mais decente como exige toda a gente e caprichar nas equalizações.

Processem-me...

Presenteio-os-vos, assim, com mais essa colcha de retalhos de páginas de nosso cancioneiro rockístico (ma non troppo) brasileiro... Entrego-me aos eflúvios oníricos dos seixos raulíricos daquela grande mosca de Castaneda... sempre na sopa de todos nós.

(Divirtam-se com "Onde está o Ó", com imagens representativas de coisas daquele inacreditável ano de 1983 na capa do álbum (álbum? capa? covert art... saudades de Edson...)Parte 01
01 Punk Inglês - Fogo Cruzado 1983
02 Sub-Ratos - Cólera 1983
03 Vida Ruim - Ratos de Porão 1983
04 Fim do Mundo - Psykóse 1983
05 União entre Punks do Brasil - Fogo Cruzado 1983
06 Dogmas Tecnofacistas - Camisa de Vênus
07 Terceira Guerra - Fogo Cruzado 1983
08 Quanto Vale a Liberdade - Cólera 1983
09 Gritos na Multidão - IRA 1983
10 Inútil - Ultraje a Rigor 1983
11 Meu Primo Zé - Camisa de Vênus 1983
12 Química - Os Paralamas do Sucesso 1983
13 Rockixe - Raul Seixas 1983
14 Babilina - Raul Seixas 1983
15 On the Rocks - Rita Lee & Roberto de Carvalho 1983
16 Instante Zero - Asdrubal Trouxe o Trombone 1983

baixe (pass: undiverso)

Parte 02
17 Apocalypse - A Gota Suspensa 1983
18 Chuva - Quantum 1983
19 Perdidos na Selva - Gang 90 e Absurdetes 1983
20 Inter Vivos - Quantum 1983
21 Sonho - A Gota Suspensa 1983
22 Telefone - Gang 90 e as Absurdetes 1983
23 Professor Digital - Agentss 1983
24 Mintchura - Neuzinha Brizola 1983
25 Olhar (Versao Completa Estudio) - Azul 29 1983
26 Eu Sei, Mas Eu Não Sei - Gang 90 e Absurdetes 1983
27 Vital e sua Moto - Os Paralamas do Sucesso 1983
28 Mim quer tocar - Ultraje a Rigor 1983
29 Capim Guine - Raul Seixas
30 Pirarucu - Rita Lee & Roberto de Carvalho 1983
31 A Melhor Comida - Asdrubal Trouxe o Trombone 1983
32 Coisas do Coração - Raul Seixas 1983
33 Vovó Ondina é Gente Fina - Os Paralamas do Sucesso 1983
34 Desculpe o Auê - Rita Lee & Roberto de Carvalho 1983

baixe (pass: undiverso)

Parte 03
35 Eu Sempre quis Andar de Jeep - A Cor Do Som 1983
36 Pobre Paulista - IRA 1983
37 Nosso Louco Amor - Gang 90 e Absurdetes 1983
38 Primeiro Olhar - A Cor do Som 1983
39 Blue Moon-Asa Branca - Raul Seixas 1983
40 Cinema Mudo - Os Paralamas do Sucesso 1983
41 Heavy Metal - Asdrubal Trouxe o Trombone 1983
42 Aquela Coisa - Raul Seixas 1983
43 Não Fosse o Cabral - Raul Seixas 1983
44 DDI - Raul Seixas 1983
45 Carimbador Maluco - Raul Seixas 1983
46 Barefoot Ballad - Raul Seixas 1983
47 Do You Know What Means To Miss New Orleans - Raul Seixas 1983
48 Trem das Sete - Raul Seixas 1983
49 Abóbada da Vida - A Cor do Som 1983
50 Quantum - Quantum 1983
51 So Glad You're Mine - Raul Seixas 1983
52 Preludio - Raul Seixas 1983

baixe (pass: undiverso)

Obs: 3ª parte da obra inacabada do destrambelhado mas muito consciente Delta9; como disse antes, acho um trabalho de paciência e garimpagem que merece pelo menos saber que existe.
Só que dá pra por a senha tb? Assim qdo eu copiar e colar não tenho trabalho?ré,ré,ré
Agora sim, valeu a dica Aponcho!!!!!

Enjoy!!!!!!!!!!!!!!!