Mostrando postagens com marcador Edgar Broughton Band. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Edgar Broughton Band. Mostrar todas as postagens

26 de mai de 2012

Edgar Broughton Band "In Side Out"

O ZM sempre envia algo que seja inusitado e isso as vezes me ajuda e as vezes me confunde, como nesse caso.

Nunca ouvi falar!

Nunca ouvi!

Nem sei quem são!

Muito menos sei quem é!

Dito isso e exposta minha ignorância musical me restou ouvir e ouvir e ouvir, e digo que gostei prq é um som fácil de acompanhar qqr atividade, diferente do Beefheart como citado na biografia, que seria necessário mais tempo de atenção.

Não a EBB é um som anos 70, rock de qualidade indubitável e também de um bom gosto a toda prova e claro que ainda não escutei toda a discografia mas este disco pra mim já está guardado como os outros e quero mais uma vez agradecer aqueles que perdem um pouco do seu tempo pra dividir conosco algo que gostam ou que acham valer a pena pra nossos ouvidos cansados de tanta porcaria que rola nos dials e por aí afora.

Ah que saudades da Excelsior, da Mundi, da Fluminense e tantas outras com qualidade e algumas que até parte fiz....bons tempos, valeu ZM!!!!Formada em Warwick, Inglaterra, a Edgar Broughton Band aterrisou no cenário musical londrino em 1968.

Liderada pelos irmãos Broughton, o vocalista e guitarrista Edgar e o baterista Steve, e completada pelo baixista Arthur Grant e o guitarrista Victor Unitt (que também tocou brevemente com a Pretty Things), a banda logo assinou com o selo Harvest e lançou o seu debute, "Wasa Wasa", uma coleção de blues elétricos vanguardistas, ancorada pelo vocal de Edgar, à la Captain Beefheart, no final de 1969.A Edgar Broughton Band voltou em 1970 com "Sing Brother Sing", que alcançou o Top 20 britânico e gerou um par de singles menores, "Out Demons Out" e "Apache Drop Out" (uma fusão de "Dropout Boogie", de Beefheart, e "Apache", da Shadows).

O grupo parecia preparado para um grande sucesso comercial, mas como o seu rock pesado já estava ficando manjado graças a bandas como Black Sabbath e Deep Purple, a Broughton Band promoveu uma reviravolta no seu som, que se tornou consideravelmente mais calmo e politicamente engajado.

O projeto da banda perdeu força e o seu disco homônimo de 1971 não conseguiu decolar.Depois de "In Side Out", de 1972, e "Oora", de 1973, apresentarem resultados também pífios, o grupo trocou a gravadora Harvest pela NEMS.

Disputas legais deixaram-no fora do estúdio durante meses, tendo finalmente ressurgido em 1975 - sem Unitt, que tinha sido substituído pelo guitarrista John Thomas - com "Bandages".

Seguiu-se uma parada breve, mas em 1978 a banda retornou com "Live Hits Harder".

Na época do lançamento de "Parlez-Vous English?", de 1979, o grupo passara a ser um sexteto, usando o nome de Broughtons.

Voltando a adotar o nome de Edgar Broughton Band, o grupo era um trio quando lançou "Super Chip: The Final Silicon Solution?", em 1982, um álbum conceitual cheio de sintetizadores e ritmos new wave.

As turnês continuaram ao longo dos anos 80, 90 e 2000.

Em 2010 a banda encerrou as atividades
Personnel
Edgar Broughton - Vocals, guitar
Arthur Grant - Bass guitar, vocals
Steve Broughton - Drums, vocals
Victor Unitt - Guitar, harmonica, piano, organ, vocalsTrack listings
1."Evening Over Rooftops"
2."The Birth"
3."Piece Of My Own"
4."Poppy"
5."Don't Even Know Which Day It Is"
6."House Of Turnabout"
7."Madhatter"
8."Getting Hard intro What Is A Woman For?"
9."Thinking Of You"
10."For Doctor Spock Parts 1 & 2"

2004 CD reissue bonus tracks
1."Hotel Room" (A-side of "Harvest HAR 5040")
2."Call Me A Liar" (B-side of "Harvest HAR 5040")
3."Bring It On Home" (Previously unreleased)

Enjoy!!!!!!!!!!