Mostrando postagens com marcador Deliverance. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Deliverance. Mostrar todas as postagens

16 de dez de 2010

"Deliverance" - Amargo Pesadelo

Bom, a parte que me cabe nisso tudo é que a trilha sonora deste filme marcou minha "saudosa" juventude...... e como era difícil, você conseguir uma trilha de um filme que havia gostado.

É uma das imagens mais singelas a famosa cena do "duelo" que nesse momento é entre um banjo tocado por um garoto com deficiência mental e um dos artistas principais do filme tocando violão.

Quem não viu pode assistir esta cena no YouTube, e quem viu se quiser ter essa jóia rara musical produzida por Eric Weissberg , Steve Mandel e Arthur Smith fique à vontade. Pode ser que todo o disco soe repetitivo em alguns momentos, mas é uma das formas mais tradicionais da verdadeira música norte-americana.

Estou repostando prq não vejo este também por aí e até que procurei o volume dois, mas é mais difícil ainda, não desisti, qqr hora dessas ele aparece.

AMARGO PESADELO
"Deliverance"

Indicações: Academia de Hollywood - Indicado aos Oscars de Melhor Filme, Melhor Direção e Melhor Edição
Academia Britânica - Indicado aos Prêmios de Melhor Fotografia, Melhor Edição e Melhor Trilha Sonora

Globo de Ouro - Indicado aos Prêmios de Melhor Filme-Drama, Melhor Direção, Melhor Ator-Drama (Jon Voight), Melhor Canção e Melhor Roteiro

Filme : 1973

Elenco

Ator / Atriz Personagem
Jon Voight Ed Gentry
Burt Reynolds Lewis Medlock
Ned Beatty Bobby Trippe
Ronny Cox Drew Ballinger
Ed Ramey Homem idoso
Billy Redden Lonny
Bill McKinney Homem da Montanha
Herbert Coward Homem sem dentes
Lewis Crone Policial
Ken Keener Policial
Johnny Popwell Motorista da Ambulância
John Fowler Médico
Kathy Rickman Enfermeira Lilley
Louise Coldren Sra. Biddiford
James Dickey Xerife
Macon McCalman Policial
Belinda Beatty Martha Gentry
Charley Boorman Garoto de Ed


Sinopse

Num belo fim-de-semana de verão, Ed Gentry, Lewis Medlock, Bobby Trippe e Drew Ballinger, quatro homens de negócios de meia-idade, decidem sair da cidade para curtirem a natureza, enfrentando as perigosas corredeiras do Rio Chattooga, no Estado de Georgia.

Eles querem aproveitar a ocasião porque uma grande barragem será construída, formando um enorme lago e acabando com a prática da canoagem na região.
Ao chegarem próximo ao rio, eles verificam que o local ainda continua habitado por primitivos "rednecks".
Eles contratam dois deles para levarem seus carros para o final das corredeiras, onde eles poderão pegá-los.

O grupo é liderado por Lewis. No segundo dia, Ed e Bobby param para descansarem, quando são atacados e facilmente dominados por dois homens com intenções de praticarem atos de sadismo contra eles.

Para sorte deles, entretanto, Lewis chega e mata um dos agressores, enquanto o outro foge. Tal fato gera uma acalorada discussão a respeito do que devem fazer face à morte de um homem. Lewis, impondo sua liderança, argumenta que não há necessidade de envolverem a polícia nesse episódio.

A partir daí, as coisas passam a não dar certo. O que parecia ser um alegre final de semana, vira um verdadeiro pesadelo. Drew é arremessado para fora de sua canoa e desaparece nas águas. A outra canoa é jogada contra umas rochas e Lewis quebra uma das pernas.

Convencidos de que Drew fora assassinado pelo agressor que conseguiu fugir, os três amigos percebem que se encontram numa região extremamente perigosa e que, talvez, estejam até sendo caçados. Como Lewis está com a perna quebrada, cabe a Ed defender seus companheiros e fazer com que todos saiam dalí em segurança, tarefa que ele assume simplesmente por não ter outra escolha.



Críticas

"Amargo Pesadelo" é um filme vigoroso que fala da capacidade do homem enfrentar situações adversas, nas quais a violência e a crueldade estão sempre presentes. Todo o elenco está muito bem. Burt Reynolds talvez tido, nesse filme, a melhor atuação de toda a sua carreira.

O roteiro de James Dickey é vigoroso e inteligente. A fotografia de Vilmos Zsigmond é, sem dúvida, excelente. A adaptação da canção "Dueling Banjos" por Eric Weissberg, é uma marca indiscutível dos anos 70. O diretor John Boorman, entretanto, é a grande estrela do filme.

Enjoy!!!!!!!!!!!!!