Mostrando postagens com marcador Albergo Intergalattico Spaziale. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Albergo Intergalattico Spaziale. Mostrar todas as postagens

15 de jul de 2009

Albergo Intergalattico Spaziale - Albergo Intergalattico Spaziale (1978)

É um projeto do qual fez parte o ex-componente do histórico grupo "I Giganti" já postado aqui, Mino Di Martino.

O nome da banda foi inspirado em um local em Roma que na época proporcionava música e teatro. Eram gestores do mesmo, Di Martino e sua mulher Terra Di Benedetto que após alguns shows, resolvem criar o álbum homônimo, por eles produzido, em 78.
Se caracteriza o trabalho por uma mistura marcada pelo progressivo e viajante, com teclados eletrônicos (Di Martino) e a voz feminina de Terra Di Benedetto que canta e recita trechos líricos enigmáticos,"Phasing" é um exemplo.
É uma viagem sonora com teclado e sintetizador como em "Tastiera solo" ou ainda "4 tracce" por exemplo.

Em suma, como o primeiro álbum de Franco Battiato, se trata de uma música mais próxima à vanguarda do rock italiano verdadeiro misturado aos traços de progressivo caracteristicos da região e que ate hoje rendem frutos em várias vertentes.

A capa é curiosa e datada, mas não perde sua beleza principalmente porque chama ainda mais a atenção em branco e preto e se coloca firmemente contra a ameaça nuclear; aliás quem está acostumado com o trabalho italiano nota que as características da época da ditadura e pós ditadura são sempre panfletárias; o que se tornaria uma marca particular de protesto, enquanto que em outros paises a revolta se manifestava de outras várias maneiras."Mino de Martino (dei Giganti) e la moglie Terra di Benedetto negli anni 70 gestivano un locale a Roma covo di tentazioni sperimentali e d'avanguardia.
Il locale si chiamava Albergo Intergalattico Spaziale e così loro si presentavano on stage.
Il progetto era "forse" un pò avanti.
Lei negli show e nel disco narrava testi su atmosfere cosmico-elettroniche.
L'album fu registrato nel 1976,ma la Emi non lo pubblicò.
Più che avanti a loro sembrava commercialmente improponibile.
Nel 1978 fu autoprodotto (LDM001) ed ora chi lo vuole si prepari a sborsare qualche centinaio di euro (200 almeno)"
Musicas:
1.Live Pistoia
2.Phasing
3.Senza titolo
4.Tastiera solo
5.Improvvisazione
6.4 tracce
7.Variazioni su Angeli di solitudine
8.Sabbie vergini
9.Hymalaya

Obs: Agradecimentos ao pessoal do blog "http://esquinadorock.blogspot.com/" de onde trouxe esta raridade.

Gustare!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!