Mostrando postagens com marcador Foghat. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Foghat. Mostrar todas as postagens

28 de ago de 2010

Foghat - "Primeiro e Último"

Desta vez este lobo andarilho se superou mesmo e fez uma limpa nos blogs dos amigos,rs

Há tempos que queria ter trazido este post fora de série do meu irmãozinho PoucoSiso do blog Poucosiso da Extrada, prq o Foghat é uma daquelas bandas que todo mundo gosta, ouviu, sabe até alguns sucessos mas não sei porque não virou um sucesso retumbante enquanto outras muito mais medíocres conseguiram.

Aí, eis que nas minhas andanças passando pelo Seres da Noite me encontro com o morcegão postando esta jóia que vai logo abaixo e me diz: Dead, é o último dos caras e tá muito bom!

Não deu outra né?
O cara de pau aqui enfiou na sacola (e lá lobo anda com sacola?) e junto com o disco do maninho sem noção trouxe pra alcatéia e ia deixar pra uma oportunidade legal e tal, coisa de lobo doido mesmo, mas pensando bem quer saber?

Vamos postar logo estas preciosidades, para os que conhecem matarem saudades do princípio e ouvir na atualidade como estão e pra os que não tiveram contato ainda conhecerem uma das melhores bandas do rock'roll.

E qdo falo assim, parece repeteco mas não recomendo muitas nesse nível não, qqr dia desses (ou noite sei lá) eu ainda vou postar o que considero, melhor, boa e razoável; ruim eu nem perco tempo,rs.

Enfim e como é até um post auto explicativo ficaria complicado enfiar minhas garras no trabalho dos outros então deixei como os autores fizeram e pra culminar achei um texto bem bacana num blog e outro mais técnico na net e "voilá", aqui estamos com Foghat pra vcs.

Enjoy!!!!!!!!!!!!!

Primeiro disco da banda, teve a música I Just Want to Make Love to You, de Willie Dixon, como mais tocada nas rádios na época.
Um grupo muito popular no Reino Unido e dispensa apresentações, certamente.

Personnel:
Lonesome Dave - Vocals, Guitar
Roger Earl - Drums and Percussion
Rod Price - Guitar & Slide
Tony Stevens- Bass & Harmony Vocals

Tracks:
1- I Just Want to Make Love to You
2- Trouble,Trouble
3- Leavin' Again (Again!)
4- Fool's Hall of Fame
5-Sarah Lee
6- Highway (Killing Me)
7- Maybellene
8- A Hole to Hide In
9-Gotta Get to Know You

Poucosiso

Após mais de uma semana impedido de postar aqui no blog, por conta de um defeito em meu PC, volto com um álbum recém lançado:

"Last Train Home" é o primeiro disco novo lançado pelo Foghat nos últimos sete anos. Com músicas da Invasão Britânica do Blues, o Foghat não reinventa as canções, mas eles jogam com uma quantidade considerável de energia e uma precisão que só uma banda veterana de turnês poderia ter, fazendo deste álbum uma surpresa pouco agradável para os fãs hardcore.

Personnel:
Charlie Huhn - Guitar, Vocals
Bryan Bassett - Guitar, Vocals (bckgr), Slide Guitar
Colin Earl - Keyboards
Jeff Howell - Bass, Vocals (bckgr)
Roger Earl - Drums, Vocals (bckgr)
Lefty "Sugar Lips" Lefkowitz - Harmonica
Eddie Kirkland - Guitar, Vocals

Tracks:
01 - Born For The Road 05:00
02 - Needle & Spoon 03:46
03 - So Many Roads, So Many Trains 04:50
04 - Last Train Home 04:23
05 - Shake Your Money Maker 04:39
06 - It Hurts Me Too 05:59
07 - Feel So Bad 04:40
08 - Louisiana Blues 04:44
09 - 495 Boogie 03:56
10 - Rollin' & Tumblin' You Need Love 08:12
11 - In My Dreams 05:43
12 - Good Good Day 04:31

Ser da Noite

A veterana banda Foghat volta às raízes do Blues e anuncia o lançamento do álbum “Last Train Home”. O novo disco será lançado em 15 de junho e trará versões para clássicos do Blues e também composições próprias da banda. As gravações foram realizadas no estúdio EKO, em Nova York, e também no estúdio particular do grupo, o Boogie Motel South.

“Last Train Home” traz os músicos Roger Earl (bateria), Charlie Huhn (voz, guitarra), Bryan Bassett (guitarra) e Jeff Howell, que gravou o baixo no posto de Craig McGregor, além de alguns convidados especiais como Eddie ‘Bluesman’ Kirkland.

Entre os ‘covers’ gravados pelo grupo para o novo álbum está “Louisiana Blues”, de Muddy Waters.

(texto retirado de algum lugar na net que não lembro agora)(texto retirado do Boteko do Rock)
Parece mas não é... Talvez essa seja a frase que mais acompanhou a trajetória desta banda, pelo menos no início.
Americanos? Não!
Roger Earl e o já falecido Lonesome Dave Peverett, membros fundadores, tinham toda pinta de cowboys texanos, mas são britânicos e fizeram parte da banda Savoy Brown.

Dela, saíram em busca de um som mais Rock and Roll, mais Blues: nascia o Foghat.
Sucesso então na terra da rainha? Não!
Foi na América que a banda aconteceu, com seu estilo classificado como Boogie, um blues mais pesado, rápido e com ‘riffs’ de guitarra que hoje é marca registrada do Hard Rock.

Assim, fizeram enorme sucesso nos anos 70, emplacando sucessos como “Fool for the City”, “Slow Ride”, “Night Shift”, “Stone Blue”, “Third Time Lucky” e a regravação de “I Just Want To Make Love With You”.

Apesar das várias mudanças na sua formação, a banda resistiu a tudo e a todos e nunca encerrou nem sequer pausou suas atividades de fato. Nos últimos anos, uma nova geração de fãs surgiu graças à inclusão de músicas da banda em anúncios de TV e principalmente em games como Guitar Hero III.
“Last Train Home”, 21º álbum na extensa discografia da veterana banda, impressiona pela adrenalina, pela pegada! Traz tudo e mais um pouco que consagrou a banda: Rock, Blues, Soul, guitarras nervosas e vocais inspiradíssimos nas 12 boas faixas do ‘tracklist’.

É o melhor álbum desde “Return Of the Boogie Man” (1994). Destaque para a faixa de abertura “Born For The Road”, “Shake Your Money Maker” e para “Rollin’ & Tumblin’/You Need Love”.

“Last Train Home” é desde já candidato a um dos melhores álbuns lançados neste ano.

Obs: e toda esta andança ao som da nossa Rock Fly de trilha sonora, "The Best", já rolou Ramones, Clapton, etc e etc; sempre uma bela seleção aos cuidados do Alberto Jardim.

Enjoy!!!!!!!!!!!!!!