Mostrando postagens com marcador Jeff Beck. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Jeff Beck. Mostrar todas as postagens

20 de ago de 2015

Jeff Beck & Eric Clapton


E vamos em frente com as parcerias... Agora é Jeff Beck que convida Mr. Clapton para um álbum maravilhoso....







Jeff Beck with Eric Clapton - Exhaust Note
London, England - November 29/30, 2007 - Mid Valley 432-435 - TBA

November 29, 2007

Disc 1:
1. Leo Green Introduction
2. Beck's Bolero
3. Breath Eternal
4. Stratus
5. Cause We've Ended As Lovers
6. Behind The Veil
7. You Never Know
8. Blast From The East (False Start)
9. Nadia
10. Blast From The East
11. Led Boots
12. Angel Footsteps
13. Scatterbrain

Disc 2:
1. Goodbye Pork Pie Hat
2. Brush With The Blues
3. Space Boogie
4. Big Block
5. A Day In The Life
6. Introduction of EC by Jeff Beck
7. Little Brown Bird (w/ EC)
8. You Need Your Love (w/ EC)
9. Where Were You

November 30, 2007

Disc 3 - with The Big Town Playboys
1. Leo Green Introduction
2. Race With The Devil
3. Crazy Legs
4. Train Kept A Rollin'
5. My Baby Left Me
6. Matchbox
7. Baby Blue
8. Honky Tonk (w/ Leo Green on sax)
Main Set:
9. Beck's Bolero
10. Breath Eternal
11. Stratus
12. Cause We've Ended As Lovers
13. Behind The Veil
14. You Never Know
15. Nadia
16. Blast From The East
17. Led Boots
18. Angel Footsteps

Disc 4:
1. Scatterbrain
2. Goodbye Pork Pie Hat
3. Brush With The Blues
4. Space Boogie
5. Blanket (w/ Imogen Heap)
6. Big Block
7. A Day In The Life
8. Rollin' and Tumblin' (w/ Imogen Heap)
9. Where Were You

The Band:
Jeff Beck  guitar
Vinnie Colaiuta  drums
Jason Rebello  keyboards
Tal Wilkenfeld  bass

15 de jul de 2015

Eric Clapton & Friends - The A.R.M.S. Benefit Concert


Demorou 30 anos para que os fãs de rock pudessem ouvir novamente uma das raríssimas vezes em que três gênios da guitarra tocassem ao mesmo tempo em um palco. Eric Clapton, Jeff Beck e Jimmy Page, a santíssima trindade da guitarra inglesa, excursionou por alguns meses, ao lado de outros astros do rock, como Steve Winwood e Joe Cocker, entre 1983 e 1984, fazendo parte de uma turnê beneficente em prol da A.R.M.S., uma entidade britânica de apoio à pesquisa de uma doença chamada esclerose múltipla. Alguns dos shows foram transformados em dois concorridos vídeos em VHS chamados “A.R. M. S. Concert'', lançados em meados dos anos 90, mas jamais reeditados em DVD por questões de direitos autorais e o mesmo em relação ao áudio, só lançado uma única vez em CD, em edição limitadíssima. 


O concerto – e sua turnê norte-americana subsequente – foi organizada pelo baixista e cantor inglês Ronnie Lane (ex-Small Faces e The Faces), que foi diagnosticado com esclerose múltipla, uma doença incurável e que provoca, entre outras coisas, o atrofiamento de músicos e afeta os nervos, em 1980. Membro emérito da entidade, juntou alguns amigos para a série de concertos beneficentes para arrecadar fundos a serem aplicados em pesquisas sobre a doença e na procura de uma eventual cura. Lane morreu em 1998, aos 51 anos, bastante debilitando, de problemas cardíacos agravados pela esclerose múltipla. Na série de concertos, um momento histórico acontece: Page, Beck e Clapton tocam juntos em duas músicas, “Layla'', grande sucesso de Clapton com o Derek and the Dominos, e em “Stairway to Heaven'', superclássico do Led Zeppelin, em versão instrumental.









The ARMS Charity Concerts were a series of charitable rock concerts in support of Action into Research for Multiple Sclerosis in 1983. The first (and initially planned to be the only) event took place at the Royal Albert Hall on September 20, 1983, with subsequent dates occurring in the United States, with slightly different lineups of musicians. The idea for hosting the concert was envisaged by Ronnie Lane, ex-bassist for The Small Faces and The Faces, himself a casualty of multiple sclerosis. The concert was billed as The Ronnie Lane Appeal for ARMS and featured a star-studded line-up of British musicians, including Jimmy Page, Eric Clapton, Jeff Beck, Steve Winwood, Andy Fairweather Low, Bill Wyman, Kenney Jones and Charlie Watts. The concert was particularly notable in the fact that it was the first occasion on which Clapton, Beck and Page, each a former lead guitarist for The Yardbirds, had performed together on stage.

DISC 1:
01. Introduction
02. Everybody Ought Make A Chance (E.Clapton)
03. Rita Mae (E.Clapton)
04. Lay Down Sally (E.Clapton)
05. Rambling On My Mind / Have You Ever Loved A Woman (E.Clapton)
06. Cocaine (E.Clapton)
07. Man Smart, Woman Smarter (A.Fairweather-Low)
08. Road Runner (S.Winwood)
09. Slowdown Sundown (S.Winwood)
10. Take Me To The River (S.Winwood)
11. Gimme Some Lovin' (S.Winwood)

DISC 2:
01. Star Cycle (J.Beck)
02. Pump (The Pump) (J.Beck)
03. Goodbye Pork Pie Hat (J.Beck)
04. Hi Ho Silver Lining (J.Beck)
05. Led Boots (J.Page)
06. Who's To Blame (J.Page)
07. City Sirens (J.Page)
08. Stairway To Heaven (J.Page)
09. Tulsa Time (E.Clapton)
10. Layla (E.Clapton)
11. Goodnight Irene (Ronnie Lane & Ensemble)


30 de mai de 2014

Jeff Beck, Tim Bogert & Carmine Appice - The Working Version

Mais um rascunho tirado do baú do Dead________________________________
22/11/2008B.B.and A. - "Working Version"

Este é aquele tipo de postagem feito à várias mãos......
Como já contei em posts anteriores, quando a internet engatinhava (hum , essa doeu!!!), e o vinil dava seus últimos suspiros e começavam à chegar ao mercado a mídias digitais, muita coisa boa e ruim circulava pelo mundo afora em bolsas e sacolas e dentro de casacos; porque a preocupação da época era com os impostos e não com terrorismo......bons tempos aqueles!!!
Bem...., antes e depois dessa época eu tive a felicidade de ter acesso à muita coisa original e outras nem tanto, alguns em vinil ainda e outros já digitalizados, mas as vezes de qualidade precária, mas que valiam pelo registro histórico.
Procurando em meu porão e também fuçando no sótão, encontrei de canto um cd sem nome, sem data "sem eira nem beira" como diriam os lusitanos e aí fui fuçar porque "a curiosidade matou o gato"(se alguém souber porquê por favor me ajude ok?) e qual não foi minha surpresa ao encontrar vários discos gravados nele e um especificamente me chamou a atenção.
Digo aqui que não sou dos mais fanáticos fãs de Jeff Beck, mas não sou louco em não reconhecer seu talento e sua história e ao ver o símbolo "BBA" escrito à mão ainda pensei:
- Deve ser uma josta!!!
E ao abri-lo encontrei o nome "workin version" e fui atrás de informações. Aí comecei a ver que seria mais difícil que imaginava pois não achava nada à respeito, mas o trabalho estava em minhas mãos....será que estava errada a marcação?
Será não tinha nada à ver com os caras?
Bem, e fuça daqui e fuça dali, convoquei à alta-cúpula do conselho aqui no "Hospício Geral" e claro, não encontrei quase ninguém(vc já viu doido de pedra reunido pra alguma coisa?) mas o maninho Michel (de novo em meu socorro!!) disse conhecer este trabalho e que inclusive ele o possuía com 14 faixas (Opa!!!!); o meu só tinha 09 faixas.
Bem enquanto discutíamos o dilema ele me passou as artes do álbum, inclusive autografadas pelos caras e me contou que esse foi aquele trabalho que não foi....
O quê?????
-É Dead, me dizia do auto de sua sabedoria ao reles mentecapto aqui, este disco era pra ser o segundão, mas eles se separaram antes e não foi
....pausa para uma reflexão.....

"Ainda em 1973 o trio lançaria um disco ao vivo gravado no Japão, outro clássico irretocável, e começava os preparativos para a gravação do segundo trabalho, mas os planos foram abortados com a decisão de Jeff Beck de iniciar a sua carreira solo"Obs: Comentário da época escrito não sei aonde por não sei quem, me perdoem....!!!


Nisso, a minha internet ainda à lenha precisou da colaboração de minha querida Luciana Aun, agora interna aqui na ala feminina junto à Lais; que baixava o que o mano Michel postava e me repassava em partes (ô saudade que deu da internet discada, tava melhor que a minha!!!!) e ainda tentei convencer o maninho à postar o trabalho dele que seria mais completo, mas que nada, ele não arredou pé e determinou que eu fizesse o post do "original não original" e o dele com algumas versões "ao vivo" viria em outra época.
Ufa!!!!!
Se você chegou até aqui na leitura, você merece possuir este belíssimo trabalho e raro até na arte autografada e tudo; mas repito que isso não iria ser possível sem a total colaboração do Michel, da Lú, do Dione e do "maluco beleza" RaKan e da Véia Doida que detonou tudo à nossa volta experimentando sua nova aquisição: Uma Bazuca!!!! mas que nos protegeu até o fim, pra que o trabalho chegasse até vc.

Enjoy!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Download


ÀS 2:18 PM
_________________________________________

27 de abr de 2010

Jeff Beck with Stanley Clarke - A Battle without honor and humanity (vinyl rip 78)

Estava eu bem sossegado da vida com um post preparadíssimo pra causar uma bela duma polêmica, afinal iria mexer com um fã clube muito grande; e isto sempre faz com que 50% que gostam ou não se manifestem, mas qdo se trata de música, músicos e suas histórias, dependendo da visão apresentada "é só lasca que avoa" como diz o caipira!

Mas enfim, estando eu nesse labor (ai, ai,rs)e me preparando espiritualmente eis que não mais que de repente chega uma correspondência trazida por um dos lobos vigia da alcatéia e qual não foi minha surpresa ao recebê-la e verificar o remetente: "Lamarca".

Se vc não o conhece ou não sabe o prq de meu espanto, não sabe a importãncia que ele tem pra mim e explico: - é que ao começar a navegar em blogs, alguns avatares se tornaram míticos pra mim e ele foi um deles; sempre com poucas palavras em seus comentários, sempre observador e crítico, qdo o via em meus posts ele e alguns outros já me preparava pra mais uma aula, afinal era (e ainda sou) um iniciante neste universo.Depois de alguns contratempos e caminhos diferentes, instalado devidamente aqui no Som Mutante, recebo com felicidade a companhia dessa figura que se tornou pra mim um grande amigo e importante colaborador e crítico; amigos não alisam, são sinceros e junto a outros como já citei várias vezes me ajudou a construir a alcatéia, que ainda tem muito a ser feito, mas que já caminhou tanto que nem imaginava chegar até aqui.

Como a algum tempo o Lamarca havia "sumido"precisando se ocupar com outros afazeres de maior importância pra sua vida, sentia falta mesmo que e não menosprezando de forma alguma a ninguém, mesmo que mais e mais amigos e amigas fossem se juntando a este universo doido conduzido por um lobo mais doido ainda ele; como muitos puderam notar faz falta.

Ele é de pouco falar, discutir nem pensar, e polemizar menos ainda, seu gosto musical se assemelha ao meu mas as vezes passamos longe um do outro(rs), mas isso só nos aproximou mais ainda e saltei o post que iria fazer pra dividir com vcs que aqui frequentam o presente que ele nos deu; afinal se me enviou, enviou a todos nós, e que belíssima surpresa em mais um Jeff Beck só que agora com outro mago das 4 cordas e precursor de movimentos musicais que vingam até hoje, Stan Clarke.

Obrigado Lamarca pelo presente, obrigado pela amizade e por vc ser quem é, vc nunca foi sempre esteve!!!!!Jeff Beck’s brief association with Stanley Clarke was a true artistic collaboration between two talented musicians. And except for a few tracks on Clarke’s studio albums, there is very little evidence of it occurring. The short tours of Japan in 1978 and Europe in 1979 fortunately were extensively taped from the audience and provide much welcomed documentation. It is ironic that during this time, when Beck was living in the USA and was working with an American artist, no shows with the two occur there.

The November 26th Nagoya show is the fifth of ten shows in Japan and the recording benefits from being taped in a relatively small venue. The mono audience recording captures the entire show without cuts and is very detailed albeit a little flat. It was pressed before on the Beck-oriented Scarecrow label on The Two Representative Of The Rock (Scarecrow 089/090) in similar quality. But Watch Tower has a slight edge in clarity and for being lively.

Opening the set is the familiar “Darkness / Earth In Search Of A Sun.” On Becks’ previous tours with Jan Hammer this number was an eighteen minute long set piece where Beck would join Hammer in the latter half othe song. On this tour, ninety seconds of the introductory majestic keyboard riff serves as an introduction to the “funk” arrangement of “Star Cycle.”
“Goodbye Pork Pie Hat” serves as as introduction to Clarke’s bass solo which in turn morphs into a duet with Beck in “School Days.” The improvisations in this piece are cut short at nine minutes. The entire band contributes though in the dreamy surreal “Journey Of Love.”

“Lopsy Lou” features a three way dialogue between Beck on guitar, Clarke on bass and Hymas on keyboards as they each take turns stating the theme and introducing variations over the course of the track’s six minutes. “Diamond Dust” is a real subtle and gentle improvisation between the two musicians and leads directly into the frantic “Scatterbrain.” Both Hymas on keyboards and Simon Phillips on drums are given an opportunity to solo.

Clarke’s “Rock And Roll Jelly” is the final song played in the main set. Three minutes of the lyric “‘Cause We’ve Ended As Lovers” serves as a three minute prelude to “Blue Wind,” appropriately the final song played in the show. Watch Tower package this in a double slimline jewel case with very clear graphics on the artwork. Overall the sound quality is very good and the performance is intriguing enough to suggest having this title in the collection.
"Collector Music Reviews"
Jeff Beck - Guitars
Stanley Clarke - Bass
Simon Phillips - Drums
Anthony Hymas - Keyboards

Nagoya-shi Kokaido,
Aichi, Japan

"A BATTLE without honor & humanity"
(Watch Tower)

Tracklist:

Disc 1
1.Darkness - Earth In Search Of A Sun
2.Star Cycle
3.Freeway Jam
4.CatMoves
5.Goodbye Pork Pie Hat
6.Bass Solo - School days

Disc 2
1.Journey To Love
2.Lopsy Lu
3.Diamond Dust
4.Scatterbrain - Drum Solo
5.Rock'n Roll Jelly
6.Cause We've Ended As Lovers
7.Blue Wind

Enjoy !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

20 de fev de 2010

Jeff Beck "perfoming this week..." Live at Ronnie Scott's

"Como sabem ou deveriam saber, os grandes hospedeiros ganham as nossas custas e simplesmente deletam nossas contas e links pra "cumprirem a lei" e agradar os tubarões do mercado (mega, rapid, 4shared).
Eu prometi que vou hospedar na casa do c....mas nos mesmos que me fud..... não hospedo mais, não faz diferença pra eles, pra mim faz, mas maninho Poucosiso é sem noção tb, e mais uma vez me deu este presente, esta jóia( o link e o show que já havia baixado), baixem, se não tem baixe, é uma das melhores apresentações de todos os tempos.
Mágica!
Alegre!
Viva!
Deliciosa!
Uma verdadeira aula de um dos maiores mestres da música mundial, muitíssimo bem acompanhado e com qualidade de vídeo e aúdio "10", padrão Poucosiso de qualidade
."

Repostandoooooooo!!!!!!!
Mais um da série:- Passei nu lujinha do maninho PoucoSiso e peguei na maior cara de pau,ré,ré,ré!!!!!
É sério!
Tô pra ver um camarada mais descarado do que este lobo que vos escreve; meu irmãozinho faz todo o trabalho (prq eu não sei e tb não quero aprender,rs),ele acha um show bacana que tem, ganhou ou fuçou pela net afora nas poucas hs que sobram de seu dia.
Aí ele baixa com uma conexão fdp de ruím, pega o tal show e assiste pra ver se é tudo aquilo mesmo.

Passando esta etapa lá vai ele com seus experimentos de softwares daqui software de lá, atrasa a fala no início do show, ou pior lá no finalzinho dá um pau qqr e toca a começar do zero com a matriz e tal até atingir a qualidade de video e áudio necessárias, prq tem cada m.....postada por aí que cruz credo, e pra postar por postar melhor assistir video no youtube,rs.
Feito isso Prof. Pardal nosso herói, grava na menor proporção pra que não se perca nada como disse em qualidade e fique compacto o suficiente pra valer a pena e aqueles que tem conexões à lenha possam tb desfrutar do objeto de desejo; afinal parece que hj todos estão conectados?

O c......, ouvi de uma cidade à alguns kms de uma metrópole que só no centro é que tem banda larga,ah isso é o fim do mundo, se não me engano é Vargem Grande Paulista, situada ao lado da capital de SP!!!!!!
Gente uma das maiores cidades do planeta e ao lado os caras usam lenha pra acessar a net?????
Porque só tem speedy na prefeitura e adjacências??????
Ah!!!!num fode Telefonica!!!!!!!!!!!!!
Bem, o que interessa tá aí, um puta show, de um mestre completo, uma lenda viva num local tb mágico e lendário, o negócio é baixar e conferir, prq vale a pena cada minuto.
Valeu maninho PoucoSiso, sempre gentil com este Lobo Viejo e sempre dizendo: - Fique a vontade!!!
Pra quê né?

Let's Go.............JEFF BECK performing this week...
Live at Ronnie Scott's Jazz Club

Jeff Beck is true rock legend. From his time with the Yardbirds in the sixties, through the Jeff Beck Group and throughout his solo career his unique guitar style and constant desire to explore new musical areas and sounds has won him the admiration of his peers and the adoration of legions of fans.

In 2007 Jeff Beck performed a series of concerts at the renowned Ronnie Scott’s club in London. They became the must have ticket of the year with a packed audience every night of the famous and the fans. This show features performances recorded across the different nights and presents the best version of each track.

Line-up

Jeff Beck – guitar
Tal Wilkenfeld – bass
Vinnie Colaiuta – drums
Jason Rebello – keyboards

DVD Track Listing:

1) Beck’s Bolero
2) Eternity’s Breath
3) Stratus
4) Cause We’ve Ended As Lovers
5) Behind The Veil
6) You Never Know
7) Nadia
8) Blast From The East
9) Led Boots
10) Angel (Footsteps)
11) People Get Ready - with JOSS STONE
12) Scatterbrain
13) Goodbye Pork Pie Hat / Brush With The Blues
14) Space Boogie
15) Blanket – with IMOGEN HEAP
16) Big Block
17) A Day In The Life
18) Little Brown Bird – with ERIC CLAPTON
19) You Need Love – with ERIC CLAPTON
20) Rollin’ And Tumblin’ – with IMOGEN HEAP
21) Where Were You
http://www.jeffbeck.com/


Uma pequena mostra do que vc vai ver e segue na sequência o post original do blog PoucoSisodaExtrada; o qual eu me intrometi até aqui, rs (ah, essa baixista é um charme só)

Jeff Beck "perfoming this week..." Live at Ronnie Scott's

Parte do texto de Felipe Matula:

"Quando se fala em Jeff Beck, é comum se ouvir desde "é o guitarrista mais criativo que existe" até "seu ego é maior que sua habilidade". Amado por uns, odiado por outros, Jeff marcou seu nome na história da guitarra empunhando suas Stratos e tocando desde "fusion" até Rock ‘n’ Roll, passando por blues, funk e os mais diversos estilos de música." "Ao longo de sua carreira, Jeff tocou com Stevie Wonder, Stanley Clarke, Cozy Powell, Vanilla Fudge, Rod Stewart, Tina Turner, Mick Jagger, Jon Bom Jovi, Buddy Guy, Roger Waters, Kate Bush, Brian May entre muitos outros. Agradecimentos: Abner"

"Não sou a pessoa mais indicada para a criação de textos.
Meu português não permite tal façanha.
E meus conhecimentos também não.
Quando chegava alguma coisa audível na loja de discos da minha cidade a poeira já tinha coberto todo o bolachão em alguma outra cidade maior. Novidades? Só com conhecidos e amigos que tinham ace$$o a lojas da capital. Eu ouvia de longe.
E sempre ouvia o nome desse Jeff Beck. Para mim soava como 'cabeça de bacalhau': Sabia que existia mas não tinha conhecimento da 'forma'. Até que o Pipoca gravou um k7 C-60 com Jeff Beck no lado A e Stevie Ray Vaughan no lado B. Nunca tinha ouvido nada deles. Total novidade. O referido K7 recebeu cuidados especiais e existe até hj. Bastante usado mas em perfeitas condições de uso ainda :) Relíquia.
Valeu Pipoca!
E claro, sai em busca de mais.
Dai, outro dia trupiquei neste show que disponibilizo um DivX. É uma apresentação em uma casa pequena, intimista. Só que a platéia é seleta. Tem convidados de peso também.
Me impressionei com a jovem contrabaixista, que se hoje tem 24 anos, tinha 21 neste show!
Vale a pena conferir.

A minha idéia em disponibilizar o AVI éa de compartilhar boa música para quem quer conhecer, rever, matar a saudade.
A qualidade do vídeo não é primorosa mas satisfaz. O áudio, da mesma forma.
Esclareço que não tenho intenção em piratear nada, portanto não me cobrem pela qualidade das fotos ou do vídeo. Nada aqui ficará com boa qualidade se a intenção for a de reconstituir o dvd. Não terá valor comercial. E igualmente não está a venda.
Esta postagem é para quem quer conhecer e ver uma bela apresentação, ou ver se vale a pena comprar o original.
Original que tem também uma entrevista muito legal com Jeff."

PoucoSiso

Obs: Postado originalmente em 05/01/10
Enjoy!!!!!!!!!!!!!!!!!!!