Mostrando postagens com marcador Asturias. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Asturias. Mostrar todas as postagens

1 de fev de 2013

Asturias "Circle in The Forest" 1988

Fala Dead!
Em retribuição a sua mais recente postagem do italiano Ligabue, que não conhecia, para variar; segue mais uma dica para você conhecer e curtir neste domingo morno e nublado. Esse é la da Terra do Sol Nascente.

Estranho, mas Asturias é o nome da banda japonesa, em plena atividade e que vem ganhando espaço no cenário europeu. Eles têm feito vários shows, inúmeras apresentações e já lançaram uma quantidade razoável de CD's, os quais tive a oportunidade de comprar ou baixar. Na verdade, baixei um: Cryptogam Illusions de 1993. Os demais comprei. Agora vem a melhor parte. Eles produzem uma determinada quantidade e CD's e acabou. "Sold out" para vários. Tentei comprar o Cryptogam Illusions.

Cheguei ao ponto de entrar em contato com o líder da banda, por e-mail, Yoh Ohyama. Ele ficou surpreso, por ser conhecido no Brasil, pediu para que eu divulgasse o trabalho dele por aqui, enfim, muito simpático, mas o CD que é bom, nada. Sem previsão de relançamento, mas já estava trabalhando em novos álbuns e manteve contato por um tempo, divulgando os vídeos promocionais, agenda de shows pela Europa e novos álbuns.

Dependendo da formação e do estilo, o nome da banda muda para somente Asturias, às vezes Electric Asturias outras Acoustic Asturias. São rotulados como Neo Prog. Por mim, se tivesse que classificar, estaria mais para ou Prog Sinfônico, mas como não sou especialista, descrevo como um grupo predominantemente instrumental e liderado pelo multi instrumentista e compositor, Yoh Ohyama, de muito talento.

Ele próprio assume influência de Mike Oldfield, mas eu não percebi nenhuma semelhança de estilos e se quiser conhecer o trabalho e discutir depois, pode ser um bom assunto, rs.

Seus primeiros álbuns, Circle in The Forest de 1998, Brilliant Streams de 1990 e o já citado Cryptogam Illusions de 1993; são álbuns solo, mas que conta com a participação de talentosos artistas listados abaixo, que tocam em harmonia, sem aqueles solos individuais que às vezes acontecem em apresentações instrumentais. Não rola isso, vão juntos do início ao final das músicas.

Conheci o trabalho do grupo Asturias através do álbum Bird Eyes View, que na minha opinião é emblemático, tipo carro chefe, acertaram a mão, estavam com vontade, sei lá. Depois de ouvir este, quis conhecer todos e não me decepcionei. É que este álbum representou o retorno da banda, onze anos depois de uma parada para trabalhar em outras atividades, mas sempre ligadas à música. Este talvez seja o álbum mais sinfônico da banda e cada nota é uma surpresa, cada música é uma emoção, especialmente a última faixa, Ryu Hyo. Especial atenção para a presença feminina no violino, lindamente conduzido pela jovem Misa Kitatsuji.

Pena que este álbum também não está mais disponível para venda. É mais um, que na página de venda
http://www.musicterm.jp/english/default.asp , está sob status "SOLD OUT".
Resumindo, disponíveis ainda para compra, estão os álbuns In The Search of The Soul Trees, de 2008 e o mais recente, Fractals, de 2011.

Outro detalhe também interessante, é que o pai dele é artista plástico e é quem produziu as capas de cada um de seus álbuns, cujas imagens seguem em anexo.

Nada melhor do que conhecer o trabalho deste grupo através do ótimo álbum, Bird Eyes View, cujo link segue abaixo.
http://asturias5.exblog.jp/

Este álbum possui versões com capas diferentes. Incluí as duas na pasta.



Lista de Álbuns e Formação:

Circle in The Forest, 1988 (Asturias)

- Yoh Ohyama / computer programming, synthesiszer, guitars, bass, percussion
- Haruhiko Tsuda / guitars
- Akira Hanamoto / keyboards
- Kazumi Sakurai / drums, percussion
- Yoko Ueno / voice
- Hiroshi Ochiai / guitars
- Hajime Takeuchi / african drums

Brilliant Streams, 1990 (Asturias)

- Yoh Ohyama / computer programing, synthesizer, guitars, bass, percussion
- Haruhiko Tsuda / guitars
- Akira Hanamoto / keyboards
- Kazumi Sakurai / drums, percussion
- Yoko Ueno / vocals
- Tamami Furuta / piano
- Hiromi Sakuma / piano
- Toshitsugu Inoue / fagot

Cryptogam Illusion, 1993 (Asturias)

- Yoh Ohyama / computer programing, synthesizer, guitars, bass
- Haruhiko Tsuda / guitars
- Kazumi Sakurai / drums, percussion
- Yoko Ueno / vocals
- Udai Shika / cello
- Tatsuya Murayamy / violin
- Tamami Furuta / piano
- Toshitsugu Inoue / fagot

Bird Eyes View, 2004 (Acoustic Asturias)

- Yoh Ohyama / guitars, glockenspiel
- Yoshihiro Kawagoe / piano
- Misa Kitatsuji / violin
- Kaori Tsutsui / clarinet, recorder
- Kanako Itoh / vocals

Marshing Grass on The Hill, 2006 (Acoustic Asturias)

- Yoh Ohyama / guitars
- Kawagoe Yoshihiro / piano
- Tsutsui Kaori / clarinet, recorder
- Ito Kyoko / violin
- Kitatsuji Misa / violin
- Sakaue Masumi / celtic harp
- Itoh Kanako / vocal, chorus

In The Search of The Soul Trees, 2008 (Asturias)

- Yoh Ohyama / guitars, bass, mandolin, keybords, glockenspiel, harp, cello, percussions, synthesizer
- Haruhiko Tsuda / guitars (VI)
- Tsutomu Kurihara / guitars (V)
- Satoshi Hirata / guitars (III)
- Akira Hanamoto / mellotron (I,III,VIII)
- Yoshihiko Kawagoe / piano (II, X)
- Kaori Tsutsui / clarinet, recorders (I,II,VII)
- Kyoko Itoh / violin (I, V)
- Misa Kitatsuji / violin (IX)
- Shigeo Sasaki / drums (II, IV, VIII)
- Aya Nasuno / percussions
- Kanako Itoh / vocals
- Hassy / vocals

Legend of Gold Wind, 2011 (Acoustic Asturias)

- Tei Sena / violin
- Kaori Tsutsui / clarinet, recorder
- Yoshihiro Kawagoe / piano
- Yoh Ohyama / gut guitar

Fractals, 2011 (Electric Asturias)

- Satoshi Hirata / guitars
- Tei Sena / violin
- Yoshihiro Kawagoe / keyboards
- Kiyotaka Tanabe / drums
- Yoh Ohyama / bass

Forte abraço!
Ricardo

Enjoy!!!!!!!!!!!!!!!