Mostrando postagens com marcador Santana. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Santana. Mostrar todas as postagens

21 de fev de 2014

Carlos Santana


Carlos Alberto Santana Barragán, mais conhecido como Santana ou Carlos Santana (Autlán de Navarro, 20 de julho de 1947), é um conhecido guitarrista e compositor mexicano. Tornou-se famoso na década de 1960 com a banda Santana Blues Band, conhecida posteriormente apenas como Santana - mais precisamente com a sua atuação no Festival de Woodstock em 1969, onde ganhou projeção mundial. Em 1966, ajudou a formar a Santana Blues Band, nome posteriormente encurtado para Santana. A banda começou a tocar no Fillmore West Auditorium, onde muitas das grandes bandas de São Francisco começaram. A primeira gravação de Santana foi The Live Adventures of Mike Bloomfield and Al Kooper, com Al Kooper e Mike Bloomfield. Depois de assinar com a Columbia Records, Santana lançou um álbum auto-intitulado Santana. O grupo consistia, na época em: Carlos Santana (guitarra), Gregg Rolie (teclado e vocais), David Brown (baixo), Belen Garay (bateria), Jose Areas e Michael Carabello (percussão). Na turnê que fizeram para divulgar o álbum (que incluía os sucessos "Jingo" e "Evil Ways"), a banda tocou no Festival de Woodstock. A apresentação aumentou enormemente a popularidade do Santana. Santana se tornou um grande sucesso, tal como o álbum Abraxas, de 1970 (destacando a música "Oye Como Va") e Santana III, de 1971. 


Em seguida, a formação original do Santana se desfez. Gregg Rolie se tornou um dos fundadores da banda Journey. Carlos Santana manteve o nome e utilizou diversos músicos diferentes para continuar a turnê pelo país, lançando vários álbuns. Durante este período, Carlos adotou o nome "Devadip", dado a ele pelo líder espiritual Sri Chinmoy. Vários álbuns foram lançados nas décadas de 1970 e 1980, incluindo colaborações com Willie Nelson, Herbie Hancock, Jones, Wayne Shorter, Ron Carter e The Fabulous Thunderbirds. Em 1991, Santana apareceu como convidado no álbum "Solo Para Ti", de Ottmar Liebert, nas músicas Reaching Out 2 U e numa versão de sua música Samba Pa Ti. Carlos Santana foi incluído no Hall da Fama do Rock em 1998. Carlos Santana lançou em 1999 o álbum Supernatural, que teve as participações de Rob Thomas, Eric Clapton e Lauryn Hill, ganhando prêmios Grammy em nove categorias, no ano seguinte, igualando um record histórico que somente Michael Jackson detinha. Santana costuma usar guitarras PRS de modelo próprio (Signature). Foi aclamado pela revista Rolling Stone como o 20º melhor guitarrista de todos os tempos.

O cara é bom... O cara é fera. Toca com todos e para todos, sempre impondo o som de sua Guitar. Qualquer nota que ouvimos, sabemos que é Santana, que ainda continua produzindo discos de primeira qualidade.

Seguem alguns álbuns:


Moonflower é um álbum ao vivo lançado em outubro de 1977 pela banda americana Santana. O álbum também tem faixas de estúdio, misturadas com as faixas ao vivo, e todas com musicalidade mista de jazz fusion, blues-rock e latin rock. As faixas ao vivo foram gravadas durante a turnê européia do álbum Festival. Chegou à 10ª posição na parada da Billboard. Uma versão da música "She's Not There", dos The Zombies, foi lançada como single e chegou à 27ª posição da Billboard.



Blues for Salvador é um álbum solo lançado em outubro de 1987 pelo guitarrista Carlos Santana, e dedicado à sua esposa Deborah Santana. O álbum rendeu a Carlos o "Prêmio Grammy de Melhor Performance de Rock Instrumental" de 1989.




Carlos Santana possui uma série de discos lançados nos últimos 30 anos. Porém, por muito tempo, ouvi apenas este vinilzão. E até hoje, considero a melhor coletânea de Santana.





ENJOY!!!!

25 de jan de 2014

Eric Clapton & Santana


Um excelente registro do encontro de dois deuses da guitarra.

Eric Clapton on Carlos Santana - The Calling
Tokyo, Japan - April 28, 2000 - EC Compilations - Aud 4
Track List:
Batuka
No One to Depend On
Taboo
The Calling
Apache - Smooth
Soul Sacrifice
Jingo
Little Wing (San Diego, Ca. - August 16, 1975)
Why Does Love Got to Be So Sad? (Los Angeles, Ca. - August 14, 1975







5 de jul de 2012

Santana "Shape Shifter"

Já sei de antemão que:
1º: alguém vai criticar prq é o mesmo de sempre e etc e tal
2º: tô queimando o lançamento do cara apesar de estar rodando por aí faz tempo
3°: Fazer isso só atrai mais a atenção e o blog pode evaporar como tantos

Bem, como um lobo se lixa pra opiniões alheias e principalmente as contrárias ao caminho que queremos seguir isso não altera em nada a ordem dos fatores.

Depois se o cara chegou ao 36º disco eu mesmo compre uns 20 e poucos e tenho todo o resto em digital, por isso prq não este também e prq não compartilhar com quem gosta?

E depois dia mais dia a gente roda mesmo e por isso quero ter o prazer de expor na galeria da alcatéia um quadro tão lindo e tão trabalhado de um artista maravilhoso que é Carlos Santana.

Rodado, já tocou com meio mundo e tocou pra meio mundo ou mais, o que mais me impressiona nele é sua força de vontade e seu talento indiscutível; a força de vontade é prq um mexicano violentado pelo padrasto aos 11 anos de idade pegar sua mala e chegar até aqui?

Poderia tocar caixinha de fósforo que mereceria meu respeito.

Carlos Santana!!!! Amo esse nome, amo esse cara e adoro ouvir suas misturas de ritmos e sua ginga alucinante, suas baladas à SRV, sempre uma ou duas nos discos pra arrebentar de emoção lobos malucos como eu.

Não, sem chances de deixar de fora mais um trabalho desse cara e uivar a plenos pulmões: "ouçam e aplaudam o mestre"!!!!!!Shape Shifter is Carlos Santana's 36th album and the 13-song set is an instrumental tour de force featuring tracks spanning from the late 1990's to the present.

It's powered throughout by Carlos' instantly recognizable virtuoso lead guitar and the Santana Band's world-class musicianship (with one song featuring vocals from Santana's lead vocalists Andy Vargas and Tony Lindsay).

Shape Shifter comprises mostly original compositions that have been stashed away for such an instrumental project and Carlos conceived the album's sequence as thoughtfully as the track selection.Since Santana emerged from the San Francisco Bay Area music scene in the 1960s, the group has sold more than 100 million records, reached more than 100 million fans at concerts worldwide, and been inducted into the Rock and Roll Hall of Fame.

Santana has won 10 GRAMMYs.

With the 2010 release of Guitar Heaven: The Greatest Guitar Classics of All Time, Santana joined the Rolling Stones as one of only two music acts in Billboard history to score at least ine top ten album in each decade from the 1960s.

Among other honors, Carlos Santana is no.20 on Rolling Stone's list of the 100 Greatest Guitarists of All Time.Tracklist:

01. Shape Shifter 06:15
02. Dom 03:51http://www.blogger.com/img/blank.gif
03. Nomad 04:48
04. Metatron 02:38
05. Angelica Faith 05:02
06. Never The Same Again 05:01
07. In The Light Of A New Day 05:06
08. Spark Of The Divine 01:02
09. Macumba In Budapest 04:01
10. Mr. Szabo 06:20
11. Eres La Luz 04:50
12. Canela 05:22
13. Ah, Sweet Dancer 03:08

Obs: Já que o PH se confundiu pra facilitar aqui mais um alter ego, rs
Enjoy!!!!!!!!!!

14 de fev de 2012

Santana "Brothers" By PRB

Hi, Dead!

procurando nos arquivos mutantes por Santana, achei dois posts maravilhosos deste cara inclassificável e dono de um som inconfundível, lembrei de um trabalho pouco conhecido ou comentado na web, trata-se de Brothers.

Onde seu irmão Jorge e seu sobrinho Carlos Hernandes fazem um verdadeiro estrago.

segue aí o link, se interessar faça bom uso dele.

saudações,

do amigo e admirador:

PRBSantana Brothers é um álbum lançado em 27 de setembro de 1994 por Carlos Santana, seu irmão Jorge Santana e seu sobrinho Carlos Hernandez.

O álbum chegou à 191ª posição na parada da The Billboard 200.Luz Amor Y Vida" was nominated for Best Rock Instrumental Performance in the 37th Annual Grammy Awards.

Carlos comes together with his brother Jorge and their nephew Carlos Hernandez to tear it up family-style on their monster guitar opus, BROTHERS.

Released on Carlos's Guts & Grace imprint, BROTHERS is a relentlessly fiery barrage of hard, prog-guitar textures and grooves.

Several of the cuts were co-written by Jorge, who is a prodigious guitarist-composer in his own right.

For a rare and exciting change, the elder Carlos of the ensemble tries his hand on the drums (overdubbed), upping the ante on the thunderous "Transmutation/Industrial," which features all three six-stringers with their amps cranked to 11.

The three again duel it out on the frantic, two-toned "The Trip," which affords a fun look at where their personal styles meet and diverge.

"Thoughts" is a brisk metallic-melodic jaunt a la Steve Vai, penned by and featuring nephew Carlos on guitar with spare backup from the band's rhythm section.

Jorge's gentle and lonely solo treatment of the misty instrumental "Morning in Marin" evokes the spirit of Stevie Ray Vaughan, or perhaps the young Ritchie Valens on "Sleepwalking."Recorded at Plant Studios, Sausalito, California.
Includes liner notes by Hal Miller.

Santana Brothers:
Carlos Santana (guitar, drums, percussion); Jorge Santana, Carlos Hernandez (guitar).

Personnel:
Carlos Santana (guitar, drums, percussion);
Carlos Hernandez, Jorge Santana (guitar);
Karl Perazzo (drums, congas, timbales, percussion);
Walfredo Reyes (drums).

Audio Mixers: Devon Rietveld; Jim Gaines.

Liner Note Author: Hal Miller.

Recording information: Plant Studios, Sausalito, CA.

Additional personnel:
Chester Thompson (keyboards);
Myron Dove (bass);
Walfredo Reyes, Billy Johnson (drums);
Karl Perazzo (drums, congas, timbales, percussion).Entertainment Weekly (10/7/94, p.76) - "...wordless wallpaper: psychedelic blues solos over Caribbean congas, sometimes mellifluous, often mellow..."
- Rating: B-

Q (11/94, p.124) - 3 Stars - Good - "...a rolling groove of languid Latin percussion and chintzy keyboard beds...Wildly indulgent..."

Down Beat (1/95, p.44) - 3 Stars - Good - "...BROTHERS features impressive pop-rock guitar interplay, especially when the two brothers talk to each other with their axes....shows promise for future Santana family projects..."

Jazziz (6/95, pp.98-100) - "...This mostly instrumental album features the elder Santana's distinct tone--a fluid wall comfortable in both jazz and rock--and Jorge's more subtle approach....BROTHERS is as splendid as instrumental jazz-rock gets."Tracks:
1."Transmutation/Industrial" (Santana, Santana)
2."Thoughts" (Hernandez)
3."Luz Amor y Vida" (Santana)
4."En Aranjuez Con Tu Amor" (Rodrigo)
5."Contigo (With You)" (Santana, Santana)
6."Blues Latino" (Hernandez, Santana, Santana)
7."La Danza" (Hernandez, Santana, Santana)
8."Brujo" (Hernandez, Santana)
9."The Trip" (Santana, Santana)
10."Reflections" (Santana)
11."Morning in Marin" (DeAndrade)

Enjoy!!!!!!!!!!!

15 de mai de 2011

Carlos Santana - Lotus 1974

Me deu uma vontade louca de matar saudades....sabe aquele sentimento de ouvir algo assim mais antigo e mais datado?

Talvez daqueles discos que rolavam na "vitrola" qdo eram raros vc conseguir novidades até por falta de grana e qdo conseguia um emprestado ouvia o máximo que desse pra que aquelas notas ficassem gravadas na alma.

Acho que é o caso deste aqui que já postei faz muito tempo e rodou como outros mas que hoje trago com essa emoção junto,ouvir algo que seja o mesmo sim, mas nunca imitado, seja o mesmo do "cara", mas que só ele poderia fazer outro.

Continuo achando que Santana é o cara e aqui mais viajante que nunca...(viu Juca,rs).Tracklist:

Santana - Lotus (CD 1)

01. Going Home [3:32]
02. A-1 Funk [3:12]
03. Every Step of the Way [11:30]
04. Black Magic Woman [3:38]
05. Gypsy Queen [3:57]
06. Oye Como Va [5:46]
07. Yours Is the Light [5:30]
08. Batuka [0:54]
09. Xibaba (She-Ba-Ba) [4:12]
10. Stone Flower (Introduction) [1:13]
11. Waiting [4:13]
12. Castillos de Arena Part 1 (Sand Castle) [2:51]
13. Free Angela [4:26]
14. Samba de Sausalito [4:02]

Santana - Lotus (CD 2)

01. Mantra [7:17]
02. Kyoto (Drum Solo) [9:57]
03. Castillos de Arena Part 2 (Sand Castle) [1:12]
04. Incident at Neshabur [15:56]
05. Se a Cabo [5:38]
06. Samba Pa Ti [8:55]
07. Mr. Udo [3:06]
08. Toussaint L'Overture [7:40]


Enjoy!!!!!!!!!!!!!

14 de out de 2010

Santana - The Greatest Guitar Classics of All Time

Será que ainda se tem algo pra acrescentar sobre este cara?

Um mito, nascido praticamente no Wood como tantos outros; o que mais se poderia dizer que não foi dito ainda?

Da minha parte?
Muito ainda e com fortes motivos e até fáceis de explicar prq inclusive muitos faziam o mesmo.
Consumia todas as matérias que saíam qdo estes caras estavam lançando seus sons e os mesmos sons encantando toda uma geração dos 08 aos 80; tem dúvidas?
Samba pa ti é uma prova de uma música que atravessou décadas e não envelhece ao mesmo tempo que ouve o neto e o avô ou avó.

O que mais me apaixonou na vida de Carlos Santana foi sua força e sua garra em sobreviver e vencer; mas isto muitos fazem e não conseguem eu sei, mas e apesar de muitas histórias Santana saiu de casa aos 11 anos de idade porque era molestado pelo padrasto e esta entrevista está pra quem quiser ver no "Bio Beats".

Daí pra frente altos e baixos, drogas, sacanagens, mas nosso herói firme em busca de um objetivo só "VENCER", mas não a qualquer preço mas provar que era melhor que o mundo queria mostrar.
Casou-se, ficou muito tempo com a mesma esposa que sempre disse que era um cara maravilhoso, e os filhos apaixonados tb, criou duas ou três fundações de apoio a crianças tanto no México como nos EUA e tb ao redor do mundo; as verbas dos discos são destinadas a estas fundações, e assim prossegue Senhor Carlos Santana.Agora fazendo o que só os gênios podem e tem peito pra fazer.
Regravar os maiores clássicos, da forma que quer e com quem quer, alguns dizem que ele é influenciado pela cobra de seu produtor, eu ainda tenho dúvidas, prq se repararem bem, Chris Cornell e Rob Thomas não estão em topo de lista nenhuma e até na época do Audioslave não virou como deveria e o Matchbox tb não foi isso tudo e aí que pra mim reside o dedo e a mão do cara que sabe e não do cara que quer ganhar grana.

Neste momento que termino minha redação (rs) estou ouvindo Joe Cocker e a versão de Little Wing, simplesmente avassaladora ao meu ver, simplesmente simples, e uma puta de uma guitarra que só o Santana mesmo consegue, chegando próximo a musicalidade do SRV mais que do Hendrix, mas o Joe?
caraca qto mais velho melhor e olha que nunca fui seu fã, mas está arrasador.

Agradecimentos ao Morcegão e a galera do Seres da Noite de onde trouxe esta jóia, com link e tudo,rs, as capas e adereços são por minha conta afinal cada um posta como quer e gosta, eu gosto assim.

Valeu Ser da Noite.Guitar Heaven:
The Greatest Guitar Classics of All Time, referred to as simply Guitar Heaven, is the eighteenth studio album by Carlos Santana, released on September 21, 2010.
It is a classic rock covers album and features guest performances by several popular vocalists, including India.Arie, Chris Cornell, Scott Stapp, Scott Weiland, Chris Daughtry, Jacoby Shaddix, Chester Bennington, Rob Thomas, and rapper Nas.The longest-running, most successful partnership in the history of rock takes flight anew, as legendary Rock And Roll Hall of Fame inductees Carlos Santana and Clive Davis collaborate on the brand new concept album, GUITAR HEAVEN: THE GREATEST GUITAR CLASSICS OF ALL TIME.The album was co-produced by Carlos Santana and Clive Davis with tracks produced by Matt Serletic and Howard Benson. Working from their collective encyclopedic knowledge of rock, Carlos Santana and Clive Davis devised a list of guitar-centric titles and then invited a Who s Who of guest vocalists to perform on every track.Singers range from Chris Cornell (on Led Zeppelin s Whole Lotta Love ), Pat Monahan (on Van Halen s Dance the Night Away ), Chester Bennington and Ray Manzarek (on The Doors Riders on the Storm ), Rob Thomas (on Cream s Sunshine Of Your Love), Scott Weiland (on the Rolling Stones Can t You Hear Me Knockin ), Chris Daughtry (on Def Leppard s Photograph ), Gavin Rossdale (on T. Rex s Bang A Gong ) to rapper Nas (on AC/DC s Back In Black ), veteran Joe Cocker (on Jimi Hendrix s Little Wing).Twenty-eight years passed between number one albums for Santana, 1999’s globe-conquering Supernatural the group’s first chart-topper since III of 1971.

Since then, the band has enjoyed a spell at the peak of the stateside albums chart with 2002’s Shaman, and 2005’s All That I Am reached number two. Guitar Heaven follows the formula of its preceding trio, guitar hero Carlos joining forces with an array of guest vocalists.

The major difference is that this is a covers collection, with tunes picked from the catalogues of acts like The Rolling Stones, Cream, Deep Purple and AC/DC.
Personnel:
Carlos Santana - lead guitar
Dennis Chambers - drums
Benny Rietveld - bass
Karl Perrazo - timbales
Tommy Anthony - rhythm guitar
Freddie Ravel - keyboards
Andy Vargas - background vocals
Raul Rekow - Congas
Bill Ortiz - trumpet
Jeff Cressman - trombone

Production
Co-produced by Carlos Santana and Clive Davis
Tracks produced by Matt Serletic and Howard BensonTracks:
01. Whole Lotta Love (featuring Chris Cornell of Audioslave )
02. Can’t You Hear Me Knocking (featuring Scott Weiland of Stone Temple Pilots)
03. Sunshine Of Your Love (featuring Rob Thomas of Matchbox Twenty)
04. While My Guitar Gently Weeps (featuring India.Arie & Yo-Yo Ma)
05. Photograph (featuring Chris Daughtry of American rock band Daughtry)
06. Back In Black (featuring Nas - American rapper and actor)
07. Riders On The Storm (featuring Chester Bennington of Linkin Park and Ray Manzarek)
08. Smoke On The Water (featuring Jacoby Shaddix of Papa Roach)
09. Dance The Night Away (featuring Pat Monahan of American rock band Train)
10. Bang A Gong (featuring Gavin Rossdale - from British alternative rock band Bush)
11. Little Wing (featuring Joe Cocker)
12. I Ain’t Superstitious (featuring Jonny Lang)
13. Fortunate Son (featuring Scott Stapp of American rock band Creed)
14. Under The Bridge (featuring Andy Vargas - American singer)

Enjoy!!!!!!!!!!