Mostrando postagens com marcador A Piedi Nudi. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador A Piedi Nudi. Mostrar todas as postagens

21 de ago de 2009

A Piedi Nudi - Eclissi - 1997

Não consegui ficar quieto de jeito nenhum e havia prometido que faria uma pequena pausa, afinal até nós lobos temos contratempos e recobrar as forças é necessário para a sobrevivência.
Mas como ficar indiferente qdo ao colocar um som pra ouvir e relaxar, me aparece isso pela frente?

Que absurdo, que sonoridade, que força ou punch que possue esse grupo que circula sim pelos blogs do mundo todo; mas não na intensidade merecida e aí é que arrumo desafetos e lá vou eu de novo; prq os sábios de plantão não aceitam que mesmo eu tendo coleções variadas de Premiata, Le Orme e outros, chame a atenção que não existe só estes e "A Piedi Nudi" é a prova de que música de qualidade não circula nas rodas dos revolucionários de butique que só conhecem aquele circuitozinho e não admitem que se saia desse circuito.

Conheci e cresci com músicos de várias vertentes e amigos tb de outras áreas que mais velhos me apresentaram um mundo diferente de Pasquim, Mack e USP, um mundo além do muro de Berlim e tb da extinta CCCP e que se comprova hj estarem certos; prq o que somos roubados por essa esquerda festiva que envelheceu e se encastelou no poder é brincadeira.
Acho que nem no tempo da dita dura se roubou tanto como hoje e o pior que são aqueles que diziam lutar pela liberdade do povo e o direito de ser diferente que nos surrupiam o futuro e o direito a sonhar; são aqueles que foram sim presos por lutar contra aquele regime mas que parece terem esquecido rapidinho o que ficou pra tráz e seus ideais, porque nunca se viu tanta fome, tanta doença e tanta rapinagem juntas em cabeças tão liberais.

Estes são aqueles que criticam o que é diferente da visão deles e não admitem o "belo" visto por outros olhos ou ouvido por outros ouvidos como no caso em questão.
Este sim é o chamado patrulhamento ideológico e como aqui nessa caverna posso uivar a vontade, ouça quem quiser e aceite quem entender.
Ah! prometo que não mais darei espaço pra este assunto aqui e dei por encerrada minhas críticas aos que tb são diferentes de mim, pois se quero liberdade tenho de defender o direito de tê-la tb quem quer que seja não?

Pra me ajudar recorro mais uma vez "a mi amicci Alberto Nucci" que entende bem mais que eu e muitos que opinam sobre musica e ainda mais a italiana.


"Non so se i ragazzi degli A Piedi Nudi siano mai stati a Damasco, ma la loro storia musicale assomiglia a quella religiosa di S. Paolo, con una conversione improvvisa avvenuta all'ascolto del disco del Balletto di Bronzo. Da allora hanno iniziato una rincorsa musicale verso i loro nuovi idoli che, paradossalmente, sembra trovare la sua meta proprio con l'album che forse sembra allontanarli di più. "Eclissi", terzo album degli APN, inizia e si sviluppa su stilemi piuttosto heavy. Non che i lavori precedenti fossero soft, ma la chitarra di Nicola Gardinale si fa adesso piuttosto aggressiva e le ritmiche incedono sovente con passo pesante e poderoso. Eppure il gruppo non rinnega quanto ha fatto finora, anzi... esso trova la sua sublimazione, come dicevo all'inizio, con questo album, dato che i 9 brani del cd non sono certo composti da rullate e ruggiti heavy punto e stop. Non tema chi apprezzava il lato Progressive di questo gruppo che esso costituisce ancora la caratteristica predominante di ogni brano. La somiglianza col Balletto, dicevo all'inizio... beh... ditemi se, ascoltando "Eclissi" da cima a fondo, non vi vengono alla mente vari stacchi e pezzetti musicali di "YS"... poi vi scuotete... e realizzate che non è il Balletto, ma gli A Piedi Nudi..."

Alberto Nucci

Banda:

Carlo Bighetti- drums, flute
Mirko Andreasi- vocals
Nicola Gardinale- guitar
Cristian Chinaglia- keyboards
Simone Bighetti- bass
Enrico Barchetta- French horn

Musicas:
1. Esodo — 5:28
2. L'Inganno — 4:56
3. Le amanti — 6:30
4. Senza ritorno — 4:24
5. Reverendo — 7:41
6. Temporale — 5:51
7. L'infedele — 6:40
8. Amici d'infanzia — 6:38
9. Eclissi — 8:24

total time 56:32

Obs: Me corrigindo ainda em tempo, esta obra prima da música italiana me foi apresentada pelo maninho Dexx e eu não fui justo ao postar, não comentando tal fato; mas o velho lobo iria fazer ao final.
Enquanto há vida a esperança é vencedora Dexx!!!!

Gustare!!!!!!!!!!!!!!!!