11 de fev de 2016

14 BIS - Rock de Minas


14 Bis é uma banda vocal/instrumental brasileira que surgiu em Belo Horizonte, Minas Gerais, criada pelos irmãos Flávio e Cláudio Venturini, Hely Rodrigues, Vermelho e Sérgio Magrão. O 14 Bis foi criado no final do ano de 1979 por músicos que já se conheciam e alimentavam a ideia de ter uma banda brasileira nos moldes de bandas internacionais que tanto influenciaram seus integrantes como Beatles, Rolling Stones, The Who, Deep Purple, Yes, Led Zeppelin, Pink Floyd entre outras. Foram também influenciados pelo Clube da Esquina. Todos os membros são de Minas Gerais, exceto Sérgio Magrão, baixista do grupo, que é do Rio de Janeiro. Antes da fundação do 14 Bis, cada membro trabalhava junto a um grupo ou artista diferente. Flávio e Sérgio estavam no O Terço, Hely e Vermelho no Bendegó e Cláudio com Lô Borges. Foi com o aval de Milton Nascimento (produtor do primeiro disco) que o 14 Bis foi contratado pela multinacional EMI-Odeon para gravar 14 Bis, com canções como "Natural" e "Canção da América", esta uma inédita de Milton Nascimento e Fernando Brant. No ano seguinte, foi lançado o disco 14 Bis II. Neste disco havia músicas como "Planeta Sonho", "Nova Manhã", "Caçador de Mim", "Bola de Meia, Bola de Gude" entre outras. Em 1981, foi lançado Espelho das Águas, disco com mais uma inédita de Milton e Brant, "Nos Bailes da Vida". O ano de 1982 veio com Além Paraíso, gravado depois de uma viagem aos EUA onde a banda comprou o melhor equipamento existente à época. 



O hit foi "Linda Juventude". Em 1983 saiu A Idade da Luz, quinto disco em menos de cinco anos, com mais um hit, "Todo Azul do Mar". Aí veio o sexto disco onde o 14 Bis experimenta e flerta com a new age (movimento musical britânico). Novas parcerias musicais e estéticas mostram que A Nave Vai, lançado em 1985, é multifacetado desde a capa ao conteúdo. Canções como "Nuvens", blues como "Figura Rara" e a new age "Outras Dimensões" traduzem a inquietude musical e a busca incessante do novo pelos seus integrantes. O sétimo disco é o último disco de canções inéditas composto e gravado com a formação original da banda e marca a saída de Flávio Venturini do 14 Bis para a melhor condução de uma carreira solo que já havia rendido dois discos paralelos ao trabalho da banda. A parceria com Renato Russo em "Mais uma Vez" é um sucesso desse trabalho. Naquele mesmo ano de 1987, foi gravado o primeiro disco ao vivo do 14 Bis, 14 Bis ao Vivo, ainda com a formação original. Já nos anos 90 o 14 Bis lança Quatro por Quatro, disco raro no mercado que apresenta músicas como "Romance", "O Fogo do teu Olhar", "Dona de Mim" entre outras. Foi o primeiro a ser gravado no formato CD. 



Os trabalhos anteriores haviam sido gravados em discos de vinil e fitas cassete, mas foram relançados em CD pela EMI. O único disco que não foi editado em CD é o Sete (1987). O décimo disco é também o primeiro gravado fora do Brasil, Siga o Sol foi quase todo gravado e mixado em Nova Iorque. No final nos anos 90 a banda grava o CD Bis apresentando sucessos da banda no formato acústico e também canções inéditas como "Sonhando o Futuro". Em 2000 a banda grava com o grupo Boca Livre um trabalho ao vivo, Boca Livre e 14 Bis Ao Vivo, com clássicos das duas bandas. Em 2004 o 14 Bis lança mais um disco de músicas inéditas, Outros Planos, no qual a banda mostra novas parcerias e músicas como "Outono", "Canções de Guerra" e "Constelações", entre outras. O trabalho mais recente[quando?] é o CD e DVD 14 Bis ao vivo, primeiro DVD da banda contendo seus grandes sucessos e trazendo a participação de Flávio Venturini, Beto Guedes, Rogério Flausino e Marcus Viana. Atualmente o grupo vem excursionando por todo o Brasil com os shows Encontro Marcado, ao lado de Flávio Venturini e da dupla Sá e Guarabyra, e a turnê comemorativa de 35 anos de carreira. Os planos para o futuro breve é registro do Encontro em CD e DVD, e o relançamento do CD Outros Planos, de 2004, com a adição de duas canções inéditas.
Mais informações: (http://14bis.com.br/)









8 de fev de 2016

Lester Butler - Harmonica Blues


Lester Butler (November 12, 1959 – May 9, 1998) was an American blues harmonica player and singer. He achieved fame as the singer and harmonica player for the Los Angeles, California, based blues roots band, The Red Devils. The Red Devils (originally known as The Blue Shadows) released one album, 1992's King King. It was produced by Rick Rubin on his Def American record label. The group featured drummer Bill Bateman (The Blasters), Dave Lee Bartel on guitar, Paul Size on lead guitar, Johnny Ray Bartel on bass, and pianist Gene Taylor. The Red Devils recorded 22 tracks with Mick Jagger in June 1992, produced by Rubin, though the tracks were not issued at the time (they have since cropped up on various bootlegs, and one track was officially released on a Mick Jagger compilation on Rhino Records in 2007). The band also backed actor and sometime musician Bruce Willis, when the action star performed at his Planet Hollywood clubs. 


The Devils also backed Johnny Cash on music that was not released until the country singer's death, on the boxed set Unearthed. Butler also played on Rancid's 1998 album Life Won't Wait. After the breakup of The Red Devils, Butler also fronted the band, 13, releasing one self-titled record on Hightone Records in 1997. The original members of 13 included Kid Ramos on guitar, James Intveld on bass, and Johnny Morgan on drums. The recorded release of 13 on Hightone Records and produced by Warren Croyle features Stephen Hodges and Johnny Morgan on drums, Tom Leavey and James Moore on bass, Andy Kaulkin on keyboards, Alex Schultz, Smokey Hormel, Paul Bryant, and Doug Hamlin on guitar. Butler achieved his greatest fame in Europe, especially the Netherlands, where the Lester Butler Tribute Band still performs. Butler died of an overdose of heroin and cocaine on May 9, 1998, in Los Angeles at the age of 38. Two of his friends were convicted in his death of involuntary manslaughter.







5 de fev de 2016

9DW - Eletronic Jazz Fusion (Japan)


A solo project by the Japanese artist/producer K.Saito first showcased in March 2009 at the SXSW MUSIC convention in Austin, Texas. This was followed by the release of the album, ‘SELF TITLED’, on NYC based WAX POETICS magazine’s WAX POETICS RECORDS label. The album’s mix of electric fusion and boogie as well as high production values gained Saito both fans and critical acclaim around the world, including many well known names within the world of music. 






2 de fev de 2016

9.30 FLY - Prog Folk Rock


The sole album by this quintet from Cheltenham, England, came and went in May 1972. Fronted by husband-and-wife duo Michael and Barbara Wainwright, they played a deft blend of prog, folk-rock, and singer-songwriter material, but failed to connect with an audience at the time. The original LP has sold for over $500, and makes its long-overdue return to CD here, complete with background notes and rare images. http://www.forcedexposure.com/Catalog/9-30-fly-cd/PT.8043CD.html )







30 de jan de 2016

10 cc - ROCK


10cc foi uma banda britânica de art rock famosa na década de 1970. A banda era inicialmente formado por quatro músicos que já tinham composições em parceria e que gravaram juntos por cerca de três anos até assumirem o nome "10cc" em 1972. Em 1975, a banda atingiu o seu maior sucesso com a canção I'm Not in Love além de outros hits como: Silly Love, Wall Street Shuffle e Dreadlock Holiday. Desde 1999, Gouldman tem feito uma turnê com uma versão da banda formada por Rick Fenn, Paul Burgess, Mick Wilson, Mike Stevens e/ou Keith Hayman, com aparições ocasionais convidado por Kevin Godley. A banda lançou duas turnês nacionais no Reino Unido e Europa, tocando os sucessos do 10cc, além de composições de Gouldman que foram sucessos na voz de outros artistas.









Banda:
Graham Gouldman
Eric Stewart
Kevin Godley
Lol Creme

27 de jan de 2016

9 Lazy 9 - Italian Acid Jazz


9 Lazy 9 is an Italian-based acid jazz/downtempo group on the Ninja Tune label. The group consists of Keir Fraserello, James Braddell (also of Funki Porcini and performing here under the guise of Giacomo Braddellini), with Gianluca Petrella playing trombone, Mishael Levron on guitar, Manù Bandettini playing flute and Adriano Tirelli on bassoon.







24 de jan de 2016

4 Non Blondes


4 Non Blondes foi uma banda de rock alternativo americana formada em 1989 em São Francisco, com Linda Perry (vocal), Roger Rocha (guitarra), Christa Hillhouse (baixo), Dawn Richardson (bateria). Elas achavam que o fato de nenhuma ser loira era algo peculiar, assim nomearam-se "Quatro Não-Loiras" (4 Non Blondes). Seu único álbum, Bigger, Better, Faster, More! (1992), recebeu o prêmio de melhor álbum, vendendo cerca de seis mihões de cópias em todo o mundo. O single "What's Up?", um dos maiores hits da década de 90, recebeu o prêmio de melhor música de Bay Area, e Linda Perry foi eleita como a melhor cantora do ano. O sucesso da banda levou Perry a deixar o grupo, considerando-o muito pop. Ela seguiu carreira solo e lançou dois álbuns: In Flight (1995) e After Hours (1998), sem muito sucesso. Como produtora, Perry trabalhou com cantoras famosas como Pink e Christina Aguilera.







21 de jan de 2016

4 Jacks - Rock Blues



Anson Funderburgh, Big Joe Maher, Kevin McKendree, Steve Mackey. There's hardly enough room here to list the accomplishments of these 4 artists, only that the whole is even better than the parts. I know that's a pretty big claim but the music on this disc is all the proof one needs. Its just what you would expect from these top shelf musicians whose song writing and playing skills has the authenticity that few players can produce while still sounding fresh and vital. - amazon.com


18 de jan de 2016

3rd Avenue Blues Band


3rd Avenue Blues Band is one of those early 70s Blue-eyed jazz funk band like "Tower of Power", "Albert", ... This LP was recorded at IRI Studios, Dallas, Texas and contains wonderful soul funk tunes sang by the black singer Harold Jones. The best track is maybe the terrific funky "Come on and Get It" but this album includes some great remakes of Isley Brothers, Eddie Harris,...
 Style: Blue-eyed soul funk / Psychedelic funk








15 de jan de 2016

3 DOORS DOWN

3 Doors Down é uma banda de rock alternativo americana, originária da cidade de Escatawpa, Mississippi formada por Brad Arnold (vocal e bateria), Matt Roberts (guitarra) e Todd Harrell (baixista). A banda assinou com a Universal Records depois do sucesso de sua música "Kryptonite". A banda vendeu mais de 15 milhões de cds pelo mundo desde seu primeiro álbum, The Better Life, que foi lançado em 2000. Eles fizeram cerca de 300 shows por ano e dividiram o palco com outros artistas como Tantric, Lynyrd Skynyrd, Staind, Nickelback, Alter Bridge, Breaking Benjamin, Econoline Crush, Hinder, Seether, Shinedown, Finger Eleven, Daughtry, Jet Black Stare, e Switchfoot.


3 Doors Down - 1999 - The Better Life


O primeiro álbum de 3 Doors Down, The Better Life foi lançado em 2 de Fevereiro de 2000, e foi considerado o 11º melhor álbum do ano, vendendo cerca de 11 milhões de cópias. Isso foi garantido 6x platinum, agradecimento em maior parte ao singles internacionais , "Kryptonite", "Loser", e "Duck and Run". Um quarto single, "Be Like That", foi jeito e foi atualmente regravado para o filme de 2001 American Pie 2, que alternou letras para as 2 primeiras linhas. Essa versão é conhecida como "The American Pie 2 Edit". Para gravação do álbum, Brad Arnold gravou a parte de vocal e bateria juntas. Entretanto, durante a turnê de The Better Life, a banda contratou um baterista e Brad Arnold fez a apresentação em frente o palco.


3 Doors Down - 2005 - Seventeen Days



O terceiro álbum da banda de 2005, Seventeen Days, foi lançado e ganhou disco de platina. "Let Me Go" e "Behind Those Eyes" foram as músicas de mais sucesso. "Live for Today", "Landing in London" (onde Bob Seger fez back-up vocals e guitarra), e "Here by Me" foram lançadas como singles. Durante a tour de Seventeen Days, a banda apareceu com a banda de rock Lynyrd Skynyrd, como abertura de show deles.  Greg Upchurch, fundados do Puddle of Mudd, substituiu Daniel Adair em 2005.



13 de jan de 2016

Dionne Warwick - Uma dama da canção americana...


Marie Dionne Warwick (East Orange, Nova Jérsei, 12 de Dezembro de 1940) é uma cantora norte-americana. É prima de primeiro grau de Whitney Houston, irmã de Dee Dee Warwick e sobrinha de Cissy Houston. Ganhou fama como a intérprete preferida dos compositores Burt Bacharach e Hal David. Ambos a presentearam com uma série de sucessos. Com mais de 50 anos de carreira, estima-se que tenha vendido mais de 66 milhões de cópias de seus discos. Em 1963, emplacou o clássico soul "Don't Make Me Over", chamando a atenção de David e Bacharach, que estavam procurando a voz ideal para suas sentimentais baladas. Com ela, rapidamente várias músicas que a dupla escreveu se tornaram sucesso com a sua voz, como "Walk On By", "Do You Know The Way To San Jose?", "Alfie" e "I'll Never Fall In Love Again". Entretanto, outras da autoria de David/ acharach ficaram consagradas nas vozes de outros artistas, porém, gravadas primeiramente por Dionne durante os anos 60, como "(They Long To Be) Close To You", "Raindrops Keep Fallin' on My Head", "What The World Needs Now", "The Look Of Love", entre outras, além de "I Say A Little Prayer", que apesar de ter feito sucesso na voz de Aretha Franklin, é uma música consagrada por Dionne, e uma das mais requisitadas pelos seus fãs.



 Em 1982, Barry Gibb dos Bee Gees, que já declarou ser grande fã da cantora, decidiu produzir um álbum para Dionne chamado Heartbreaker, contando com várias participações do cantor tocando violão assim como fazendo backing vocal. Esse disco trouxe uma música que foi sucesso em todo o mundo e não pode faltar em seus shows: "Heartbreaker". Outros êxitos notáveis da cantora durante os anos 80 foram "It’s You", dueto com Stevie Wonder em 1985, da trilha sonora do filme "A Dama de Vermelho" e também "Love Power", dueto com Jeffrey Osborne em 1987. Dionne também participou de duas músicas beneficentes, ambas em 1985: We Are The World, fazendo parte dos USA For Africa ao lado de várias estrelas da música americana e também That's What Friends Are For, ao lado de Stevie Wonder, Elton John e Gladys Knight, escrita pelo seu velho amigo Burt Bacharach em conjunto com Carole Bayer Sager. Em 1990, Dionne lançou um disco que reverencia um grande músico norte-americano: Cole Porter, destacando a música "Begin The Beguine". É grande admiradora da música brasileira, e além de uma casa de veraneio na Bahia e outra no bairro do Jardim Botânico no Rio de Janeiro Dionne apresenta-se com certa regularidade ao lado de intérpretes de renome, como Ivan Lins, Simone, Jorge Ben Jor, entre outros e comparecendo muitas vezes ao Programa do Jô.




Com vocês, Dionne Warwick














ENJOY!!!

10 de jan de 2016

Joan Armatrading - Great Voice from England...


Joan Anita Barbara Armatrading, MBE is a British singer-songwriter and guitarist. As a three-time Grammy Award-nominee, Armatrading was nominated twice for BRIT Awards as Best Female Artist. She also received an Ivor Novello Award for Outstanding Contemporary Song Collection in 1996. In a recording career spanning 40 years, Armatrading has released 18 studio albums, as well as several live albums and compilations. Armatrading possesses the vocal range of a contralto. Her music is considered to be mostly pop with forays into rock, folk, jazz, blues, soul, and reggae.





7 de jan de 2016

Step Ahead - French Prog Rock


Step Ahead biography (ProgArchives)
French act STEP AHEAD was active in the early 80's. Their only release prior to breaking up, 1982's "Step Ahead" has seen lots of praise coming it's way, which has led to the album being reissued two times so far. In many ways the band, dominated by the contributions of Christain Robin (guitars), Claudie Truchi (keyboards) and Danny Brown (vocals) were a precursor of things to come. Symphonic rock of late 70's Yes is a clear influence, but mixed with classical influences and 80's keyboards the resulting sound was quite similar to what was to be coined Neo Progressive in England a couple of years later. Other musicians participating on the only album made by this talented group are Gerard Macia (guitars), Antoine Ferrera (bass), Jean-Yves Dufournier (drums), Alain Lejeune (keyboards), Philippe Recht (bass), Emmanuel Riquier (drums).