Mostrando postagens com marcador For Absent Friends. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador For Absent Friends. Mostrar todas as postagens

6 de jul de 2010

For Absent Friends - Running Circles (1994)

Como disse aqui está o outro disco que trouxe do blog Voo7177 da banda holandesa FAF, e queria aproveitar o "trazer" do blog do meu amigo Mactatus, como já trouxe o Era Wilson ou do Seres ou de tantos outros amigos que fiz nessa jornada pra avisar alguns pouquíssimos e malditos anônimos, puxa sacos do antigo blog que eu frequentei qdo comecei nessa de postagem que:

1º: Qdo fui pra lá fui convidado e não pedi pra isso, procurava só um som e me correspondi com o responsável, por isso entrei pela frente como os que lá postavam, prq só se fosse convidado.
Todos os discos que postei lá eu postava aqui, prq pra entrar lá eu abri aqui primeiro, inclusive pra aprender mexer com essa de blog,rs

2º: Os discos que lá postei são meus, porque eu os comprei com meu dinheiro e por isso para responder à um maldito puxa saco que disse: - "eu teria de devolver....." Não teria o porque devolver nada pra lá afinal não tirei nada de lá, aliás, meus posts já foram se não me engano quase todos deletados de lá (prq nem lá vou, faz tempo deixou de ser agradável), por isso nem o tal do adm do blog iria querer qqr ligação com meu nome no seu lindo, maravilhoso e respeitado blog que foi transformado numa rádio. Obs: os que não são meus eu sempre cito a fonte de onde vieram.

3º: Eu ainda mantenho posts antigos daquela época prq quero, o blog é meu, eu cuido e mantenho, não devo nada a seu ng, não temo a seu ng, e não fui eu que aprontei nas costas de várias pessoas que antes eram chamados de irmãos, queridos, colaboradores e etc e depois que ficou quase só, teve que ficar mandando convites até via orkut pra ver se alguns (vários)voltavam, e muitos me mostraram os convites pra postar lá, inclusive meu filho!!!!!!Imagine vc, eu resolvi dar um tempo prq o ambiente não era o que eu queria e não estava me sentindo bem.
De repente o adm saí respondendo pra qqr um que perguntava por mim que eu larguei eles na mão, e que resolvi sair???????
Aí faz uma campanha rasteira nas minhas costas até pro meu filho?
Tentando mostrar que ele é bom e eu ruim?????

Rá,rá,rá,se tem uma coisa que meu filho e aqueles que convivem comigo sabem, é da minha maldade, prq nunca escondo meus defeitos, conviver com virtudes é fácil, e lá eu percebi que se vc não for virtuoso não serve e eu não sou.

4º pra encerrar, conforme eu for atualizando estes posts eles serão alterados "se" eu achar que deva, senão serão repostados com nomes antigos, de uma vida anterior onde eu muito trouxa achava que na net era diferente e que as pessoas até podiam ser amigas mesmo a distãncia. Mas o que me deixou mais feliz disso tudo foi que sobraram só os bons mesmo, como o Dio, a Lucy, a Luciana, o meu amado PoucoSiso, o Celso Loos, meu irmãozinho do coração Lamarca (saudades sem vergonha!) e mais alguns que peço desculpas senão ficaria muito mais extenso e haja saco pra ler né?

Mas além desses verdadeiros amigos, de caráter dentro e fora da net, se somaram estes que hj me acompanham nessa humilde alcatéia que não tem a mínima pretensão de ser o maior em nada, que fica feliz com 01 ou 100 downloads, afinal não ganho por produção; mas que agora não fossem esses anônimos do capeta, raça do caralho como dizia Mano Brown, aqui poderia chamar de um pequeno oásis pra mim e pra alguns descansarem suas cabeças desse mundo povoado de covardes.

Desses que se acham no direito de quererem algo que não é deles, não tendo capacidade nem em equipe de fazer algo melhor, te acusam de roubar o que é seu; e ainda "pegando o bonde andando" acham que ficarão famosos.....rs, continuam anônimos, sei escrever mais de 100 linhas falando de qqr um sem citar o nome e o lugar e ainda assim dar o recado; obrigado por me ajudar a exercitar minha capacidade lupina de viver,rs

Enjoy!!!!!!!!!!!!!!

Vamos ao post então?Adoro fazer observações (Novidade,rs) mas deixei neste caso aos cuidados de um amigo, Alberto Nucci, italiano e de um blog italiano fantástico para dar suas explicações, creio serem as mais expressivas com relação à este trabalho.

"Secondo album pieno per questa band olandese che personalmente ho avuto modo di vedere dal vivo un paio d'anni fa, senza che la loro esibizione mi abbia granché impressionato. In effetti i FAF sono un po' gli alfieri del pop Prog che piace tanto a un certo pubblico del Nord Europa, lasciando abbastanza indifferenti noi gente del Sud (Bossi compreso).

OK, bell'inizio... e ora sotto con le note prettamente musicali. L'inizio è abbastanza promettente: "Into love" ha un'introduzione con tastiere a tutto spiano che fa sperare per il meglio; fuoco di paglia... il pezzo si trasforma subito in una canzone tipica del gruppo, dall'apparenza pseudo-romantica e con alternanza di momenti melodici ad altri più tirati. Il pezzo in questione, tutto sommato, alla lunga rimane uno dei migliori del lotto dei 10 del CD e se anche i successivi si fossero dimostrati sulla stessa falsariga il gradimento mio personale si sarebbe assestato su un piano di sufficienza.

Sia ben inteso che questa mia non è una critica in assoluto al gruppo, il quale è molto professionale e sa costruire delle canzoni in fondo gradevoli (è qui valido lo sfruttatissimo consiglio di ascoltarsi il CD in macchina, durante una gita con gli amici); gli arrangiamenti sono molto curati e difficilmente si possono individuare delle sbavature nel risultato proposto all'attenzione degli ascoltatori.

Posto a confronto col lavoro precedente ("Both worlds" - 1991), "Running in circles", pur non presentando quelle 2-3 composizioni che si distaccano dal resto, è di qualità mediamente superiore, ma il problema dei FAF, almeno per ciò che mi riguarda, è proprio questo: i pezzi scivolano via uno dietro l'altro, senza che si riesca a prestare granché attenzione all'uno invece che all'altro.

Ecco, vedete, per esempio...? Avevo cominciato poche righe più su a parlare della prima traccia, dilungandomi poi in altri discorsi, ed ora mi accorgo che il CD è già arrivato alla quarta canzone, senza che mi ricordi molto di quelle intercorse in questo lasso di tempo..."

Line-up / Musicians
- Edwin Roes / guitar
- René Bacchus / bass, vocals
- Edwin Wernke / drums
- Alex Toonen / vocals
- Peter de Jong / keyboards

Studio Album, released in 1994

Songs / Tracks Listing
1. Into love
2. 0wn Town
3. New day
4. Passing Days
5. Running Scared
6. Someone Like You
7. The Fight
8. The bald, the fat and the ugly
9. Memories
10. NightsObs: Como no post anterior da banda, segue o link vivo ainda do próprio Voo 7177.
Post original feito em 23/01/09 (bem pra quem não lembra eu cito a postagem original por dois motivos:
-em primeiro pra não enganar ng de estar trazendo pra frente simplesmente posts já feitos, e como não gosto de escrever no título (repost) dou uma satisfação aqui, e com isso em segundo, tb mostro que não é a primeira vez que tento postar este ou outro trabalho que provavelmente foi deletado, mas como sempre procurei hosts que não sumam com os arquivos, e aconteceu o de sempre......

ARBITRARIEDADE - Falta de cumprimento da lei, e por isso aqui na terra da net de ninguém os meninos gênios do Google se tornaram tão ditadores qto a ditadura da china que eles criticaram prq fechou seu acesso lá, e aqui no Brasil eles se negaram a prestar informações internas deles alegando liberdade de expressão lembram?, coisa que eles negam a nós usuários da máquina que ajudamos a construir, nos tratando como meros objetos de seu divertimento e dizendo amém as leis da dmca e fazendo um rapapé e um beijamão que dá nojo pra ficar de bem com eles e servi-los, afinal são do mesmo 1ºmundo não? Que lindo.....!!!!!!!!!!!!!!!!

Enjoy!!!!!!!!!!!!!

4 de jul de 2010

For Absent Friends - Both Worlds (1991)

Este progressivo holandês me foi apresentado pelo maninho Mactatus que sempre visitava no Voo 7177 (que até onde sei deve voltar ao ar no meio do ano, tomara mesmo,rs) prq tinha muito respeito pelo trabalho que eles realizavam lá.

É uma banda até certo ponto desconhecida do circuito mainstream , mas de uma qualidade impressionante e de uma sonoridade que nos remete onde muitas bandas se perderam e de outras novas que não encontraram mais o caminho.

A viagem é acariciada com vocais que poderiam-se dizer perfeitos e uma dicção idem; eu sei que a Holanda já nos deu muita coisa boa e a escola é tradicional, mas posso dizer ter ficado surpreendido para o bem e espero que gostem.

Qdo disse no post anterior que iria postar um progressivo era deste que falava, mas tb não perdeu-se nada prq os Gales Bros são realmente muito bons, mas este som é simplesmente divino e está anos luz a frente de muita banda pseudo prog que navega nas capas de blogs tradicionais.

Eu realmente não entendo a dificuldade de sair do chamado (por mim é claro,rs) circuito progressivo de boutique, que são esses chatos de plantão que criticam tudo que não siga a cartilha?????que eles mesmo criaram , uma espécie de circuitinho "in" e quem não segue essa linha é bombardeado e até perseguido como já fui, só por variar sonoridades e não ser purista?????como eles se acham ser, até parecem uns tais arianos surgidos no passado e ainda bem vivos até hoje, mas no fundo estão mais pra fundamentalistas e intelectualóides que acham qqr nome italiano difícil e comprido "fantástico" e nem imaginam que tal som lá ou em qqr lugar de respeito nunca obteve a devida reputação justamente por não ter o devido gabarito.Mas eles se acham e o que mais impressiona é que muitos são jovens e aí tem a desculpa da idade e do desconhecimento (claro que um pouco de pesquisa ajudaria mas...) mas outros já rodados, travestem seus blogs de nomes assim e eu me espanto ao encontrá-los; principalmente qdo como citei são italianos; os quais pude ter um bom contato desde os anos 70 e até hoje mantenho uns chats on line semanais pra conversarmos justamente sobre isso o que claro me dá a oportunidade de atualizar minha visão com a de quem realmente está no meio desde o início e ainda por cima tocando, o que é melhor ainda.

Bem, paciência, nem eu sou dono da verdade e nunca pretendi pensar em sê-lo, mas ver muita asneira assim me cansa a pelagem lupina, e aí só ouvindo um maravilhoso som como este direto do Voo 7177 pra acalmar meu humor; Mactatus vc tá fazendo falta meu irmão.

Na próxima pretendo postar o segundo que tenho deles e que julgo tão bom qto
este e qdo digo maravilhoso eu insisto, este é um dos melhores trabalhos de rock progressivo que já ouvi, com começo meio e fim, como toda boa obra prog qdo quer e tem talento deve ser.Banda:

Edwin Roes (guitarras)
René Bacchus (baixo, vocal)
Edwin Wernke (bateria)
Alex Toonen (vocal)
Peter de Jong (teclados).

Faixas:
1.Both Worlds (8:24)
2.Attitude (5:10)
3.Different Faces (2:20)
4.Never ending Rain (4:32)
5.Quietly Loving You (4:35)
6.FAF (4:59)
7.Tell Me (6:10)
8.Dreamer (4:58)
9.Move on (You and I) (4:37)
10.Left emergency-hung (1:01)

Obs: Post original em 22/01/09 e agora atualizado e com link do próprio Voo 7177 ainda bem vivo em homenagem.

Enjoy!!!!!!!!!!!!!!!!!!