Mostrando postagens com marcador Harmonium. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Harmonium. Mostrar todas as postagens

31 de jan de 2011

Harmonium "Harmonium" 1974

Ao lembrar dessa jóia em meu baú, resolvi postá-lo, mas comecei pelo que mais gosto o qual está logo abaixo e tem um trabalho de capas lindíssimo, aliás não foi só a estrela de Roger Dean que brilhou e existe apesar dele ser endeusado capas maravilhosas e fora do padrão Dean, cada uma contando a sua maneira a forma como o artista vê as músicas de outros artistas.

Confesso, que essa é mais estranha do que bela aos meus olhos de leigo, mas como admirador e vivendo a música por muitas vezes como única companhia, aprendi a desenvolver a minha personalidade e ter meu gosto próprio.
Passava por muita vezes horas observando uma capa e tentando entender ou apenas admirar e pensava que se tivesse um dom como esse gostaria de usá-lo assim; capas de disco são as guardiãs de um tesouro qdo feito por amor, e devem ser tão belas qto os trabalhos que contém; o tempo infelizmente transformou o trabalho em mero mercantilismo e muitos que tem talento em obreiros da máquina "consumo" e a arte verdadeira acabou relegada à um segundo ou terceiro plano e hj vende muito mais "bundas e peitos"com nomes apelativos do que um belo quadro cuidando de um disco.

Ainda prefiro os últimos!!!!!!!

Ah!!!!! Antes que eu seja torrado na fogueira da inquisição, minhas camisetas tinham cada uma uma capa dos discos que Dean fazia retratadas, afinal ele sempre foi um mestre e sempre será, e seu trabalho é lindíssimo mas ainda farei alguns posts com capas de discos de outros artistas."Harmonium's first album was recorded as a trio.
Singer-guitarist Serge Fiori and guitarist Michel Normandeau wrote all the music and lyrics. Bassist Louis Valois completed the band.
A session drummer, Réjean Emond, appears on half of the songs.
Acoustic bass, 12-string guitar, and acoustic guitar constitute the main instrumentation, all topped by Fiori's delicate voice (singing in French).

Lyrical themes all relate to 1970s humanism. The music belongs to folk-rock with a progressive rock touch (this last trait would become stronger with each successive release), and could be compared to McKendree Spring or Fairport Convention. Harmonium includes "Pour un Instant" ("For a Moment"), which became a hit in the summer of 1974 in Québec and remains to this day the best-known song of the band, enjoying constant radio airplay. "Harmonium," "Aujourd'hui, Je Dis Bonjour à la Vie" ("Today, I Say Hello to Life"), and "Un Musicien Parmi Tant d'Autres" ("One Musician Among Many Others") have been standard singalongs around campfires for decades and remain some of the first songs any young Québecois starting on guitar will learn to play.

The CD reissue includes an extra track, "100,000 Raisons" (first released as the B-side to "Pour un Instant"). Musically speaking, Harmonium is the less developed, less ambitious opus of the band, but the more representative of Québecois culture at the time (the aesthetic is similar to Beau Dommage and Paul Piché, other key artists of 1970s Quebec). That is probably why it remained the most popular in Québec, but the least popular elsewhere. ~ François Couture, All Music Guide"

Personnel
Serge Fiori – lead vocals, backing vocals, acoustic guitar
Michel Normandeau – backing vocals, acoustic guitar
Louis Valois – bass guitar

Side one
"Harmonium" (Serge Fiori, Michel Normandeau) – 6:36
"Si doucement" (Fiori) – 4:25
"Aujourd'hui, je dis bonjour à la vie" (Fiori) – 5:44
"Vieilles courroies" (Fiori, Normandeau) – 5:47
"100,000 raisons" (Fiori, Normandeau) – 3:42
Not on the original vinyl, it was introduced in the reedited CD.

Side two
"Attends-moi" (Fiori, Normandeau) – 4:40
"Pour un instant" (Fiori, Normandeau) – 3:21
"De la chambre au salon" (Fiori) – 5:43
"Un musicien parmi tant d'autres" (Fiori) – 7:05

Postado originalmente em 27/07/09, repostando com link ok à pedidos,rs

Apprécier!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

19 de nov de 2010

Harmonium - "Si On Avait Besoin D´une Cinquieme Saison"

Dizem que a net é um dos lugares mais democráticos que existe e que cada um faz o que quer e como quer!!!!!
Pura balela!!!!
Qdo ainda participava em outros blogs e postava coisas do meu acervo pessoal sempre tinha uns e outros que desciam o pau qdo saia do famoso esqueminha dos dinossauros petrificados e que só temos resquícios depois de muito escavar e estudar; aliás até hj não entendo como com um pedaço de osso eles conseguem dar até cor aos seres alados e feição aos repteis e tal e coisa e coisa e tal.......bem lá fui eu viajando de novo, ré,ré,ré

Voltando ao tema, até peguei raiva do clubinhos que existem por aí de tão chatos que eles são, uma gente pernóstica, metida a sabereta (como diria minha saudosa madrinha e professora primária da escola rural) e que nada pode ser fora do contexto se tornando pretexto pra suas críticas.

PQP!!!!!

Prq não montam um blog e postam só o que gostam?
Tem tanto material de uma ou outra banda "famosa" que só com os dito cujos ficarão postando todo dia. Mas não, eles querem convencer vc que vc deve mudar!!!!
Ah vão pro inferno e fiquem por lá ajudando o outro a ferver o caldeirão prq poucos blogs podem se intitular progressivos de verdade, devido a gama de sons do mundo todo e se vc se embrenhar naquele local nunca mais sai de tanto material bom que tem lá.Fora tb tem muitos blogs de qualidade e de inteligência que nos visitam constantemente e trocamos idéia sobre tudo um pouco e até dos tradicionais tb, afinal eles deram o embalo pra cena atual, mas quem diz que esses manés conhecem a cena atual ou perceberam o que veio depois?

Mas vc pode perguntar: Prq esse cara tá enchendo com esse falatório todo?
Prq aqui eu posso e falo o que sinto e penso e quem não gostar ou concordar que dê sua opinião ou não e sou sim muitas vz parecendo arrogante; mas com eles, prq posto um som como esse que poucas pessoas sequer ouviram falar e que igual tenho uma variedade tão grande que se a net não fosse tão lenta pra upar eu colocaria uns 10 por dia, mas por puro prazer em dividir com quem tem bom gosto e sabe o que é música de verdade.

Pena, mas vou postando conforme dá e do jeito que o tempo deixa e a Internet navega mas sempre que puder trarei algo de qualidade não reconhecida aqui pelos experts, mas totalmente aceito no cenário mundial, nesse caso específico da "música francesa"."Si on avait besoin d'une cinquième saison (If We Needed a Fifth Season), also known as Les Cinq Saisons (The Five Seasons), is the second album from Quebec band Harmonium, released in 1975.

The album marks a departure from the folk rock sound of Harmonium towards a unique progressive rock sound. Serge Fiori, Michel Normandeau and Louis Valois are joined this time by Pierre Daigneault and Serge Locat. Marie Bernard also provides her expertise for the Ondes Martenot, while Judi Richards sings in "Histoires sans paroles".

The album revolves around a seasonal concept; the first side of the original LP contains 4 tracks, each of which covers one of the traditional four seasons (Spring, Summer, Autumn/Fall, and Winter), whilst the second side of the album consists of "Histoires Sans Paroles", a 17-minute song which represents the imaginary fifth season. "Dixie" is also a notable track because of Locat's unforgettable piano solo. Si on avait besoin d'une cinquième saison, while a transitional album, became an influential album in Quebec's music history.

Some lyrics on this album, like on Depuis l'Automne can show the separatist ideology shared by the band at that time."

Formação:
Serge Fiori – voz/violão/flauta/harpa zither e percussão
Pierre Daigneault – flauta/piccolo/saxofone soprano e clarinete
Serge Locat – piano/mellotron e sintetizador
Michel Normandeau – violão/acordeon e vocais
Louis Valois – baixo/piano elétrico e vocais
Judy Richard – vocais na faixa 5

Faixas:
01. Vert – 5′34
02. Dixie – 3′26
03. Depuis L’automne – 10′25
04. En Pleine Face – 4′51
05. Histoires Sans Paroles – 17′12

Repostando a pedidos um disquinho curto e de fácil assimilação, mas uma delicia de se ouvir e a faixa 03 é minha preferida. E o bom é que existem vários outros blogs que já fizeram o post mostrando que a censura não os afeta tb e fazem o que querem pra melhor. (Disquinho prq tem uma versão extendida mais recente e esta é a original do vinyl)

Apprécier!!!!!!!!!!!!!!!!

3 de jun de 2010

Harmonium - L'Heptade (76) e En Tournée (77)

Agora que consegui terminar mais uma etapa de meu calvário com nossa telefonica (nossa???) e depois de muito tentar consegui fazer o upload dos dois discos duplos que faltavam e está completa a discografia oficial desta banda fantástica de tremendo bom gosto musical e harmonia que beira a perfeição.

Particularmente não tenho preferidos, acho que são discos de anos diferentes sendo que no primeiro eram apenas um trio e foram evoluindo sem parar, mas o que me chamou a atenção foi que um grupo desse quilate simplesmente decide encerrar a carreira.Ok!! sabemos que muitas vezes viver de música é utopia e se vc pesquisar, daqui pra frente encontrará a discografia completa, prq antes de postar como sempre digo pesquiso pra ver se é "arroz de festa" se é difícil; se tem alguns comentários dignos de trazer pra ilustrar o post e foi muito raro achar os 04 discos juntos em algum blog e por isso fiz questão de presentear aqueles que seguem o Som Mutante com o que chamo de preciosidade e pouco me importa se agora irão pipocar posts deles sem crédito ou que o valha, prq vai valer o mundo conhecer um pouco mais de música de qualidade e principalmente aos brazucas notarem que fora de seus mundinhos fechados e pseudo sabedoria, muito se foi feito e muito ainda tem pra ser divulgado.

Para aqueles que tem bom gosto!!!!!!!!!!!!!!!!Harmonium - Folk Progressivo
Origem - Canadá - 1973-1980

Integrantes:

Serge Fiori (1973-80) - canto, flauta, guitarras, bandolim, cítara, percussão
Michel Normandeau (1973-79) - guitarra, acordeão, canto
Louis Valois (1973-80) - baixo, piano eléctrico
Serge Locat (1975-80) - teclados
Pierre Daigneault (1975-76) - clarinetes, flautas,sax soprano
Denis Farmer (1977-80) - bateria, percussão
Libert Subirana (1977-80) - clarinetes, flautas,sax soprano
Monique Fauteux (1977-80) - teclados, canto
Robert Stanley (1977-80) - guitarrasDiscografia:

Harmonium (1974)
Si On Avait Besoin d’une Cinquième Saison (1975)
L'Heptade D'Harmonium (1977)
En Tournée (1980, ao vivo em 1977)

Obs: Postado originalmente 29/07/09 e derrubado várias vezes, mas que vale a pena correr o risco de novo.

Apprécier L'Heptade!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Apprécier En Tournée!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!