Mostrando postagens com marcador Carmine Appice Project. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Carmine Appice Project. Mostrar todas as postagens

16 de nov de 2010

Travers and Appice feat. T.M.Stevens - at The House of Blues

T.M.Stevens pra mim é hoje um dos melhores baixistas do mundo além de ser um vocalista completamente alucinado apesar confessando que o Pat não é dos meus guitarristas preferidos e muito menos vocalista, ele tem uma levada que acho meio "rasgada", não mais delicada digamos como a de um Satriani, mas isso não lhe tira mérito algum.

Já o Carmine é um baterista que me agrada e muito com uma levada bastante variada e por isso que fez parte de várias bandas como o Vanilla Fudge e seu irmão o Vinnie não fica atrás, mas o Carmine ao meu ver é melhor e como vocalista junto as baquetas ele se supera e muito.

Agora, T.M.Stevens acho simplesmente incomparável!!! toca seu baixo com uma força absurda e aí vc o vê ao vivo e ele simplesmente está encostando nas cordas; ele arregaça nos vocais, mas vendo vc percebe que ele não está fazendo força; o negrão é técnico na essência e toca com baixo de 04 cordas na maioria do tempo, o que Mr Stuart Hamm considera o baixo para o verdadeiro baixista.

Bem, chega de lero, e seguem abaixo duas resenhas no original do som dos caras, deixo assim prq preservar a qualidade.
A primeira fala um pouco do som e dos caras e a segunda do dvd que saiu este álbum e dá pra notar que neste caso o album ganhou uma bonus track.
Back in the '70s, both Pat Travers and Carmine Appice were responsible for laying down the boogie — Travers as a leader of the Pat Travers Band, and Appice as a member of Cactus and Beck Bogert & Appice.

Fast forward three decades later, and the duo has decided to combine their talents (along with session pro bassist T.M. Stevens), as Travers & Appice. Touring in support of a debut album with the title of It Takes a Lot of Balls, it shouldn't have come as a surprise that their shows were rift with testosterone-heavy rock (but with a bluesy feel).

Less than a year after the arrival of their debut comes a concert set, 2005's Live at the House of Blues. With Travers & Appice splitting the vocal duties, the group harks back to the days when power trios ruled the earth. Focusing primarily on tracks from their debut, selections such as "Taken," "Better From a Distance," and "Keep on Rockin'" benefit from a live setting, as their bluesy swagger is even more overstated.

Also included are winks to both player's pasts — Travers with "Boom, Boom" and Appice with a re-worked, rockin' version of Rod Stewart's disco hit, "Do Ya Think I'm Sexy." Admittedly however, the lyrics are moronic in spots, with the usual hard livin'/roadside bar fare. But if tough blues-rock is your thing, it's best to experience it in a live setting, and Live at the House of Blues delivers.
Guitarist Pat Travers and drummer Carmine Appice aren't names that casual rock fans will recognize, but they're true giants of the 1970s blues rock movement; talented musicians who have played with the likes of Jeff Beck, Ted Nugent, and Steve Vai.

Though their recent pairing as Travers & Appice isn't likely to be called a "supergroup" by anyone but the most die-hard 70s blues rock aficionado, the pair's first DVD, Travers & Appice: Live at the House of Blues shows them as more than capable performers who can still lay down a blistering set some 30 years later.

Travers, who released several heavy blues guitar albums under his own name in the 1970s and early 1980s, first joined up with ex-Vanilla Fudge drummer Appice after a planned collaboration with Rick Derringer fell through, and the Canadian-born guitarist came to the rescue. The two players clicked, and along with flamboyant session bassist TM Stevens, the band set to work writing and recording the 2003 album "It Takes a Lot of Balls.

" This live show, shot in the fall of 2004 at The House of Blues in North Myrtle Beach, coincides with their live second album, as the boys lay down ten heavy blues rock tracks. You get:

Tracklist:
01- Taken
02- Better from a Distance
03- I Don't Care
04- Crash and Burn
05- Living Alone
06- Gotta Have You
07- Turn Me On
08- Can't Escape the Fire/La La Love
09- Evil
10- Do Ya Think I'm Sexy
11- Boom, Boom
12- Keep on Rocking (bonus)

Enjoy!!!!!!!!!!!!!!!

8 de mai de 2010

Carmine Appice Project - Ultimate Guitar Zeus - 2006

É o seguinte: eu deveria começar dando uma palhinha deste trabalho mas não dá!!!!

Pelo amor de Deus, como este Carmine Appice toca!!!!!!!!!!!!!!!!!

E canta!!!!!!!!!!!!!!

Já dei minha opinião.
Mas comecei a ouvir e prestar mais atenção e aí notei alguns fatos que não posso me omitir de dar um pitaco é claro.

Vamos à ele: -Mania que guitarrista branco tem de achar que por saber tocar Blues tb sabe cantar, isso é para poucos (são muitos, mas relativamente poucos) como Warren Haynes, Walter Trout, Jonny Lang , etc.Bem, este trabalho o seu titulo já diz tudo e mais um pouco e poderia parecer arrogante para quem não gosta do "cara" ou não conhece ainda muito seu som, mas o Carmine está num patamar tão elevado em relação aos outros que impressiona mesmo e nos faz esquecer que ele rodou em tantos toca-discos pelo mundo afora e subiu em tantos palcos que a esta altura do campeonato deveria estar balançando numa cadeira de pantufas e olhando a grama crescer.

O cac.......!
O cara toca e muito, traz os que ele conhece e considera e põe um nome dizendo: Fala aí que eu tô mentindo!!!!!
Diz aí que não é algo como soberbo ou supremo?

Claro que estou exagerando, mas ele não e segue uma resenha daquelas que gosto, prq não tem nada a ver com a minha ou a sua opinião, mas de quem sabe o que diz e de quem fala.

Obs: E ele ainda canta.......e por favor sem essa de que coletâneas são obras menores e narizes torcidos de puristas por favor heim?
Outra obs:Só um alô pros amigos, os sons que encontrei deste trabalho por aí vieram de uma fonte defeituosa (a mesma sabe?) e faltam musicas em alguns e outros estão quebradas ok?
Quem tiver postado dá uma conferida.
Este está ok!!!!Carmine Appice non è certo uno che abbia bisogno di presentazioni. Quarant’anni di storia del rock lo hanno visto costantemente dalla parte dei protagonisti – anzi, dei fondatori – dagli esordi con i pionieristici Vanilla Fudge, passando per la miriade di band e artisti (Rod Stewart, Stanley Clarke, Ted Nugent, Ozzy Osbourne…) che hanno potuto godere del suo straordinario eclettismo dietro le pelli.

Fino ad arrivare agli odierni Guitar Zeus, piccoli eventi musicali che vedono alcuni tra i maggiori dei dell’Olimpo chitarristico rispondere alla chiamata del maestro della batteria.Ultimate Guitar Zeus è, idealmente, la raccolta che riunisce quanto di meglio finora composto da Carmine insieme ad alcuni dei più grandi chitarristi al mondo.

Slash, Brian May, Ted Nugent, Zakk Wylde, Vivian Cambell, Yngwie Malmsteen, Richie Sambora… questi e altri i nomi illustri che figurano tra le schiere dell’esercito capitanato dal batterista statunitense, nomi che da soli bastano a rendere ragione della varietà e della qualità della proposta.
Non si può negare: i quattordici pezzi selezionati in quest’uscita non inventano nulla, non aggiungono nulla a quello che i loro interpreti possono aver già detto nel loro passato.
Eppure tutti, dal più esaltante al più ordinario, hanno la stoffa del vecchio classico.
Una sensazione che si diffonde fin dall’opener Days Are Nights, e che si intensifica con l’agrodolce Nobody Knew, o la cullante Doing Fine, o la scoppiettante Under the Moon & Sun, o la sorniona Where You Belong – brani che rivelano una classe comune a pochi, il tocco proprio solo dei grandi musicisti, quel feeling che da decenni fa parte del codice genetico del rock.

Sei corde diverse di episodio in episodio per raccontare storie che, seppure forse già note, mai esauriscono il loro fascino. Ne è l’esempio più eloquente la rockeggiante cover dello straclassico Do Ya Think I’m Sexy, singolo letteralmente senza tempo, animato per l’occasione dal riffing volutamente ignorante di Pat Travers e insaporito dalla voce di un sorprendente Carmine Appice: sgraziato, impreciso, ma dannatamente accattivante.
E tra tanti professionisti della chitarra, trovano spazio anche un paio di dilettanti di lusso: si tratta del leggendario tennista John McEnroe, sorprendentemente a suo agio nell’atipica Stash, e del celebre attore Steven Seagal, che riserva le sue carezze al conclusivo GZ Blues.

Certo, è dura non scomparire al confronto di cotanti maestri, ma tutto sommato si può dire che i due apprendisti riescano a non sfigurare nonostante l’impegnativo contesto.
Il concetto dovrebbe essere chiaro.
Tutto in un modo o nell’altro già sentito, ma averne di dischi suonati con tanta classe.
P.S.
Certo che un po' più di fantasia pittorica nella copertina non avrebbe guastato...

Band Lineup:
•Carmine Appice - Drums, Vocals
•Tony Franklin - Bass
•Kelly Keeling - Lead Vocals, Guitar

Tracklist:

01. Days Are Nights (with Ted Nugent)
02. Nobody Knew (with Brian May)
03. Stash (with Stevie Salas & John McEnroe)
04. Where You Belong (with Slash)
05. 4 Miles High (with Steve Morse)
06. Gonna Rain (with Richie Sambora)
07. This Time Around (with Yngwie Malmsteen & Doug Pinnick)
08. Killin' Time (with Ty Tabor)
09. Doing Fine (with Vivian Campbell)
10. Under The Moon & Sun (with Mick Mars & Edgar Winter)
11. Code 19 (with Zakk Wylde)
12. Out Of Mind (with Neal Schon)
13. Do Ya Think I'm Sexy (with Pat Travers)
14. Gz Blues (with Steven Seagal & Seymour Duncan)

Mais uma obs: Post original em 16/06/09 e num sei qtos downs, aí.....rs e quem gosta de guitarristas e ainda não ouviu isso não pode dizer que conhece da arte,ré,ré,ré!!!
Aliás este projeto só leva o nome parecido de outro dele que saiu num disco duplo(aí sim) e que vi por aí em alguns blogs e sites como sendo este em dose dupla.

Não, o outro se chama "Guitar Zeus: Conquering Heroes (disc 01)" e "Guitar Zeus: Conquering Heroes Songs (disc 2)" e por acaso bate uma ou outra música, mas ficou confuso com data de relançamentos e lançamento do novo e tal, vc pode até procurar e vai ver que os fãs esperavam este "Ultimate" duplo e já davam o set list e tudo, mas até o set é do outro.
Espero ter esclarecido qqr dúvida, mas continuo a caça de informações.

Enjoy!!!!!!!!!!!!!!!!!