29 de fev de 2016

The 31st Of February (USA, Psychedelic Folk-Rock)


The 31st of February was a rock and roll band formed by Jacksonville, Florida natives Scott Boyer, David Brown and Butch Trucks. All three were alumni of Englewood High School in Jacksonville, though they did not come together musically until Brown and Trucks found themselves living on the same floor of a dormitory at Florida State University in the fall of 1965. Having heard the folk-rock of groups like The Byrds and The Lovin' Spoonful, saxophonist Brown bought an electric bass and started to jam with drummer Trucks, an alumnus of The Vikings, The Echoes and the Jacksonville Symphonette. Guitarist and vocalist Boyer, making his living as a folk singer, was contacted by Brown who offered his and Trucks' services if Boyer would trade his acoustic guitar for an electric guitar. Boyer agreed and the three formed a group, The Bitter Ind. (short for Independents). Playing fraternity parties, growing their hair long and ceasing to attend their classes (in Brown's and Trucks' cases), the group left Tallahassee after the end of the school year and tried their hand at performing in Daytona Beach. After being turned down repeatedly by club owners, the group found a bit of luck, landing a one-night performance at the Club Martinique. Shortly into their set, two members of the Allman Joys, a group that frequently appeared at the club, walked in and sat down. After the group finished, the two members introduced themselves and lavished praise on the group. They were the namesakes of the Allman Joys, Duane and Gregg Allman. When the Bitter Ind. relayed their story of their inability to get steady employment, the Allmans offered them free lodging. In time, the Bitter Ind. returned to Jacksonville discouraged, their meeting with the brothers Allman the only high point of their journey. Shortly after returning to Jacksonville, however, Trucks received a call from Duane Allman, stating that the Allman Joys were playing at the Beachcomber, a Jacksonville club, and that they needed a drummer. Trucks agreed to sit in for the night. After the show, Duane Allman suggested to Trucks to ask the club manager to let the Bitter Ind. audition. The manager agreed, loved the group's sound and let them stay on through mid-1967. After their engagement ended, the group, no doubt under threat of legal action from the New York nightclub The Bitter End, decided to change their name. After briefly using the moniker "The Tiffany System", the group found themselves in Miami, Florida, signed to folk giant Vanguard Records as The 31st of February. Their eponymous debut album was released in early 1968, a heady mix of folk-rock and psychedelic pop. After its failure to get noticed, the group added a lead guitarist and began to rework their sound. Almost immediately, the group again ran into Duane and Gregg Allman, who had just broken up their post-Allman Joys group The Hour Glass. Electing to join forces, the newly hired guitarist was fired and the remaining five-piece began performing throughout the Southeast. In September 1968, they began recording material for their second album, including nascent versions of "Melissa" (which would come out on the Allman Brothers Band's Eat A Peach album in 1972) and "Nobody Knows You When You're Down And Out" (which Duane Allman would later cut with Derek and the Dominos). Though the material would not come out until four years later, they serve as an important bridge towards the sound that The Allman Brothers Band would be producing within twelve months. Whilst in the midst of recording and touring, Gregg Allman elected to move out to southern California in order to let his brother and the remaining members of the Hour Glass be freed from their contract with Liberty Records. Though Gregg offered the others positions in his backing band, nothing came of it and in a matter of months, Butch Trucks would join Duane and Gregg Allman in The Allman Brothers Band.  Scott Boyer ended up forming the group Cowboy with Tommy Talton, eventually signing to the Allman Brothers Band's label, Capricorn Records. He is currently recovering from artery replacement surgery. David Brown ended up a studio bassist, eventually joining Boz Scaggs's band and, later, Cowboy with Boyer. He remains a member of Norton Buffalo and the Knockouts despite Norton Buffalo's untimely death on 30 October 2009. After joining the Allman Brothers Band, Butch Trucks has stayed there since 1969, save for the group's first (1976–1979) and second (1982–1989) hiatuses.






- Scott Boyer - 12-string guitar, vocals
- David Brown - bass, tenor saxophone
- Butch Trucks (Claude Hudson Trucks) - drums
+
- Benny Latimore - organ
- Robert Pucetti - organ
- Duane Allman - guitar (13)

26 de fev de 2016

30 Seconds to Mars


30 Seconds to Mars é uma banda estadunidense de rock alternativo formada em 1998 em Los Angeles, Califórnia. Em 2002 foi lançado o álbum de estréia da banda intitulado 30 Seconds to Mars. O álbum, produzido apenas pelos dois irmãos Jared Leto e Shannon Leto vendeu dois milhões de cópias no mundo.[13] . Pouco antes do lançamento do álbum, Matt Wachter e Solon Bixler se juntaram à banda. Algum tempo depois, Solon desligou-se do quarteto e em seu lugar entrou Tomo Miličević (2003) com essa formação a banda lançou o álbum A Beautiful Lie (2005). a banda 30 Seconds to Mars, com influências de bandas como Pink Floyd, Kiss e Alice Cooper, lançou seu primeiro disco em 2002, intitulado 30 Seconds to Mars. O álbum, produzido apenas pelos dois irmãos, vendeu mais de 750 mil cópias em todo o mundo, apesar de seus dois singles, "Capricorn" e "Edge Of The Earth" terem conseguido apenas desempenhos regulares nas rádios americanas. Pouco antes do lançamento do disco, Matt Wachter e Solon Bixler se juntaram à banda. Algum tempo depois, Solon desligou-se do quarteto e em seu lugar entrou Tomo Miličević, amigo de Shannon e fã confesso do 30 Seconds to Mars. O nome da banda foi retirado de uma tese que defendia que estamos literalmente a 30 segundos de Marte e é inspirado no mundo contemporâneo, sugerindo que estaríamos a alguns segundos para escapar desse ar mundano. Marte sempre foi uma imagem iconográfica, por ser um planeta próximo do Deus Romano da Guerra. Durante uma turnê pela África do Sul no fim de 2003, Jared Leto escreveu 40 canções para o 30 Seconds to Mars, das quais 12 foram escolhidas para integrar o repertório do segundo disco da banda, "A Beautiful Lie", lançado em agosto de 2005. O álbum foi gravado em 5 continentes diferentes. "No primeiro CD, nós criamos um mundo e escondemo-nos por trás dele." disse Jared. "Com A Beautiful Lie, era hora de cuidar um pouco mais dos assuntos pessoais. Fala sobre brutalidade, honestidade, o crescer e o amadurecer de cada um, mudança. Uma viagem emocional, a história da vida, amor, morte, dor, alegria e paixão. O single "From Yesterday" e as músicas "Savior" e "The Battle of One", que integram o disco, foram as únicas escritas pelo resto da banda. O álbum também contém "Hunter", uma canção cover de Björk.




30 Seconds To Mars




A Beautiful Lie




23 de fev de 2016

27 Miles - Southern Rock, California


27 Miles é uma banda norte-americana de Southern Rock, fundada em Malibu, Califórnia. A banda é formada por Kevin "Solly" Solomon (Vocal e Guitarra),  Daniel Meier (Guitarra, Slide), Eric Rondell (Baixo) e Kurt Custer (Bateria, Backing Vocals). O quarteto foi formado em 2001, pelos amigos de infância Kevin Solomon e Donny Kulp, e surgiu dentro da grande explosão de talentos da cena musical de Malibu, Califórnia, atendendo pelo nome de The Band 454, mas que em 2005 por questões legais, tiveram de mudar seu nome para 27 Miles. O baixista Jason Benfields começou a tocar por volta dos 13 anos de idade. Suas maiores influências são o Allman Brothers Band e Gov't Mule. Kurt Custer, que já tocou no Lynyrd Skynyrd e gravou "Lynyrd Skynyrd 1991" (1991) e "The Last Rebel" (1993), entrou no lugar do baterista original Joseph Kern em 2009. A formação original consistia em Kevin "Solly" Solomon (Vocal e Guitarra), Donny Kulp (Guitarra, Slide),   Jason Benfields (Baixo) e  Joseph Kern (Bateria, Backing Vocals). Em 2006, a banda resolveu trazer o produtor britânico Daniel Wills (filho do baixista Rick Wills - Foreigner, Small Faces e Bad Company) para finalizar ideias e concluir algumas canções para serem gravadas no primeiro álbum de estúdio da banda. Daniel apresentou a banda ao produtor/engenheiro Brian Dobbs (Metallica, Mötley Crüe, Echo Brain, Man Made God), que seria o homem certo para o trabalho de mixar as faixas gravadas e finalizar o que seria o primeiro álbum de estúdio da banda. Com uma pegada única, que mescla Southern Rock ao Classic Rock com boas doses de Blues, influenciados por The Allman Brothers Band, Lynyrd Skynyrd, Molly Hatchet, Led Zeppelin, Gov't Mule, Stevie Ray Vaughan e Jimi Hendrix, o álbum de estréia, "Bringin' It Back", foi gravado em 2006, e liberado em 2007. O álbum contou com as participações dos guitarristas Dean Deleo (Stone Temple Pilots) nos solos das canções "Where Does It All Belong To" bem como wm "Lessons Learned" e Duane Betts, filho de Dickey Betts (The Allman Brotheres Band), na canção "Brotherhood".






20 de fev de 2016

Jeff Baker - German Psychedelic Folk


Um som bem diferente para mim. Não encontrei muita informação, a não ser alguns comentários em outros Blogs. Vale a pena dar uma conferida.

"Maybe the most underrated album I know !
Absolute fantastic and intensive Psychedelic, only issued in 1971 on german BASF.
Loner, progressive Folkrock album, partly more rocking, partly more folky, with English vocals, highly recommendable." (http://fantasy0807.blogspot.com.br/2015/12/jeff-baker-loner-1971-german-prog-folk.html)






Banjo – G. Preskett
Cello – G. Preskett
Guitar – G. Preskett*, Jeff Baker
Harmonica – G. Preskett
Mandolin – G. Preskett
Organ – G. Preskett
Piano – G. Preskett
Producer – Graham Preskett
Violin – G. Preskett
Vocals – Jeff Baker

17 de fev de 2016

10,000 MANIACS


10.000 Maniacs é uma banda norte-americana de rock alternativo que se formou em 1981 e continua ainda ativa com diversas formações. O período com a vocalista Natalie Merchant foi o mais crítico e comercialmente bem sucedido. A banda foi formada com o nome de Still Life em 1981, em Jamestown, Nova York, por Dennis Drew (teclados), Steven Gustafson (baixo), Chet Cardinale (bateria), Robert Buck (guitarra), e Teri Newhouse (vocalista e ex-mulher de Buck). Gustafson convidou Natalie Merchant, que tinha 17 anos na época, para fazer alguns vocais.  John Lombardo, que estava em uma banda chamada The Mills (juntamente com os irmãos guitarrista/vocalista Mark Liuzzo e Paul Liuzzo e também o baterista Mike Young) e usado para ocasionalmente tocar com Still Life, foi convidado a participar de forma permanente na guitarra e vocal. Newhouse e Cardinale deixaram a banda em Julho e Merchant se tornou a principal cantora. Vários bateristas vieram e se foram. A banda mudou seu nome para Burn Victims e, em seguida, para 10.000 Maniacs após o filme de terror de baixo orçamento, Two Thousands Maniacs.


Lombardo, um dos fundadores da banda resolveu sair durante um ensaio em 14 de julho de 1986. Os remanescestes cinco membros começaram a gravar um novo álbum em Los Angeles, com Peter Asher como o produtor. “In My Tribe”, um registro mais pop-rock orientado, foi lançado em 7 de julho de 1987, atingindo as paradas e lá permanecendo por 77 semanas, chegando ao nº 37 e estabelecendo um grande público nos Estados Unidos e com boa recepção também no Reino Unido. O álbum continha originalmente "Peace Train", mas ela foi removida das prensagens posteriores depois que Cat Stevens (hoje Yusef Islam) te feito algumas observações que implicaram na sua concordância com uma declaração de morte contra o autor Salman Rushdie, vindo de uma autoridade islâmica.






14 de fev de 2016

Achtzehn Karat Gold - Krautrock


Banda formada por membros do Amon Düül II, Motherhood e Embryo, lançaram "All Bumm" em 1973. Achtzehn Karat Gold ou 18 Karat Gold.

Jörg Evers - guitar
Keith Forsey - drums
Klaus Ebert - guitar
Lothar Meid - bass

11 de fev de 2016

14 BIS - Rock de Minas


14 Bis é uma banda vocal/instrumental brasileira que surgiu em Belo Horizonte, Minas Gerais, criada pelos irmãos Flávio e Cláudio Venturini, Hely Rodrigues, Vermelho e Sérgio Magrão. O 14 Bis foi criado no final do ano de 1979 por músicos que já se conheciam e alimentavam a ideia de ter uma banda brasileira nos moldes de bandas internacionais que tanto influenciaram seus integrantes como Beatles, Rolling Stones, The Who, Deep Purple, Yes, Led Zeppelin, Pink Floyd entre outras. Foram também influenciados pelo Clube da Esquina. Todos os membros são de Minas Gerais, exceto Sérgio Magrão, baixista do grupo, que é do Rio de Janeiro. Antes da fundação do 14 Bis, cada membro trabalhava junto a um grupo ou artista diferente. Flávio e Sérgio estavam no O Terço, Hely e Vermelho no Bendegó e Cláudio com Lô Borges. Foi com o aval de Milton Nascimento (produtor do primeiro disco) que o 14 Bis foi contratado pela multinacional EMI-Odeon para gravar 14 Bis, com canções como "Natural" e "Canção da América", esta uma inédita de Milton Nascimento e Fernando Brant. No ano seguinte, foi lançado o disco 14 Bis II. Neste disco havia músicas como "Planeta Sonho", "Nova Manhã", "Caçador de Mim", "Bola de Meia, Bola de Gude" entre outras. Em 1981, foi lançado Espelho das Águas, disco com mais uma inédita de Milton e Brant, "Nos Bailes da Vida". O ano de 1982 veio com Além Paraíso, gravado depois de uma viagem aos EUA onde a banda comprou o melhor equipamento existente à época. 



O hit foi "Linda Juventude". Em 1983 saiu A Idade da Luz, quinto disco em menos de cinco anos, com mais um hit, "Todo Azul do Mar". Aí veio o sexto disco onde o 14 Bis experimenta e flerta com a new age (movimento musical britânico). Novas parcerias musicais e estéticas mostram que A Nave Vai, lançado em 1985, é multifacetado desde a capa ao conteúdo. Canções como "Nuvens", blues como "Figura Rara" e a new age "Outras Dimensões" traduzem a inquietude musical e a busca incessante do novo pelos seus integrantes. O sétimo disco é o último disco de canções inéditas composto e gravado com a formação original da banda e marca a saída de Flávio Venturini do 14 Bis para a melhor condução de uma carreira solo que já havia rendido dois discos paralelos ao trabalho da banda. A parceria com Renato Russo em "Mais uma Vez" é um sucesso desse trabalho. Naquele mesmo ano de 1987, foi gravado o primeiro disco ao vivo do 14 Bis, 14 Bis ao Vivo, ainda com a formação original. Já nos anos 90 o 14 Bis lança Quatro por Quatro, disco raro no mercado que apresenta músicas como "Romance", "O Fogo do teu Olhar", "Dona de Mim" entre outras. Foi o primeiro a ser gravado no formato CD. 



Os trabalhos anteriores haviam sido gravados em discos de vinil e fitas cassete, mas foram relançados em CD pela EMI. O único disco que não foi editado em CD é o Sete (1987). O décimo disco é também o primeiro gravado fora do Brasil, Siga o Sol foi quase todo gravado e mixado em Nova Iorque. No final nos anos 90 a banda grava o CD Bis apresentando sucessos da banda no formato acústico e também canções inéditas como "Sonhando o Futuro". Em 2000 a banda grava com o grupo Boca Livre um trabalho ao vivo, Boca Livre e 14 Bis Ao Vivo, com clássicos das duas bandas. Em 2004 o 14 Bis lança mais um disco de músicas inéditas, Outros Planos, no qual a banda mostra novas parcerias e músicas como "Outono", "Canções de Guerra" e "Constelações", entre outras. O trabalho mais recente[quando?] é o CD e DVD 14 Bis ao vivo, primeiro DVD da banda contendo seus grandes sucessos e trazendo a participação de Flávio Venturini, Beto Guedes, Rogério Flausino e Marcus Viana. Atualmente o grupo vem excursionando por todo o Brasil com os shows Encontro Marcado, ao lado de Flávio Venturini e da dupla Sá e Guarabyra, e a turnê comemorativa de 35 anos de carreira. Os planos para o futuro breve é registro do Encontro em CD e DVD, e o relançamento do CD Outros Planos, de 2004, com a adição de duas canções inéditas.
Mais informações: (http://14bis.com.br/)









8 de fev de 2016

Lester Butler - Harmonica Blues


Lester Butler (November 12, 1959 – May 9, 1998) was an American blues harmonica player and singer. He achieved fame as the singer and harmonica player for the Los Angeles, California, based blues roots band, The Red Devils. The Red Devils (originally known as The Blue Shadows) released one album, 1992's King King. It was produced by Rick Rubin on his Def American record label. The group featured drummer Bill Bateman (The Blasters), Dave Lee Bartel on guitar, Paul Size on lead guitar, Johnny Ray Bartel on bass, and pianist Gene Taylor. The Red Devils recorded 22 tracks with Mick Jagger in June 1992, produced by Rubin, though the tracks were not issued at the time (they have since cropped up on various bootlegs, and one track was officially released on a Mick Jagger compilation on Rhino Records in 2007). The band also backed actor and sometime musician Bruce Willis, when the action star performed at his Planet Hollywood clubs. 


The Devils also backed Johnny Cash on music that was not released until the country singer's death, on the boxed set Unearthed. Butler also played on Rancid's 1998 album Life Won't Wait. After the breakup of The Red Devils, Butler also fronted the band, 13, releasing one self-titled record on Hightone Records in 1997. The original members of 13 included Kid Ramos on guitar, James Intveld on bass, and Johnny Morgan on drums. The recorded release of 13 on Hightone Records and produced by Warren Croyle features Stephen Hodges and Johnny Morgan on drums, Tom Leavey and James Moore on bass, Andy Kaulkin on keyboards, Alex Schultz, Smokey Hormel, Paul Bryant, and Doug Hamlin on guitar. Butler achieved his greatest fame in Europe, especially the Netherlands, where the Lester Butler Tribute Band still performs. Butler died of an overdose of heroin and cocaine on May 9, 1998, in Los Angeles at the age of 38. Two of his friends were convicted in his death of involuntary manslaughter.







5 de fev de 2016

9DW - Eletronic Jazz Fusion (Japan)


A solo project by the Japanese artist/producer K.Saito first showcased in March 2009 at the SXSW MUSIC convention in Austin, Texas. This was followed by the release of the album, ‘SELF TITLED’, on NYC based WAX POETICS magazine’s WAX POETICS RECORDS label. The album’s mix of electric fusion and boogie as well as high production values gained Saito both fans and critical acclaim around the world, including many well known names within the world of music. 






2 de fev de 2016

9.30 FLY - Prog Folk Rock


The sole album by this quintet from Cheltenham, England, came and went in May 1972. Fronted by husband-and-wife duo Michael and Barbara Wainwright, they played a deft blend of prog, folk-rock, and singer-songwriter material, but failed to connect with an audience at the time. The original LP has sold for over $500, and makes its long-overdue return to CD here, complete with background notes and rare images. http://www.forcedexposure.com/Catalog/9-30-fly-cd/PT.8043CD.html )