11 de out de 2011

Uriah Heep - Live at the Budokan 1973

Tô pra ver um animal mais teimoso que um lobo senil como este.
Normalmente dos medalhões do rock o Heep é sempre considerado de segunda linha e não consigo entender o porque, afinal não me refiro a gosto pessoal e sim a técnica, harmonia e empatia.

O Uriah Heep possuia os três principais pilares pra o sucesso de uma banda e não fosse a morte de seu frontman e as sucessivas mudanças o que seria dessa banda do gênio Ken Hensley e do talentosíssimo Mick Box além de um dos bateras mais simpáticos de todo jet set, Lee Kerslake?

Byron, além de um puta vocalista, segurava ao vivo muito mais que várias das estrelas que se puxam o saco até hoje e não coloco ele atrás de Plant, Ozzy ou Ian Gillan/Coverdale; ao contrário muito diferente por sua alegria e carisma, por sua afinação e versatilidade em acompanhar músicos do calibre citado sem desafinar.

Só faço posts do UH com algo que valha, tem um aí ainda com link vivo sendo baixado diáriamente comemorando o aniversário da banda e bem raro de se ver dando sopa, mas este aqui é um marco na história da música e duvido o moleque ou adolescente que não tenha ouvido os acordes de teclado de Sunrise ou July Morning que não vi nem o Zep fazer dessa forma e olha que o Jones é um gênio, mas além disso vinha na sequência um solo fenomenal só usado do meio pro fim da música como muitos fazem até hoje.

Tem que ter peito pra alterar toda uma estrutura e em seguida entrar com uma música quase clássica sussurrada por Byron em July Morning pra depois arrebentar com tudo numa apoteose sonora exuberante várias vezes e não cansar; onde se vc não prestar atenção não houve o baixo de Gary, mas experimente tirá-lo dali pra ver o vazio que se abre.

Sou sim um fã ardoroso e sinto uma falta absurda nos aniversários do verdadeiro mestre de cerimônias, apesar do Shaw até segurar a onda, mas muito cheio de trejeitos frescuras e manias o tornam até irritante de se ver e o Lawton deixou a desejar mesmo.

Bem é isso, ao som de Sun e outros hits tá aí a versão completa que não tínhamos acesso na época, mas que agora pode se entender o qto essa banda contribuiu e ainda contribui para que os ouvidos mais aguçados possam ser abençoados sempre que deixam rolar onde estiverem.



Uriah Heep Live is a 1973 double live album by British rock group Uriah Heep. In addition to a live version of the band's hit "Easy Livin'", the record includes classic live cuts such as "Sweet Lorraine", "Sunrise" and an extended live version of "July Morning". While on tour in the States, Live 73 reached #13 in the UK charts.

The original album packaging was a lavish affair, typical of the early-1970s. Being a 2-LP set it was a gatefold sleeve, with centre pages featuring photographs of the band members.

Uriah Heep Live was the band's first live album, and their third US gold album. Mercury Records initially released the album on CD without the medley, due to time constraints. This was later restored on the 2004 Sanctuary release.

Uriah Heep Live was certified Gold by the RIAA on October 12, 1973
.David começou a cantar em uma banda chamada The Stalkers em 1965 junto com o guitarrista Mick Box. Nessa banda, tocaram por dois anos fazendo covers em clubes. Em 1967 decidiram se tornar profissionais. Os outros membros da banda acharam arriscado e então se separaram.

Antes de formarem o Uriah Heep, Byron e Box formaram a banda Spice. Logo após a formação dessa banda, deram a ela o nome Uriah Heep, que é o nome de um personagem da novela David Copperfield, de Charles Dickens. O Uriah Heep conseguiu o sucesso no início dos anos 70, com os álbuns Salisbury, Demons and Wizards e The Magician's Birthday. Em 1973, Byron mostra mesmo que sabe cantar ao vivo com o lançamento do disco Live '73, considerado um dos melhores álbuns ao vivo do rock.

Com o tempo, a banda foi mostrando sinais de cansaço, principalmente Byron. A cada álbum, estava mais dificil gravar com Byron, devido ao seu excesso de álcool. Devido alguns problemas com as gravações em estudio, a banda resolve optar pela saída de Byron. Seu último disco com o Uriah Heep foi o High And Mighty. Foi uma decisão muito dificil mas tinha de ser tomada para o bem da banda, que nunca foi a mesma depois da saída de Byron em julho de 1976, após um concerto na Espanha.

Após sair do Uriah Heep, Byron gravou 4 discos: Take No Prisioners (1975), Rough Diamond (1977), Baby Faced Killer (1978) e On The Rocks (1981).

Byron estava cada vez mais aprofundado na bebida e então, 1985, ele é encontrado morto em seu apartamento. Ele morreu devido a um ataque cardiaco pelo excesso da bebida
.Track listing

Side One
1."Sunrise" (3:50)
2."Sweet Lorraine" (4:27)
3."Traveller in Time (3:20)
4."Easy Livin'" (2:43)

Side Two
1."July Morning" (11:23)
2."Tears in My Eyes" (4:34)

Side Three
1."Gypsy" (13:32)
2."Circle of Hands" (8:47)

Side Four
1."Look at Yourself" (7:29)
2."The Magician's Birthday" (1:15)
3."Love Machine" (3:07)
4."Rock 'n' Roll Medley: Roll Over Beethoven/Blue Suede Shoes/Mean Woman Blues/Hound Dog/At The Hop/Whole Lotta Shakin' Goin' On" (8:17)

Bonus disc on 2004 expanded deluxe edition

1."Something or Nothing" (US Radio Show)
2."I Won't Mind" (US Radio Show)
3."Look at Yourself" (US Radio Show)
4."Gypsy" (US Radio Show)
5."Easy Livin'" (Film Mixes Used For Radio)
6."So Tired" (Film Mixes Used For Radio)
7."I Won't Mind" (Film Mixes Used For Radio)
8."Something or Nothing" (Film Mixes Used For Radio)
9."The Easy Road" (Film Mixes Used For Radio)
10."Stealin'" (Film Mixes Used For Radio)
11."Love Machine" (Film Mixes Used For Radio)
12."Rock 'n' Roll Medley" (Film Mixes Used For Radio)Personnel

David Byron – vocals
Mick Box – guitar, vocals
Ken Hensley – keyboards, vocals
Gary Thain – bass guitar, vocals
Lee Kerslake – drums, vocalsThe 2004 Remastered version by Castle (UK) as CMRCD772, team:

Remastering by Robert Corich
Remastering by Mike Brown
Assistant Remastering: Pavel Salgado

Enjoy!!!!!! 320kbps

6 comentários:

  1. Os críticos metiam o pau no Uriah Heep, chegando até a dizer q o UH era a pior banda do mundo.
    Muita injustiça, eles eram ótimos! E também o Uriah Heep foi uma das bandas mais feias do rock.rs

    Gosto muito do John Lawton, viu, Morto ou Vivo?
    O pior vocalista do UH foi o John Sloman, na minha humble opinion.

    Quanto a esse famoso e celebrado álbum ao vivo, não queiram me matar, mas não gosto muito, pq o UH não é de improvisar, toca bem igual como toca em estúdio. Improvisação mesmo, só escutei em "Gypsy".

    Meu disco preferido da banda é o primeiro.

    Abraços, malungo!

    ResponderExcluir
  2. Curto o Lawton também !!!!
    Abraços

    ResponderExcluir
  3. ré,ré,ré o que seria do branco se todos gostassem do preto.
    Enjoy!!!!!!

    ResponderExcluir
  4. Cara,essa banda é muito boa. Principalmente com a formação clássica. Mas gosto de quase todos os albúns até hoje.

    ResponderExcluir
  5. Betão11:56 PM

    Tudo muito interessante mas, COMO BAIXAR???????? Clico em ENJOI!!! e o site me pede UPLOAD. Eu quero fazer DOWNLOAD da postagem. Podem me informar? Grato!

    ResponderExcluir
  6. Esse site era do mega e caiu junto onde eu perdi mais de 200 arquivos, conforme vão surgindo pedidos eu subo novamente, só que essa semana perdi um hd completo e to me organizando se tiver um pouco de paciência eu subo e atualizo senão baixe daqui http://www.fileshut.com/u/uriah-heep-live-at-budokan Enjoy!!!!!!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir