17 de fev de 2014

Sound Factory (Prog Brasil)

Em 13 de abril de 1970, o Sound Factory entrou no estúdio da Castelinho, no centro da cidade, para iniciar as gravações do que viria a ser o primeiro e único LP da banda. A banda era formada por Antônio Ricardo Canízio Sampaio, no baixo, Izidro Martins Neto, no órgão, Trajano Luis Lemos Junior, na bateria, e o norte-americano Kevin Valentine Peter Brennan na guitarra. Entre os 10 temas gravados, dois são de autoria de Kevin (Restless Time e Let's Go), um de Ricardo (Midnight Inspiration) e os demais covers do Traffic (Withering Tree e Shangai Noodle Factory), Blind Faith (Can't Find My Way Home), Johnny Winter (I'm Yours And I'm Hers), It's A Beautiful Day (Wasted Union Blues), Jefferson Airplane (Lather) e Robert Johnson (Crossroads). Produzido por Raimundo Bittencourt, com fotos de capa e contra-capa de Gilson Sérgio Cruz, o disco, que tem o nome do conjunto como título, só viria a ser lançado em agosto. Com tiragem reduzida de 300 unidades o LP acabou se transformando numa das maiores raridades do rock brasileiro, sendo também objeto de cobiça de colecionadores do mundo inteiro. 

Sound Factory (1970)



Tracks:
01. Restless Time (Kevin Brennan) - 4:46
02. Crossroads (Robert Johnson) - 3:39
03. Can't Find My Way Home (Steve Winwood) - 3:18
04. I'm Yours And I'm Hers (Johnny Winter) - 3:17
05. Whithering Tree (Steve Winwood, Jim Capaldi) - 3:00
06. Shanghai Noodle Factory (Steve Winwood, Jim Capaldi, Chris Wood) - 4:34
07. Wasted Union Blues (David Laflamme) - 3:01
08. Lather (Grace Slick) - 2:42
09. Let's Go (Kevin Brennan) - 2:28
10. Midnight Inspiration (Antônio Ricardo Canizio Sampaio) - 4:12

Personnel:
- Kevin Valentine Peter Brennan - lead vocals, all guitars, dulcimer, percussion
- Antônio Ricardo Canizio Sampaio - lead vocals, bass, piano, percussion
- Izidro Martins Neto - organ, piano, percussion, backing vocals
- Trajano Luis Lemos - lead vocals, drums, percussion

2 comentários:

  1. Aí Gringo!
    Bajando el "objeto de codicia" (rs) y empaparme de la historia del Rock Brasilero.
    Saludos!

    ResponderExcluir
  2. Fala Dead, valeu Gringo! É uma pena, pois os brasileiros tem produzido belos trabalhos musicais e muitos nem conseguem produzir nada além de amostras. Quando conseguem, é com muito esforço e investimentos pessoais. Esta postagem é uma justa homenagem ao esforço dos artistas. Abraços a todos.

    ResponderExcluir